13 mil apostadores já pediram para não jogar mais

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / 13 mil apostadores já pediram para não jogar mais

São cerca de 13 mil jogadores online que pediram para não entrarem mais nos Jogos Online

Anteriormente noutro artigo, já tínhamos aqui avançado no Apostaganha os números, mas na altura ainda com poucos dados, apenas se referiam ao 1º trimestre após a emissão das primeiras licenças.

Mas hoje soube-se o numero correto.

Segundo avança o JN, o numero que deu a conhecer foi de 13 mil apostadores, que pediram ao regulador o seu impedimento para não jogar online.

Esta medida está prevista na Lei, pois é uma das medidas que ajuda no jogo responsável e claro protege o cidadão e o ex-apostadores através da autoexclusão.

Analisemos a opinião de um especialista sobre este método de proteção:

“Nestes casos, a autoexclusão até funciona, o problema é que depois vão jogar noutros sites não licenciados”, disse, explicando que “o problema não está no jogo”, mas na relação problemática que algumas pessoas têm com o jogo

São alguns os relatos sobre a dependência do jogo, e claro que a Lei protege através, por exemplo, com este exemplo que demonstramos em cima.

O risco é grande, segundo afirmam os especialistas da área, porque a facilidade do online, e o mais jovens terem acesso ao jog,o poderá aumentar esse risco.

Apresentamos os números mais em detalhe, que constam no relatório do nosso regulador, SRIJ.

Dos mais de 523 mil jogadores que estavam registados, a 31 de março, nas quatro entidades licenciadas, 60% têm idades entre os 25 e os 44 anos. Destes, cerca de 40% têm entre 25 e 34 anos.

Os jovens com idades entre os 18 e os 24 anos representam quase 30% dos apostadores, refere o documento, segundo o qual mais de metade do total reside nos distritos do Porto, de Lisboa e de Braga.

Analisando o primeiro trimestre do ano, o relatório indica que neste período 4,3 mil jogadores – cerca de 2,2% do total – pediram autoexclusão, um mecanismo que pretende “prevenir o jogo excessivo e evitar comportamentos e práticas aditivas”.

Mesmo assim o método ainda não está perfeito, e segundo um especialista, ainda se tem que fazer muito sobre o jogo responsável:

“Ainda bem que [o jogo online] foi legalizado”, mas “peca claramente pela componente do jogo responsável”, disse, contando que há pessoas com problemas que nem sabem onde se dirigir.

A “partir do momento em que regulamentam a lei, também têm que dar as contrapartidas”

, sustentou.

Os outros números que nos servem também de indicadores, como o número de casas online legais em Portugal, assim como o que se tem feito contra a ilegalidade de outros sites de apostas, também é importante referir.

Apresentamos os números e as opiniões:

Desde a entrada em vigor do Regime Jurídico dos Jogos e Apostas ‘Online’, em 29 de junho de 2015, foram notificados 220 operadores ilegais para encerrarem a sua atividade em Portugal, enviadas 146 notificações aos prestadores intermediários para bloquearem os sites e feitas nove participações ao Ministério Público para instauração de processos-crime.

Apesar das notificações, os operadores continuaram a disponibilizar jogos e apostas online em Portugal.

O mercado português encontra-se atualmente repartido por quatro entidades exploradoras, às quais foram emitidas seis licenças.

Entre janeiro e março, a receita bruta gerada foi superior a 13,9 milhões de euros, um aumento de quase 50% face ao último trimestre de 2016 (cerca de 4,6 milhões)

O caminho faz-se caminhando, e nada ainda está perfeito, desde a tributação passando pelo jogo responsável, muito ainda terá que mudar numa Lei recente sobre as apostas online em Portugal.

Fonte: JN

2 Comentários para “13 mil apostadores já pediram para não jogar mais”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.