2 milhões de euros em apostas no PLACARD

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / 2 milhões de euros em apostas no PLACARD

Bem parece que o artigo das raspadinhas não foi à toa, e esta semana saí mais uma notícia onde a SCML mais uma vez deixa a desejar, mas as autoridades já estão a par de tudo. Parece e o que circula nos jornais que um café fechado, sim fechado, registou apostas no placard a ronda milhões de euros.

Insólito – 2 milhões de euros em apostas no PLACARD num café fechado

Segundo o que consegui apurar, o café era de um casal que queria e muito vender, e parece que alguém se interessou pelo negócio e prontamente quis ficar com aquele café algures em Odivelas.

2 milhões de euros em apostas no PLACARD

O estabelecimento em causa é o Café Casal, na localidade de Casal Silveira, que é um mediador dos Jogos da Santa Casa da Misericórdia, que já se queixou às autoridades.

Os antigos donos como já referi tinham idades entre os 79 e 81 anos, sendo proprietários deste café Há mais de 30 anos. Os donos pensaram no ano passado vender o estabelecimento, chamadas venda por quotas, da sociedade, e não foi preciso esperar muito tempo para que alguém se mostrasse interessado daquele café.

Seis meses após estar à venda, apareceu um comprador, três homens deslocaram aquele café em Odivelas e que queriam ficar com o café e que pagavam logo no acto da escritura.

O proprietário, com tamanha oportunidade, provavelmente nem pensou duas vezes, após aquela oferta irrecusável e decidiu vender o seu negócio, pois pensou que estava mais do que na altura.

O que foi estranho logo à partida é que no acto da escritura o antigo proprietário do café de Odivelas, achou estranho que quem assinou a escritura não era a mesma pessoa que assumiu a gerência da empresa que neste momento explora o estabelecimento.

Segundo consta o antigo dono do café esteve ainda três dias depois no café, após a escritura ter sido lavrada a 9 de Fevereiro, com a companhia de homens, a fechar as contas e a explicar o funcionamento dos códigos necessários para fazer as apostas.

O antigo dono achou estranho também que os indivíduos sabiam muito bem mexer no sistema, e que até um deles fez um pedido de 2400 euros em raspadinhas

O antigo dono disse também que essas mesmas raspadinhas não foram entregues porque no acto da entrega, pelos correios, não se encontrava ninguém no estabelecimento para as receber.

Raspadinhas

O antigo proprietário referiu ainda que por norma entregava a Santa casa pouco mais de 2 mil euros em jogos, explicou ainda que para se poder fazer apostas de um valor tão grande e em tão pouco tempo, era necessário usar os códigos e vários números de contribuintes.

Caros apostadores, se não sabem ficam a saber, no PLACARD cada apostador, diríamos mais, cada NIF (número de contribuinte) apenas pode apostar cerca de cinco mil euros por dia. E ainda os agentes tem que entregar o que recebem dos jogos na semana a seguir ao registo dos mesmos.

Quer isto dizer que a Santa Casa devia ter recebido 2 milhões de euros no 18 de Fevereiro. Quem está de volta do caso, uma fonte diz o JN, revelou que houve prémios e até já foram levantados.

Segundo consta parece que desde do dia 10 de Fevereiro o café esteve encerrado até pelo menos Quinta-feira. O novo dono de Anadia, e pelos vistos pseudo responsável por 2 milhões de euros, não há qualquer informação.

Pelos vistos nem a morada que forneceu está correta, faltando, segundo avança o JN o código postal correto.

No último artigo que aqui escrevi onde relatei os verdadeiros problemas, mas com as raspadinhas, chamei atenção que a proteção a este jogo não era das melhores.

Hoje é o PLACARD, onde é vítima de esquemas para prejudicar quem ajuda, pelos vistos. Segundo consta a Santa Casa já apresentou queixa as autoridades, e agora falta saber o que irá fazer, para se proteger de eventuais outros esquemas e parecidos a este que ocorreu este mês neste café em Odivelas.

Obviamente que o jogo físico, carece de uma regulamentação e de um controlo ainda maior, o que a Lei dita, pelos vitos é pouco assim como os mecanismos de defesa da Santa Casa.

Nota-se que o jogo nos agentes da Santa Casa merece mais cuidado, não só no controlo, como também na proteção do próprio agente assim como da própria Santa Casa.

Algo está mal, e o que mais me “revolta” é que uma casa de apostas online padece de tantos requisitos e comprovativos, para nós portugueses podermos lá apostar, que se esquecem de quem têm uma superfícies comercial, um café digamos um agente Santa casa com a porta aberta todos os dias da semana e ao fim de semana.

O Estado precaveu-se e bem nas apostas online, uma Lei que protege bem o apostador, mas a meu ver não protege o jogador que se desloca a um agente oficial Santa Casa.

Esquemas como este, entre outros que vamos aqui e ali conhecendo vão ser cada vez mais usuais e vêm à chamada “praça publica”.

Diria que algo ainda falta por fazer, no controlo, na supervisão, e até na auto-exclusão ao jogo, como escrevi no artigo sobre as raspadinhas, leiam e perceberam!

As raspadinhas, o Placard, Euromilhões, são jogos que induzem o chamado dinheiro fácil, e a meu ver os mecanismos de defesa ao jogador, não existem ou então não são claros.

Hoje neste artigo a Santa Casa sentiu na pele um pouco do que as famílias de alguns portugueses já sentiram, quando um familiar seu derreteu fortunas neste tipo de jogos, sem controlo algum por quem explora o jogo, ou regulador.

A Santa Casa deve ter sido lesada obviamente, que depois disto irá sem dúvida alterar os mecanismos, mas a meu ver, quem sairá prejudicado ser os agentes, que ou muito me engano terão ainda mais trabalho ou códigos ou cuidados a ter na altura das apostas ou nos registos ou no envio do dinheiro à Santa Casa.

Estamos perante mais um noticia e veremos o que que disto vai resultar em prol da defesa do jogador, a meu ver, zero, nada!

Agora irei ver certamente mecanismos de defesa da Santa Casa, isso sem dúvida.

Algo que também me estranha e me deixa a pensar, é que pelos vistos o dono do café muda, e o agente muda automaticamente.

Significa que a Santa Casa nem deverá ter conhecimento desta mudança, e se teve ou foi comunicada, não validou ou voltou a inspeccionar os novos donos.

É certo que me deixa a pensar nisso, pois a rapidez entre a compra e o possível lesar da Santa Casa foi muito rápido, acredito que não houve muito tempo para comunicar ou agilizar a mudança de donos do tal café em Odivelas.

Sem qualquer inspeção, verificar e identificar os verdadeiros donos daquele estabelecimento, deixa mesmo a desejar aos mecanismos de defesa que a Santa Casa pelos vistos tinha.

Algo terá que ser feito, e acredito que ainda falta muito tempo para que se mexa no jogo físico, nos agentes nos jogos Santa Casa

Acredito que primeiro é preciso “acreditar” nos estudos, que pelos vistos, como o da raspadinha não era válido, para que algo se faça.

Terá que acontecer algo de muito grave, ou os valores terão que ser outros, ou alguém importante da sociedade portuguesa fique melindrada com estas questões, para que algo se faça.

Caros apostadores desculpem a minha sinceridade, mas isto não passa à velha moda “Tuga”.

Certamente que o ditado português será posto em prática, “casa assaltada trancas à porta”, e como disse anteriormente, verei certamente mais mecanismos de defesa e não de proteção daqueles que entram nos agentes autorizados Santa Casa.

Depois de também olhar para os valores, dia/mês/semana, deduzo que em “caixa” poderá estar algum dinheiro, e se for um bom agente, acredito em valores que possam fazer pensar o “amigo do alheio”.

Perigoso, acredito que será, pois, os quiosques mais movimentados das cidades, ou agentes mais frequentados, como cafés ou restaurantes, ou papelarias, podem ser alvo de algo mais grave, e isso é que me preocupa.

Será que não está na altura de rever a Lei do jogo?

Penso que sim, seja ele no físico, como no online, apesar de vermos estas notícias e como as das raspadinhas, como no online, a Lei devia mudar.

No físico já aqui chamamos atenção de alguns pontos que fomos referindo, sendo para mim o principal da auto-exclusão ou de controlo ao jogador.

No online, bem entram novos players no mercado, digo, casas de apostas novas, mas passado uns dias/meses fica tudo igual e depois dá-me vontade de reavivar aquele artigo sobre a concertação das odds.

Tudo muito bom no início, odds gordas, layouts mais dinâmicos e bonitos e no fim a mesma odd de sempre, e aqui ali a odd mais altas salta de uma casa para outra quase que nos obrigando a ter uma mini banca de apostas em todas elas, espertos, diria até, todos ganham!

Como uma mini banca, menos poder de “magoar” o bookie português, e claro mais controlo no volume de cada mercado/aposta.

Mudar ideias, ou maneira como pagar ou taxar as casas seria para já o primeiro caminho a mudar e claro olhar também para o mercado de apostas físico.

Por hoje é tudo, aproveitei uma notícia escaldante no mundo das apostas em Portugal e demos o mote para novas mudanças, ou com simples indignação do “eu” – simples apostador português, indignado! Boas apostas e boa sorte!


Outros links Apostaganha onde podes obter mais informações:

Receba Tips exclusivas e gratuitas no canal dos tipsters Profissionais Apostaganha: PROFISSIONAIS

Entra no nosso canal do telegram se queres Receber todos os Prognósticos, Destaques, Tutoriais, Promos e muito mais., assina o nosso CANAL .

Se queres conversar connosco também no Telegram através de CHAT Clica aqui….Assiste a todos os nossos podcast e dicas de apostas no nosso canal de youtube. Se gostas de outras redes sociais segue-nos no Instagram e Twitter.

4 Comentários para “2 milhões de euros em apostas no PLACARD”

  • Avatar
    Antonio Ferreira comentou:

    Essa notícia é totalmente falsa ou mal contada. Cada apostador só pode apostar 5000 EUR por dia. Imaginem os números de contribuinte que seriam necessários para fazer tal número de apostas. Por outro lado, o sistema da santa casa teria dado o alarme então podiam fazer mais apostas. Também a santa casa sabe bem para quem transfere o dinheiro, portanto, tudo seria detetados com tempo. Convém lembrar que na semana passada foi revelado um estudo onde diz que os portugueses estão viciados na raspadinha. Portanto, alguém quer lavar a cara da santa casa….

  • Avatar
    Paulo comentou:

    Este negócio só podia ser feito com comunicação prévia ao inspector da zona ,depois sim o DJSML envia documento a autorizar o passe e de seguida há uma avaliação que pode por conseguinte ser autorizada ou não. À aqui qualquer coisa que não funcionou ,e a meu ver o que conta é que numa cedência de cotas ,quem compra ,compra passivo e activo ,no meu entender jamais se pode atribuir responsabilidade ao antigo dono ,e sim existe aqui uma lacuna na forma como se passam casas de apostas na figura de Sociedade por cotas.

    • Avatar
      sdfsdfsdf comentou:

      e possível ter acontecido, visto que eles podiam usar um número infinito de NIf. que deu muito trabalho deu, mas que ficaram ricos lá isso ficaram XD
      não pode ser sempre o pobre a perder dinheiro xdd

  • Avatar
    Joaquim Brandão comentou:

    Do que sei das regras da santa casa que já tive num café essa venda de estabelecimento foi mal feita.não pode passar para novos donos sem autorizaçao.esperemos que os antigos donos nao venham a ter grandes problemas.foi feito tudo muito bem pensado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS
3,8 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.