Prognósticos para Apostas Desportivas Online - Aposta Ganha

A importância dos Handicaps Positivos nas apostas desportivas

handicaps importancia

Antes de mais neste artigo, voltamos aos temas técnicos dirigidos desta vez a quem tenha um grau ligeiro de avanço nas apostas desportivas e desta vez falamos de handicaps.

Para quem não se sente à vontade a lidar com Handicaps pode procurar artigos anteriores no Apostaganha para depois voltar a este artigo.

Obviamente que não quero com este artigo mudar a vossa maneira de apostar. Nem que alterem o vosso método só por aquilo que escrevo neste artigo.

A questão técnica passa sempre pelo uso e a “exploração” deste mercado de maneira esporádica. Mas sempre com o objectivo de procurar o valor no Underdog.

Isto é a minha opinião e a minha experiência. Não me considero “dono” da verdade e apenas partilho a maneira como faço e da experiência que tenho.

Mais uma vez vou dividir por tópicos o que me move neste mercado em específico para perceberem como “trabalho” os handicaps positivos.

Dog demasiadamente desvalorizado

Não vou referir aqui o factor casa/fora. Apenas vou referir quando o Dog está demasiado baixo para aquilo que consideremos “justo”.

Por vezes as entradas no mercado fazem “comer” as odds e isso retira o “real” valor do ML por exemplo.

Ser favorito, mas demasiadamente favorito por causa da “causa natural” do ir no favorito, obriga-me sempre procurar valor no Underdog.

Digamos, se o Dog aqui cai muito a nível e odds, o Underdog tem tendência a pular linhas e a engordar em forma de odd.

Obviamente o preço também não fica justo para o Underdog, e isso em certos jogos faz-me extrair valor neste mercado.

Obviamente que temos que ter consciência que estamos a apostar no menos favorito. E que podemos estar a dizer que ele não perca por muitos golos de diferença.

Obriga-nos a ter nervos de aço numa aposta desta natureza.

Procurar ou dar mais mérito à equipa menos favorita pode ser uma boa estratégia, quando o mercado desajusta em demasia a odd do favorito.

Obviamente requer estudo de ambas equipas e sobretudo saber o que o Underdog pode extrair no mínimo desse jogo em específico.

Underdog não é Underdog

As casas muitas das vezes ajustam-se e chegam ao cúmulo de dar o Underdog a quem não devem. Isto muita das vezes obriga-me a procurar valor nisso, procurar por exemplo o AH +0.5.

As equipas por vezes conseguem “sacar” empates. E eu como não sou de “empates” prefiro explorar o handicap AH +0.5 e extrair valor nisso.

As equipas por vezes não estão assim tão mal para serem consideradas de maneira a que o mercado diga que vai perder o jogo.

O ganha ou empata, ou o DNB (Draw no bet) são mercados já muito utilizados pelos apostadores. E este assemelha-se um pouco a isso. Por norma tem odds “justas” e conseguimos extrair valor neste mercado.

Estes são os dois principais motivos em que uso os handicaps e que procuro valor, diria que o AH +0.5 e o AH +1 ou AH +2 são mesmo os que mais utilizo, diria até e arrisco-me a dizer que utilizo mais do que os AH -1 e por aí adiante.

Para que isto “resulte” o estudo do Underdog é deveras fundamental, saber o que é capaz de fazer, saber se cumpre os tais requisitos mínimos, é importante para optarmos por estes handicaps.

Por vezes nos mercados “esmagados” por nós e pelos bookies, podemos tirar “sumo” dos handicaps positivos. Basta estar atento e verificar do que é capaz de fazer o underdog nesse jogo.

Conselho

Comecem por observar estes handicaps em pré live, experimentem pensar mais na equipa menos favorita que na favorita. Testem os vossos nervos e habituem-se a “estar” a perder e ao mesmo tempo a ganhar a vossa aposta.

Façam algum “papper betting”, como teste antes de começarem a experimentar a sério. Isto obedece também a uma mudança de mentalidade e de procura de valor nos jogos e nos mercados.

Ajustem-se, façam as vossas próprias analises e perguntem-se a vós mesmos se a casa colocou bem aquele valor ali no Underdog, neste caso em específico.

Mas sem dúvida que é mais uma “hipótese” mais que válida para explorar valor e retirar “sumo” as casas de apostas que por vezes deixam-se ir pelo mercado.

Façam com muito método, comecem por ir devagar. E preparem-se para olhar para o outro lado.

Obviamente que os resultados não serão imediatos, sobretudo para os apostadores que não fazem de todo estes mercados. Mas com tempo podem ser mais exímios nas vossas escolhas.

E mais um reparo se tiverem dúvidas, não façam este mercado e se começarem a não ter muito sucesso, passem em frente.

Bom, espero que eu tenha sido claro, e que consigam pelo menos perceber o “contexto” deste artigo. E que vos tenha dado uma “imagem” clara de como podemos extrair valor nos handicaps positivos.

Boas apostas e até ao próximo artigo.

Um Comentário

  1. Pedro Rodriguss

    26 de Agosto de 2018 at 2:53

    Gosto dessa estrategia para encontrar odds. Funciona em muitos casos pois o super favorito nao goleia sempre. Por exemplo Liverpool vs burnley. O liver o mercado devera rodar de 1.10 a 1.25 mas a suprioridade nao e assim tao absoluta tem haver cm o volume de mercado e opiniao publica. Pois estamos a falar de Premier league. Conhecendo a capacidade defensive do burnley podia se arriscar Burnley +3 se a odd a rondar 1.40 e se o liver teve um jogo a meio da semana ou se vai preparar um jogo para a CL. O exemplo e abstrato pois as casas sabem do Burnley. O exemplo e para novas analises. Boa sorte a todos

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *