Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

A sorte nas apostas desportivas o veredicto final

Bem-vindos de volta, depois das merecidas férias, voltamos a nossa série habitual de artigos que vos dedico inteiramente.

Mesmo em fase de descanso, nunca se está longe do que se gosta de fazer, e durante esse tempo verifiquei vários relatos sobre a “sorte”, sim a sorte nas apostas desportivas.

Pensei que este poderia mesmo ser o tema do próximo artigo, para que se desmistifique um pouco a questão/fator sorte.

Engraçado, escrevi “fator” antes da palavra sorte, pois tem razão de ser e vamos já passar ao assunto em concreto.

Mais uma vez tentarei de uma maneira bem simples desmitificar este conceito e no fim deste artigo com um estilo de justiça/juiz, dar o veredito final sobre a sorte nas apostas desportivas.

Enganem-se quem pense que a sorte não faz parte de tudo, muitos dizem, a sorte não se tem, conquista-se, são vários os slogans que tentam minimizar o fator sorte.

No meu entender a sorte, é algo que não consigo explicar, mas é um bom termo para usar quando conseguimos por exemplo algo que tanto desejávamos, quando fazemos aquela proeza que ninguém acreditava, e até quando conseguimos aquele emprego que todos invejavam ter um dia.

Aqueles vídeos que vemos por aí nas redes sociais, onde pessoas por exemplo escapam quase por milagre a um fim até fatal das suas vidas.

A sorte é mesmo uma palavra engraçada para explicar um determinado acontecimento que não tem explicação e por vezes numa situação mais aguda, dizemos que foi um milagre.

Nas apostas desportivas o fator sorte está muitas vezes na boca dos apostadores, sim é um facto, e volto a repetir é um fator a considerar sempre por nós apostadores.

Obviamente que um apostador faz o seu trabalho de casa, passa horas a estudar um jogo em que vai colocar a sua aposta.

Agora temos algo que não conseguimos explicar nem prever, é aquele penalty falhado da equipa B, que nos dava a aposta do Ambas marcam, aquele remate isolado que vai ao poste e não entra por 3 vezes e aquela equipa não ganha o jogo e nos fomos no Money Line dessa equipa.

Isto meus caros apostadores, é “falta de sorte – azar”!

Podemos estudar ao máximo o jogo, mas a falta se sorte do avançado, ou o azar do guarda-redes pode influenciar o nosso azar ou a nossa sorte nessa aposta nesse evento.

Acabem com as desculpas, de que, a culpa foi do A ou do B, não se compatibilizem pelo insucesso da vossa aposta, o problema não está aí, o problema está na sorte, ou na falta dela.

A palavra sorte e azar parece um espelho que ambas se refletem uma na outra, mas estão sempre associadas, e uma não passa sem a outra.

Nas apostas desportivas, a sorte e o azar vivem connosco, com os jogadores, com o treinador com todos aqueles que de uma maneira ou de outra possam influenciar a nossa aposta.

Agora, a nossa aposta é a que define a nossa sorte ou azar que vai acontecer no jogo, se estamos do lado bom ou mau daquele particular acontecimento.

Engraçado, quantas vezes vocês já ouviram “Jogos de fortuna ou azar”….. a pensar

Sim uma bola ao poste, aquele golo que não aconteceu porque aquele jogador falhou um penalty pode ser sorte para nós ou azar para outros, depende de que lado estamos da aposta.

Por isso com este texto penso já ter conseguido desmitificar a sorte e o azar, dois aliados que nos abraçam em cada aposta que fazemos.

Agora cabe mesmo a nós estar no lado certo da aposta para que aquela sorte ou azar possa ser-nos favorável.

No nosso estudo é muito complicado, o máximo que se consegue prever nestes dois fatores (sorte/azar) é saber se a equipa A ou B tem tendência para ser mais ou menos feliz em várias situações de jogo.

Acredito que tudo pode ser medido, com os corretos ponderadores, pois quem segue uma liga durante uma época inteira, ás vezes ouvimos, esta equipa teve a estrelinha de campeão.
Este significado, estrelinha, é isso mesmo, a equipa A teve mais “sorte” que azar em certos jogos, e eu acredito que isso possa ser medido por nós.

Olhando agora, para o lado do azar, acredito que uma equipa que não esteja bem a nível de resultados, problemas de direção/clube, problemas com treinador, a sua tendência natural é que esta tenha menos apetência para a sorte.

Mas atenção, mas, mesmo em situações adversas pode entrar o fator sorte.

Parece que falamos de algo que não existe, mas que afinal existe mesmo, e está aí mesmo ao virar da esquina, e que nos acompanha em cada aposta que fazemos.
Volto a dizer podemos “medir” estes dois fatores, mas nada nos diz.

Para mim o fator sorte e azar de uma determinada equipa, passa apenas como fator ponderador.

Saber se amanhã vou ter sorte ou azar não se consegue prever, apenas há uma maneira de saber é “tentar”!

Assim vou ditar o meu veredicto final, a sorte existe, o azar também nas nossas apostas desportivas como em cima tentei explicar-vos.

É algo que também nos acompanha no nosso dia-a-dia, mas está sempre dependente obviamente, de que lado estamos da nossa escolha do A ou do B ou no Over ou no Under por exemplo.

Amigos e caros apostadores, considerem estas diretrizes, e na minha opinião, não centralizem as vossas frustrações na sorte ou no azar.

Porquê?

Porque se monitorizarem a sorte e o azar nas vossas apostas, poderão ter um resultado surpreendente, ou está equilibrado, ou então não digam que vocês são azarados, vocês estão é a fazer algo de errado na vossa analise e é aí que têm que se focar ou mudar.

Não se desculpem, ao dizer, estou farto de ter azar, isso já não é azar, é algo que está errado, mas diria agora também, ninguém diz que está farto de ter sorte…

Mas o azar “pesa” mais pois vai sempre contra ao que queremos no final.

Mas dizemos também algumas vezes, neste tive sorte. Por isso amigos, diríamos que o “universo da sorte e azar” quase que se equilibram.

Por hoje é tudo, espero que a sorte vos acompanhe mais vezes, ou melhor, que se coloquem no sítio certo da aposta.

Um abraço, e boas apostas!

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *