Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

A triste história das apostas durante a pandemia

Dizem que são os períodos de crise que separam os homens dos meninos, ou o joio do trigo. Seja qual for a mensagem de auto ajuda escolhida não podemos negar que este tipo de cenário sempre coloca nossas convicções em xeque. Temos a fortaleza necessária para sobreviver a tempestade com nosso barco intacto, mais uma metáfora, ou colocamos tudo a perder na primeira dificuldade?

A TRISTE HISTÓRIA DAS APOSTAS DURANTE A PANDEMIA

Nas apostas esportivas não é diferente. Este tema já foi abordado num artigo do Ricardo Matos ao afirmar que este é o pior ano da história das apostas nesta era moderna da predominância nas apostas online. Estamos experimento um verdadeiro blackout de eventos esportivos consequentemente nos mercados mais ou menos populares das apostas esportivas.

A triste história das apostas durante a pandemia

Se hoje algumas Ligas ameaçam voltar há um ou dois meses havia sobrado muito pouco para se apostar. E o pior, o que permaneceu nunca havia sido alvo da atenção da maioria dos apostadores. Seria natural que os apostadores colocassem a viola no saco e usassem este tempo para refletir certo? Errado. Começamos ver uma corrida geral para tornar estas modalidades/ligas criveis para os todos.

Como se fosse legitimo pensar nestas bizarrices que sobraram como objetos sério de que aborda as apostas desportivas com mais metodologia.

Ou seja, muita gente que antes defendia método, estudo, especialização, organização, agora subitamente passou a defender apostas em esports, nicaragua, bielorrusia, Fifa, Fortnite, etc.. mesmo que a maioria dos apostas não faça idéia de como estes mercados operam. Isto faz sentido? O que estaria por trás deste súbito interesse?

O DISCURSO PROFISSIONAL CRESCEU NOS ÚLTIMOS ANOS

Sempre fique desconfiado quando uma abordagem se torna predominante em qualquer universo. Principalmente quanto aqueles que professam estes valores também faturam comisso.

Como separar o interesse de difusão de um conhecimento do interesse meramente econômico? Este foi o caso do tal profissionalismo tanto nas apostas quanto no trading.

Financiados pelas principais empresas do segmento começaram a aparecer as super-estrelas especialistas em quase tudo nas apostas. Particularmente não vejo problemas nisso. Muitos novatos precisam deste tipo de orientação e um guia no complexo mundo das apostas.

E convenhamos que apesar de lugares comuns a maioria destas estrelas professavam conceitos importantes como tentar ter algum controle emocional, gestão de banca, estudo dos seus mercados, especialização.

Em suma, mesmo com objetivos questionáveis acabava sendo positivo que estas pessoas populares passassem pra frente um conhecimento importante pra os apostadores. Mas vale frisar este conhecimento, esta visão profissional trazia um conjunto de obrigações necessárias para adentrar o mundo das apostas. Mas logo percebemos que esta preocupação técnica não ia durar muito.

Qual foi a surpresa (minha não) quando no começo da quarentena tudo foi jogado no lixo. Não era mais necessários anos de estudo, especialização, milhares de apostas teste, desenvolvimento de metodologia, nada. A partir daqui iriamos mergulhar nas ligas e esportes mais obscuros e questionáveis somente para fingir que nada estava acontecendo no mundo das apostas para os cursos continuarem sendo pagos e os pacotes de tips continuarem sendo vendidos.

O AMOR A BIELORRÚSSIA E NICARÁGUA

Eu vou ficar na superfície por aqui ok? Alguém conhecia as equipes da Bielorrússia e Nicarágua, os jogadores, o estilo dos jogadores, os jogadores chave de cada equipe, os técnicos, as abordagens que os técnicos adotavam, o matchup entre as equipes? Não né.

Não sejamos hipócritas. Ninguém ou quase ninguém tinha parado para assistir um jogo destas Ligas em sua vida de fã de esportes e nem mesmo de apostador. O esquema era Bate Borisov e rezar!

bielorussiaAlguns poderão argumentar que são ou conhecem especialistas em Bielorrussia e Nicaragua, o que eu acho altamente improvável.

Mas mesmo que fossem duvido que no seu registo de apostas haja volume suficiente para que os resultados obtidos nestas ligas sejam estatisticamente significativos.

Todos sabemos que para ter certeza que somos lucrativos em qualquer mercado é necessário um método e milhares de apostas realizadas para que tenhamos certeza que não estamos dentro de uma variância normal.

Será que algum destes entusiastas da Bielorrússia ou congêneres possui isso? Milhares de apostas devidamente registradas em monitores públicos comprovando seus resultados? Ou somente é uma aventura em razão da quarentena.

ESPORTS, O FUTURO DAS APOSTAS DESPORTIVAS?

Aqui o problema se torna um pouco mais complexo. Sem absolutamente nada para apostar a turma começou a atirar para tudo quanto é lado.

Sobrou o que? Um tipo de modalidade que alguns chamam de esporte ou não que é praticado através de meios digitais: os esports. Sim aquele counter strike que você jogava na adolescência agora se arroga um esporte e considera os seus jogadores atletas.

Não vou entrar nesta discussão. Vou discutir sim o fato deste tipo de modalidade ter sido escanteada a vida inteira, em condições normais, e de repente ter virado a panaceia do mundo das apostas.

Isso pode acontecer daqui há algumas décadas, mas no momento o esports em que pese movimentar muito dinheiro por envolver jogos eletrônicos populares ainda está longe de ser um objeto sério dos apostadores. Simplesmente porque os fundamentos dele são poucos claro e explorados por todos.

As apostas em futebol, tênis, basquete, NFL, etc, são resultados de anos de testes, experimentação, metodologia, os esports ainda são um bebê neste quesito. Além disso, os relatos de manipulação, doping e outros problemas são recorrentes até pela natureza obscura da prática deste tipo de atividade.

Novamente poderão argumentar: Ah Rodrigo mas tal pessoa entende de esports. Entender de uma modalidade é uma coisa totalmente diferente de extrair valor das odds que as casas de apostas oferecem desta modalidade. Inclusive já discutimos o quão ridículos são alguns comentaristas de futebol são neste aspecto.

De uma hora pra outra tivemos uma explosão de jogadores, expectadores que já se consideravam capazes de apostar em esports por apenas acompanhar esports, e o pior indicar( e algumas vezes cobrar) por essas apostas. Será que alguém se perguntou quais os resultados e a amostragem desta gente? Será que os esports realmente serão o futuro para quem apostava em Premier League por exemplo? Ou no Brasileirão?

Claro que não. Apenas mais uma forçação de barra para manter a máquina girando. Estão mergulhando de uma plataforma de 15 metros numa piscina de 1 metro de profundidade sem saber as condições disso. Ou alguém acredita que apostar em FIFA soccer pode ser algo sério neste momento?

BUNDESLIGA E O SALTO NO ESCURO

Mas a surpresa maior ainda estava por vir. Como sabemos os principais campeonatos do mundo estavam todos parados. A Bundesliga, até pelo ótimo controle que a Alemanha fez da pandemia, foi a primeira a criar protocolos e projetar o retorno da competição.

bundesliga

Quando este artigo sair ao ar provavelmente a primeira rodada pós covid já terá acontecido.

Muitos tipsters estarão celebrando greens nas principais redes sociais mostrando como eles são bons. Mas alguém consegue perceber a enorme irresponsabilidade foi endossar apostas neste retorno?

Jogadores parados há meses, medo de pegar covid, 5 substituições, estádios sem torcida…mas quem se importa com estes pontos?

Vamos carregar como se não houvesse amanhã sem ter a mínima noção do que vai acontecer e que tipo de futebol irá emergir neste novo momento. Vamos ser dominados pela incerteza e fazer exatamente o contrário do que sempre apregoamos.

APOSTADORES OU JOGADORES DE CASINO?

Concluindo…não vejo problema em você botar sua moedinha em qualquer uma destas coisas que mencionei acima. O problema é tentar encaixar estas coisas num discurso de profissionalismo e sobrevivência nas apostas só pra manter a roda girando e continuar faturando com os produtos online.

A minha critica reside ai. Não podemos abordar as apostas de modo profissional e como meio de vida e na primeira chance empurrar todo mundo para a escuridão e dar um salto no escuro.

O desespero é tão grande por passar 2 meses sem poder vender um curso ou pacote de picks a ponto de tentar empurrar esports ou nicaragua, bielorrussia como o futuro das apostas desportivas?

Modalidades que a maioria das pessoas não tem a mínima noção de fundamentos. Ou então trazendo pessoas que conhecem a modalidade mas não tem a mínima noção da conversão deste conhecimento para as apostas desportivas? Vale tudo inclusive levar todos que são influenciáveis para um caminho perigoso?

Não sou o Nicolas Maduro ou um comunista empedernido, acho que todos tem direito de ganhar dinheiro honestamente. Mas e o compromisso com as pessoas? O compromisso com o universo das apostas? O

compromisso com conceitos e técnicas que antes eram professadas? Abandonamos tudo na primeira dificuldade e nos entregamos a um oportunismo sem limite que nos iguala a um apostador de slot machines em Vegas?

Quando tomamos este tipo de atitude nos igualamos ao apostador recreativo que coloca dinheiro a jogo somente pela ânsia do risco sem calculo. Novamente, eles não estão errados, é uma escolha. Mas quem se diz profissional não pode ter o mesmo tipo de comportamento.

 

Gostastes do nosso conteúdo? então regista-te no nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manteres bem informado.

Um sitio perfeito para receberes tudo do AG é o canal no Telegram. Também no chat podes conversar com mais de 2.500 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se estas a procura dos Pros acede também os Tipster Profissionais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *