Já está! Um ano depois de Jorge Jesus com o Flamengo, outro treinador português conseguiu levar um “colosso” brasileiro à final da maior prova de clubes da CONMEBOL. O Palmeiras, de Abel Ferreira, confirmou, na última madrugada, o apuramento para a grande decisão da Taça dos Libertadores, fruto de uma vitória agregada de 3-2 nas meias-finais diante dos argentinos do River Plate.

MASSACRE ARGENTINO NÃO CHEGOU PARA IMPEDIR NOVA FINAL “PORTUGUESA” NA LIBERTADORES

É a isto que se chama cair de pé. O River Plate fez tudo o que podia e mais alguma coisa para tentar reverter a desvantagem de 0-3 trazida da primeira-mão, no Monumental de Núñez, mas não foi capaz de conseguir mais do que uma vitória por 2-0, no Allianz Parque, na segunda-mão das meias-finais da Taça dos Libertadores, prova onde foi derrotado na final da última edição perante o Flamengo, de Jorge Jesus.

Desta feita, é Abel Ferreira a conseguir levar outra equipa brasileira à final da mítica prova, num triunfo do sofrimento, da capacidade de sacrifício, mas que também contou, como é natural nestas ocasiões, com uma fatia considerável de fortuna.

É que, após uma primeira parte completamente dominada pelo River Plate (apesar de um ou duas boas oportunidades que, com melhor definição, poderiam ter dado golo para os brasileiros) e de sair para o intervalo a perder por 0-2, um golo bastaria para os argentinos levarem a decisão para as grandes penalidades.

No entanto, uma segunda parte cheia de incidências e com muita intervenção do VAR acabou sem mais golos (o mercado de menos de 2,5 golos cotava a 1.83 na Betano).

A história dos segundos 45 minutos começa a ser contada pelo golo anulado, por fora-de-jogo de Santos Borré (marcador do segundo golo), ao River, logo aos 52 minutos.

Depois de vários avisos de que o 3-0 poderia estar mesmo a caminho, o River teve de lidar com uma enorme contrariedade, com a amostragem do segundo cartão amarelo a Robert Rojas (marcador do primeiro golo) e consequente expulsão.

No entanto, mesmo aí a equipa argentina conseguiu demonstrar uma atitude e crença fantásticas e continuou a encostar o Palmeiras às cordas, tamanho o volume de jogo ofensivo e capacidade de ganhar as segundas bolas por parte dos argentinos.

Isto perante uma inoperância gritante dos brasileiros, que pouco ou nunca conseguiram sair em contra-ataque (apenas uma situação de três para um, que acabou por não dar, sequer, oportunidade de golo).

Depois de uma grande penalidade assinalada por falta sobre Matias Suárez e revertida após intervenção do VAR, o River teve nova situação para “penalty” já em cima do fim do tempo de descontos, mas, uma vez mais, um fora-de-jogo no início da jogada invalidou a hipótese de o árbitro Esteban Ostojich apontar para a marcar dos 11 metros.

MASSACRE ARGENTINO NÃO CHEGOU PARA IMPEDIR NOVA FINAL “PORTUGUESA” NA LIBERTADORES

21 ANOS DEPOIS, PALMEIRAS CHEGA À 5.ª FINAL DA “LIBERTA” PELA MÃO DE ABEL FERREIRA

Que início incrível de carreira para Abel Ferreira no futebol brasileiro. Depois de Jorge Jesus ter levado os adeptos do Flamengo aos píncaros, é a vez do técnico de apenas 42 anos de idade brilhar em alta escala por terras de Vera Cruz.

Apesar de estar longe de ter a “imprensa” e o impacto associado que Jesus teve em Portugal, Abel conseguiu conferir outra atitude competitiva a um Palmeiras que, apesar da enorme qualidade de que já disponha nas suas fileiras, andava pelas ruas da amargura com Vanderlei Luxemburgo.

A equipa paulista está, assim, na final da Taça dos Libertadores pela quinta vez na sua história, à procura do seu segundo título na prova da CONMEBOL.

A última final do Palmeiras remonta ao ano de 2000, onde perdeu para os argentinos do Boca Juniors, nas grandes penalidades. O único e último título na competição foi precisamente um ano antes, após triunfo nos “penaltys” perante os colombianos do Deportivo Cali.

“VERDÃO” AGUARDA SANTOS OU BOCA NA FINAL

A grande final já tem data e local, confirmados de modo oficial pela CONMEBOL. O Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, que serve de casa ao Flamengo e ao Fluminense, será o palco da decisão da Taça dos Libertadores, que está agendada para o dia 30 deste mês de janeiro.

Já na final, o Palmeiras aguarda por adversário. Este será conhecido esta noite, após o jogo da segunda-mão das meias-finais entre Santos e Boca Juniors, em mais um duelo entre brasileiros e argentinos, após o 0-0 da primeira-mão, no La Bombonera.

Quem olhará com especial atenção para o desfecho é o Benfica, que já terá acordo para contratar Lucas Veríssimo, defesa-central do Santos que só deverá rumar à Luz após o término da participação da equipa paulista na Libertadores.

A uma vitória (2.82) da qualificação, o Santos tentará contrariar o favoritismo do Boca no mercado da qualificação para a final (1.50).

Com aspirações legítimas ainda à conquista do título no Brasileirão, muito por culpa da recente quebra do líder São Paulo, o Palmeiras volta a entrar em campo já na madrugada da próxima sexta-feira para sábado, em horário português.

Nas principais casas de apostas, o “Verdão” tem ligeiro favoritismo (2.20) para bater o Grêmio (3.45).

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Canal de Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.