Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

Este Ajax pode ganhar mesmo a Champions?

Mais do que uma mera “equipa da moda”, a explosão do resultado e esplendor da exibição do Ajax no Real Madrid, traduz a filosofia de uma escola de futebol que mesmo após a desintegração pós-1995

(data da Lei-Bosman e fim das fronteiras comunitárias e jogadores estrangeiros essa condições a utilizar) manteve-se esse mesmo principio de “formação de qualidade” como política desportiva base.

Claro que não voltou a ser campeão Europeu desde essa data (o título de 95 então com os miúdos Seeedorf, Kluivert. Davis e o avô Rijkaard) mas não abdicou nunca dessa convicção de clube.

Este Ajax pode ganhar mesmo a Champions?

Passou por épocas de “vaio europeu” mas agira ressurge com um onze cheio de novas promessas com a “casca de ovo na cabeça” que.

Bem orientados há pouco mais de um ano por Eric ten Hage, conseguiram resgatar o perfume desse futebol holandês criativo, colectivo, jovem, rebelde e ao mesmo tempo com liberdade de expressão individual.

Ajax pode ganhar mesmo a Champions?

Na exibição que o Ajax goleou (1-4) o Real Madrid, viu-se desde a defesa até ao ataque (onde surgiu sem um nº9 clássico, que tanto pode ser o jovem Dolberg, 21 anos, como veterano Huntelaar, 36) em que alinhou três jogadores em mobilidade permanente.

Ajax, Mágicos e objetivos em busca o golo

Nos quais Ziyech, com 25 anos, já parece um “veterano” ao assumir desde uma faixa a visão mais vertical do jogo, enquanto Tadic se solta para surgir ora como falso nº9, ora como um avançado de faixa imprevisível.

Mas ambos com uma notável capacidade de passe e remate. mais fixo, sobre a esquerda, embora jogue também muitas vezes na direita, o brasileiro David Neres, 22 anos, que parece brincar com a bola e os defesas ao mesmo tempo.

Os médios e o “sair a jogar”

Eles foram o trio ofensivo de um 4x3x3 que tem no meio-campo o jogo de visão catedrática de De Jong, 21 anos, espécie de “nº8 livre” que tanto organiza atrás como surge na frente para o último passe”.

Apoiado pela experiência de Schone, transformado nesta fase da carreira, 32 anos, num nº6 equilibrador mas que mais do que físico, sobressai pela técnica a sair e jogar e lançar a transição defesa-ataque.

Nesse aspeto é curioso ver que o jogador mais forte atleticamente, é Van de Beek, 21 anos, que, no entanto, joga mais subido, quer para ativar a pressão alta (e a recuperação da bola em zonas subidas) como para distribuir jogo como um pivot-ofensivo.

Na defesa, com o imprevisível Onana, 22 anos, na baliza (que vai de defesas impossíveis a larga as bolas mais inofensivas) outra promessa, o central De Light, 19 anos, já na seleção, impõe-se pelo físico e pela técnica

Prognóstico para apostas
Ajax para vencer a Liga dos Campeões a 21 na ESC Online.

Embora penso que deve aumentar a sua intensidade/velocidade de jogo, algo compensado com experiência de “visão nas dobras” de Blind, que mantém-se ente o centro e a meia-esquerda da dupla de centrais, para deixar o lateral argentino Taglifico, 26, subir no terreno, muito “levezinho” nessa investidas ofensivas.

Enquanto na direita Mazraoui, 21 anos, tenta equilibrar mais esses momentos de avanço-recuo, para manter a equipa equilibrada quando perde a bola.

Será difícil este Ajax ser campeão europeu  (mesmo na Liga holandesa está em segundo, e o PSV segue disparado para o titulo) mas já conseguiu outro titulo que (embora sem Taça) mais seduz os amantes do bom futebol. resgatou o perfume de 95!

Lyon: O poder de Ndombélé

É um jogador para marcar a próxima geração como um dos melhores médios europeus.

Esta semana podem vê-lo no palco máximo da Champions, jogando pelo Lyon contra o Barcelona.

Nome: Tanguy Ndombélé, 22 anos, um nº8 de grande capacidade física e técnica capaz de sair da pressão desde trás (por isso também pode ser um nº6 mas isso ia limitar a amplitude do seu jogo)

Ndombélé

E conduzir a bola com controlo perfeito, usando técnica e músculo, para chegar á frente e com visão e jogo, fazer ou passe, tabela ou orientar o ataque da equipa.

Começou no Guingamp, cresceu no Amiens mas é no Lyon que todo o seu esplendor deste francês “box-to-box muscular-tecnicista” se soltou em toda a dimensão. Tem uma margem de crescimento e potencial enorme.

Prognóstico para apostas
Barcelona vs Lyon: Ambas Marcam a 1.70 na Betclic.

Já se estreou na principal selecção francesa mas é agora que começa a abrir espaço verdadeiramente para se fixar como uma referencia.

Claramente jogador para palcos maiores e brilhar entre os gigantes dos grandes campeonatos europeus.

Os golos de Raul de Tomás

É dos pontas-de-lança que sem estar em grandes destaques de primeiras mágicas, mais me cativar ver neste momento imaginando o que pode render (e, claro, os golos que ode marcar) num nível superior, numa grande equipa.

Paul de Tomás é um espanhol, de origem dominicana que, com 24 anos, luta com remates e grandes golos (marcou 11 até agora) para salvar o Rayo Vallecano da descida.

raul de tomas

Formado no Real Madrid, com quem ainda tem contrato, nunca teve oportunidade na principal equipa “merengue” (passou pela equipa C, onde começou, Castilla e depois foi emprestado ao Córdoba, Valladolid, onde fez 14 golos, e Rayo, onde na primeira época marcou 24 e nesta leva 11).

Tem força, velocidade de desmarcação, movimentação inteligente em espaços curtos e grande poder de remate, forte e colocado.

Prognóstico para apostas
Villarreal vs Rayo Vallecano: Ambas marcam 1.72 na Bet Pt.

Para níveis superior urgentemente, porque aos 24 anos será difícil o Real apostar nele, mas pode brilhar noutra grande equipa de topo das melhor ligas europeias.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *