Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Prognostico Andreas Beck v Oscar Hernandez – Hamburg

Primeira ronda do torneio ATP 250, Hamburg, onde teremos Andreas Beck, 51º do ranking ATP frente a Óscar Hernandez, 56º.

Óscar Hernandez, jogador de 31 anos que conta com 11 como profissional. A melhor posição que o espanhol conseguiu alcançar foi o 48º posto do ranking em 2007.
À imagem da maioria dos jogadores espanhóis, Hernandez é exímio na terra batida, onde tem um registo de carreira de 299-195.

O inicio de época deste jogador foi algo pobre, começando-se a mostrar em Abril no torneio de Monte Carlo, onde bateu Olivier Rochus (123º), Pablo Andujar (90º) e Julien Benneteau (47º), não conseguindo passar por Novak Djokovic (3º). Seguiu-se o torneio de Barcelona e o espanhol conseguiu uma boa vitória por (6-2) (6-4) frente a Eduardo Schwank (54º), perdendo na segunda ronda para Tomas Berdych (28º) em 3 sets.

No Estoril volta a destacar-se ao bater o jogador nacional Rui Machado (124º) e David Ferrer (14º), mas surpreendente não conseguiu ultrapassar o chileno Paul Capdeville (91º), ainda que tenha sido uma partida a 3 sets.

Hernandez continuou a bater alguns nomes importantes do circuito, e no mês passado chegou ao seu momento algo de 2009, conquistando o Challenger de Braunschweig, batendo todos os encontros em 2 sets, exceptuando a final perante Teimuraz Gabashvili (75º). Seguiu-se o Challenger de San Benedetto, onde se retira antes de disputar a segunda ronda.

Antes de disputar Hamburg, o espanhol esteve presente no torneio de Stuttgart (250), onde bateu Janko Tipsarevic (79º) em (6-4) (6-4) e perdeu para Alexandre Sidorenko (193º) em (2-6) (6-4) (6-3).

Hernandez é um jogador que tem um bom serviço, sabendo explorar bastante a sua técnica em terra-batida, tendo como melhor pancada a sua forehand.

Andreas Beck, jogador de 23 anos e que conta com 6 como profissional. O alemão encontra-se neste momento na melhor posição da sua carreira. Beck divide-se entre o piso-duro e a terra batida, apresentando resultados semelhantes em ambos os pisos. O seu record de carreira em terra batida está em 86-54, tendo no circuito principal 9 vitórias e 14 derrotas.

Beck é sem duvida dos melhores jogadores de Challengers, tendo algumas participações este ano em tal categoria.

O seu primeiro torneio em terra batida de 2009 foi em Monte Carlo, começando muito forte ao bater Nicolas Kiefer (30º), Gilles Simon (7º) e Juan Mónaco (60º), vindo a perder nos quartos-de-final para Stanislas Wawrinka (16º) em 2 sets. Nos torneios seguintes venceu sempre a primeira ronda e veio a quebrar na segunda.

A sua segunda boa propaganda foi em Halle (250), onde chegou aos quartos-de-final após bater Christophe Rochus (61º) e Lukas Lacko (217º), sendo derrubado nos quartos por Philipp Kohlschreiber (24º). Em Wimbledon perde para Granollers (111º).

Beck participa no Challenger de Braunschweig para se voltar a adaptar à terra batida, onde vence Alberto Mannarino, Dominik Meffert e Alberto Martin, perdendo na semifinal para Teimuraz Gabashvili num estrondoso (6-2) (6-1).

Beck está presente então na Davis Cup sobre terra batida, onde frente a Fernando Verdasco (9º) e Juan Carlos Ferrero (37º), sai derrotado.
Antes de participar deste torneio, o alemão esteve presente no Stuttgart (250), onde perdeu na primeira ronda para Simon Greul (87º), que dispunha de um Wild Card e derrotou Beck em dois tie-breaks.

Estes dois jogadores defrontaram-se em 2004, num Challenger em terra batida (no país de Beck), onde Óscar Hernandez saiu vitorioso num (6-2) (7-6). O seu outro encontro foi já este ano, no torneio de Kitzbuhel, também em terra batida, onde Óscar Hernandez voltou a vencer o alemão, agora em (7-5) (6-4).

Conclusão: Um encontro que poderia e até pode ser muito interessante. Ambos os jogadores são muito fortes neste piso e têm-se preparado nos seus últimos torneios para disputar encontros sobre ele. A minha aposta vai a favor do senhor que venceu ambos os confrontos entre eles, Óscar Hernandez, e nada tem haver com o H2H apesar de este apenas me dar mais confiança.

Andreas Beck como puderam constatar não está presentemente na sua melhor forma, possivelmente estará já a pensar no que pode fazer no US Open e a concentrar as suas forças para o piso duro onde também se dá bem, e daí, derrotas e mais derrotas nestes últimos encontros.

Sem duvida que Beck já tem alma de jogador e possivelmente o veremos num posto mais alto que este 51º, porém… Hernandez tem utilizado sabiamente a sua experiência contra a juventude do alemão e isso se vê nos dois confrontos entre ambos. Hernandez está a fazer uma boa época para a sua idade e para o que se esperava dele no inicio, vem recentemente de uma vitória num Challenger e isto só o deve ter motivado mais por fazer melhor no circuito principal.

É um jogador que normalmente não apela à simpatia dos amantes do ténis contestando muitas vezes a veracidade das decisões dos árbitros, ainda assim, a sua técnica está lá e sem duvida que a experiência ajuda imenso, especialmente contra os ainda instáveis jovens do circuito.

Hernandez venceu Gabashvili na final do seu título, e Beck perdeu recentemente contra ele, um jogador que também tem sido instável mas actualmente está a mostrar um bom nível de ténis e confiança… Eu espero que Hernandez entre em corte para seguir o mais rapidamente para a segunda ronda, estando a fazer uma boa época de 2009, este jogador deve começar a pensar em superar a sua melhor marca de um 48º lugar no ranking e tal ainda parece ser possível…

Hernandez bateu Beck por duas vezes e saberá com certeza como o fez, só tem que o fazer uma terceira vez e ficamos todos felizes.

Share
Prognóstico para Apostas Quota Un. Casa Estado
Oscar Hernandez
2.12
5
Betfair perdida

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *