Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Antevisão da Última Jornada da Liga NOS 2018/2019

Noventa minutos para o “novo Benfica”

Antevisão da Última Jornada da Liga NOS 2018/2019 – Noventa minutos para decidir o titulo. O Benfica de Bruno Lage inventou um novo campeonato a partir do momento em que, parecendo o titulo já perdido, recriou uma equipa e um novo sistema táctico (e sua dinâmica de jogo) dentro do mesmo plantel.

O ultimo jogo, com o Santa Clara, na Luz, pode, assim, não só consagrar mais um titulo de campeão encarnado mas o sucesso de ter conseguido reinventar quase um “segundo campeonato” dentro do mesmo. Poucos casos existem de “chicotadas” com sucesso de campeão na história do nosso futebol.

Conseguindo isso, o Benfica não irá deixar uma fórmula de possível sucesso para o futuro, mas analisando o que fez, nota-se como essa chicotada correspondeu não só a uma mudança de treinador para treinador, mas sim a uma mudança de forma de joga, modelo, sistema e princípios.

Do ritmo denunciado que se apoderara do 4x3x3 de Rui Vitória para em 4x4x2 com …. outros jogadores como protagonistas.Até os indispensáveis Fejsa e Jonas acabam a época naturalmente no banco vendo jogar, sem contestação e a grande nível, Samaris e Seferovic.

Depois, claro, explodiu o talento de João Félix, como sengundo-avançado móvel enquanto Rafa começava a voar sobre a faixa esquerda.

Pizzi passou para uma faixa mas sabendo flectir para o meio e ser o terceiro médio, e até Gabriel começou a executar mais rápido tirando o lugar a Gedson.

Mesmo com a sua lesão a equipa não abanou. Entrou Florentino, soube segurar a posição e subir Samaris para a posição nº8 e a equipa continuou na mesma dinâmica, com Seferovic a marcar muito golos.

Na defesa, Jardel acabou por perder o lugar e emergiu a maior revelação ao mais alto nível em ternos de defesas-centrais: Ferro. Qualidade de corte e de passe, curto ou longo, sentido posicional e técnica de visão de jogo a sair a jogar.

Foi esta a equipa reinventada por Lage que reinventou o campeonato, Faltam 90 minutos para conformar o sucesso dessa nova construção que se traduz numa revolução táctica com inteligência e aproveitamento máximo de muitos jogadores que antes pareciam “sem abrigo”.

Prognóstico para apostas
Benfica vs Santa Clara -Benfica vence e Over 3.5 Golos a 1.75 na Betano.

O Santa Clara não é uma “equipa-figurante”

O Santa Clara, já o escrevi aqui em artigos passados, é das equipas que mais gosto de ver jogar neste campeonato.

Tem um modelo de jogo que, quer o sistema seja 4x3x3 ou 4x4x2 losango, estende-se bem no terreno a querer ter bola, ora atacando organizado com pases curtos, ora atacando esticando mais em profundidade em contra-ataque (o que fez mais quando tinha Fernando Andrade entretanto transferido para o FC Porto).

Gosto de ver Rashid a trabalhar com técnica a bola a meio-campo, os cortes com classe de Fábio Cardozo que depois entrega simples, o jogo de visão e passe o 10 Bruno Lamas, embora por vezes adormecido” no jogo, e agora tem Guilherme Shettine como ponta-de-lança que, vindo em Dezembro, tem sempre a baliza nos olhos, foge bem ás marcações e executa tecnicamente muito bem o remate para o golo.

Um avançado para brilhar na próxima época.

Não será, portanto, uma equipa para surgir conformada como mera figurante na festa encarnada. O seu valor tem uma base que se estendeu ao longo da época para honrar. O ultimo jogo para o titulo do Benfica ser atingido terá de ser arrancado em 90 minutos por entre uma das equipas mais bem trabalhadas deste campeonato.

O Clássico do Dragão

É um clássico que terá essencialmente as atenções divididas com o que se passa na relva do Dragão e na da Luz. O FC Porto precisa de ganhar e esperar um deslize (que seria histórico) do Benfica no último jogo.

Nunca aconteceu nada semelhante no passado, em termos de fracassar o titulo no ultimo jogo, com Benfica ou FC Porto.

herrera porto

Será, acredito, um Sporting mais a pensar no que será o melhor plano para jogar o clássico com o FC Porto na… próxima semana, quando for a Final da Taça de Portugal.

Neste jogo derradeiro do campeonato, Kaizer vai querer sobretudo ter a equipa com atitude competitiva mas não a vai expor a riscos de desgastes excessivos e eventuais lesões ou castigos. Quer, no fundo, acabar com a equipa “completa” para a Final do Jamor.

A forma como o FC Porto irá encarando o jogo também terá muito de relação com o que for acontecendo na Luz. Entrar forte, marcar e colocar pressão á distância.

Será uma ultima jornada para ser vivida pelo onze azul-e-branco com o subconsciente a fugir para como foi possível perder uma vantagem tão grande ao longo do campeonato.

Prognóstico
Porto vs Sporting – Porto AH -1 1.66 na Esc Online

A ilusão do meio tecnológico

Claro que á margem do jogo jogado na relva, por jogadores e pensado por treinadores, este campeonato está cheio de casos e polémicas em que a arbitragem está no centro do debate.

O que mais me intriga (porque erros sempre vi para qualquer lado) é como toda este clima se manter (ou até aumentar) com a entrada dos tais meios tecnológicos (o VAR) que durante tanto tempo nos quiseram vender como o elixir que ia resolver tudo.

Sempre o contestei, era uma ilusão. Aqui está prova. Multiplicou discussões, polémicas e tornou o clima irrespirável para quem só que ver e comentar o jogo. Incontestável.

VAR Portugal