Que a equipa está longe da ribalta no futebol inglês de há vários anos a esta parte já não é, propriamente, uma novidade. Agora, olhar para a forma como o Arsenal terminou a época de 2019/20 – com reflexos palpáveis (dois títulos) de um bom trabalho realizado por Mikel Arteta na sua primeira experiência como treinador principal após deixar Guardiola – e ver o buraco em que os gunners estão mergulhados dá que pensar.

UM INÍCIO DE PROJETO PROMISSOR ATÉ UMA CRISE PREOCUPANTE

Mikel Arteta abandonou a equipa técnica de Pep Guardiola, de quem foi adjunto desde o início de 2016/17, fez anteontem precisamente um ano, para abraçar a primeira aventura como treinador principal no Arsenal, clube que representou entre 2011 e 2016, data em que pendurou as chuteiras ao serviço dos londrinos.

Os primeiros passos não foram fáceis, com o Arsenal a mostrar muita dificuldade para vencer jogos, mas pelo menos as derrotas começaram a surgir apenas aqui e acolá e a equipa dava sinais de crescimento dentro de campo, ao nível do futebol praticado e de uma evolução tática promissora.

Uma subida gradual que levou ao momento mais feliz da curta carreira de Arteta como treinador e um dos momentos mais altos da história recente do Arsenal, com a conquista da última edição da FA Cup, a Taça de Inglaterra, numa final marcada pela lição tática superiormente dada pelos gunners contra o Manchester City… de Pep Guardiola.

A nova época também começou com mais um troféu arrecadado, desta feita frente ao campeão inglês Liverpool, após triunfo na marca das grandes penalidades na decisão da Community Shield, a Supertaça Inglesa.

No entanto, no retrospeto global de 2020/21, exceção feita a uma campanha superior na fase de grupos da Liga Europa (a concorrência não era também muito feroz, diga-se), a temporada do Arsenal tem sido verdadeiramente para esquecer, muito por culpa da medíocre prestação que a equipa está a ter na Premier League, onde ocupa o 15.º lugar da classificação com apenas quatro pontos de vantagem sob o Fulham, o primeiro abaixo da linha de água.

Arsenal de Mikel Arteta na lista negra dos apostadores

CRISE PROFUNDA DO ARSENAL CULMINA COM ELIMINAÇÃO PESADA NA CARABAO CUP

Depois de ter averbado a quinta derrota nos últimos sete jogos referentes à Premier League no passado fim-de-semana, em visita a Goodison Park, casa do Everton, o Arsenal tinha, na última terça-feira, a possibilidade de conseguir apurar-se para as meias-finais da EFL Cup, a Taça da Liga Inglesa, e ganhar algum moral para o próximo ciclo infernal de jogos que aí vem.

Uma ideia bonita e esperançosa… que não passou disso mesmo. Concluídos os 90 minutos, a equipa de Mikel Arteta acabou eliminada e sob a forma de humilhação, ao perder por 1-4 contra o Manchester City, um adversário bem conhecido e o “carrasco” do sucesso no último troféu conquistado pelo Arsenal.

No próximo sábado, no Boxing Day, a turma de Londres volta a entrar em campo e vai protagonizar um dos maiores derbys da capital inglesa, no Emirates Stadium, contra o rival Chelsea.

Na Betano, o regresso do Arsenal às vitórias paga a 3.75, com o favoritismo a pertencer aos blues (1.93).

RESISTIRÁ ARTETA ATÉ AO BENFICA? GUARDIOLA DIZ QUE VALE A PENA

Como se sabe, o sorteio dos 16-avos-de-final da Liga Europa colocou o Benfica no caminho do Arsenal e, por esta altura, existe a firme ideia de que Mikel Arteta poderá ter os dias contados, havendo até a suspeição de que já terá perdido o apoio dos seus jogadores no balneário.

A sua contratação foi realizada com base num cenário de projeto a médio/longo prazo, o que tem justificado a paciência da direção liderada por Vinai Venkatesham apesar da crise de resultados em que a equipa parece estar mergulhada nesta altura.

RESISTIRÁ ARTETA ATÉ AO BENFICA? GUARDIOLA DIZ QUE VALE A PENA

Não obstante a forte contestação que existe no seio da massa adepta do Arsenal, Arteta tem um adepto especial e que até foi um dos maiores responsáveis pela sua recente eliminação na Taça da Liga: Pep Guardiola.

Em declarações prestadas à BBC após a eliminatória da última terça-feira, o treinador do Manchester City foi taxativo:

«Despedir Arteta vai ser um erro. E dos grandes. Por isso tenho a certeza que vão confiar nele. Percebo as análises, os resultados, mas estive muitos anos com ele e tenho noção da qualidade que tem e do ser humano incrível que é. Acho que é só uma questão de tempo até as coisas começarem a correr bem. Neste momento precisa de confiança nele, porque conquistou dois troféus ao Arsenal há pouco tempo».

Na Liga Europa, difícil missão esperará o Benfica, até porque, apesar da crise, o Arsenal é visto pelas casas de apostas como uma das terceiras equipas mais prováveis a vencer a prova da UEFA: 9.50 na Betano, tal como o AC Milan, apenas atrás do s compatriotas do Tottenham (6.50) e do Manchester United (7.60).

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Canal de Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.