Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Barco de LeBron James em LA está a afundar

Desde que atingiu pela primeira vez os playoffs na sua carreira, LeBron James nunca mais falhou o acesso à derradeira fase da NBA, e já lá vão 13 anos, mas esse cenário volta a ser uma possibilidade esta época com a mudança para uma equipa em construção dos Los Angeles Lakers.

LeBron James, Regularidade posta em causa

Lebron James está a realizar a sua 16ª temporada na National Basketball Association e, excetuando as duas primeiras épocas ao serviço dos Cleveland Cavaliers, ele nunca falhou o acesso aos playoffs.

Esta temporada, ao serviço dos Los Angeles Lakers as coisas até começaram relativamente bem com a equipa a vencer mais jogos do que aqueles que perdia, no entanto, uma lesão de King James alterou esse cenário e a equipa está agora com saldo negativo.

LeBron James

Sim, LeBron James já regressou há algumas semanas, mas a equipa parece ter perdido a sua coesão e regularidade que lhe vinha permitindo ser muito competente nas partidas diante de adversários mais acessíveis.

Os Lakers atravessam um período de apenas três vitórias em dez partidas e o seu registo de 28-29 começa a preocupar face ao bom desempenho de equipas que estão a surpreender como os Los Angeles Clippers (32-27) ou os Sacramento Kings (30-27).

Qualquer destas duas equipas é teoricamente inferior aos Lakers com LeBron James, no entanto a verdade é que por vezes é preferível ter equipas no verdadeiro sentido da palavra onde a cada jogo diferentes jogadores possam brilhar, ao invés de uma formação criada à volta de um só jogador que a torna dependente dele mesmo.

Ainda restam cerca de 25 jogos para concluirmos a Fase Regular da NBA e em breve teremos o All-Star Game que dará para reflectir um pouco antes do ataque final, mas neste momento os Lakers não podem propriamente continuar a facilitar pois a sua margem de erro é cada vez mais curta.

Por outro lado, uma eventual 8ª posição na Conferência Oeste não será o local mais saudável para concluir a Fase Regular pois irá colocá-los em rota de colisão com os Golden State Warriors.

Assim, é fácil entender porque razão as cotações dos Lakers para vencerem o Campeonato continuam a subir, estando já nos 28.25 na Bet.pt, uma das grandes casas de apostas de Portugal.

O falhanço da operação Davis

O interesse demonstrado e as várias propostas feitas aos New Orleans Pelicans no sentido de garantir os serviços de Anthony Davis foram um claro sinal de alguma insatisfação por parte dos dirigentes da equipa dos Lakers, que certamente quiseram juntar outra estrela ao seu ‘roster’.

Infelizmente para eles, os Pelicans fizeram-se valer da qualidade de Anthony Davis e não aceitaram propostas que consideraram pouco atractivas, afinal têm nas suas fileiras um dos melhores postes da atualidade e não será fácil substitui-lo pelo que não parecem dispostos a aceitar qualquer negócio.

Este interesse da formação de LA veio reforçar a ideia de que LeBron James não estará propriamente satisfeito com a equipa que tem a seu lado e isso também terá implicações no ambiente dentro e fora do balneário.

Com Lonzo Ball e Rajon Rondo com recorrentes problemas físicos ao longo da temporada, as coisas ficam ainda mais complicadas para LeBron que verá neles uma garantia de qualidade na posse da bola e na criação de jogo nos momentos em que ele precise de descansar um pouco.

Não se poderá considerar um grande falhanço caso os Lakers falhem os playoffs, no entanto, numa altura em que James já não vai para novo ficar de fora das decisões será sempre um retrocesso na sua carreira, até porque ele já não terá muito tempo para construir equipas de raiz como fez em Miami ou Cleveland.

É por isso que as tentativas da equipa em garantir Anthony Davis fizeram sentido, já que uma parceira LeBron-Davis daria certamente outra dimensão à renovada formação dos LA Lakers, mesmo que para isso tivessem que perder alguns dos seus jovens jogadores.

Conferência Oeste tem lugares por preencher

Nada está ainda perdido nesta fase, mas é fundamental arrepiar caminho pois a concorrência é diversificada. Com Golden State, Denver, OKC, Portland, Houston, Utah e San Antonio dando sinais de serem as sete mais fortes equipas a Oeste, resta um lugar por preencher que será aparentemente discutido por várias formações.

Neste momento, esse lugar é ocupado pelos LA Clippers, mas Sacramento Kings, LA Lakers e Minnesota Timberwolves estão próximos e com boas possibilidades de recuperação, portanto é esperada uma interessante luta para se conhecer o último lugar de acesso aos playoffs da Conferência Oeste em 2019.

Na minha opinião, de todas as equipas mencionadas temos os Lakers e os Wolves como formações com maior potencial para o conseguir, no entanto não basta ter potencial, é preciso explorá-lo já que Kings e Clippers parecem estar já a todo o vapor e dificilmente poderão dar mais que isto.

OKC Thunder vão pairando na sombra

Após duas temporadas falhadas na sequência da saída de Kevin Durant e de várias lesões de Russell Westbrook, os Oklahoma City Thunder parecem ter reorganizado o seu jogo e estão agora em grande forma.

Na verdade, a época não começou assim tão bem para a formação de Oklahoma, mas a subida de forma das suas duas estrelas Westbrook e Paul George transportou-os para outra dimensão e nesta fase estão numa série de 9-1 que lhes permitiu instalar-se na terceira posição da Conferência Oeste e muito próximos dos Denver Nuggets na segunda posição.

Avaliando a qualidade das duas equipas, creio que OKC pode perfeitamente ultrapassar o seu rival de Denver e assumir pelo menos a vice-liderança de Oeste, algo que lhes abrirá boas possibilidades de fazer uma boa campanha nos playoffs.

E é com estranheza que verifico que a formação comandada pelo senhor ‘Triple-Doubleestá cotada a 28.25 na Esc Online para vencer o Campeonato da NBA  em 2019, precisamente o mesmo valor que os LA Lakers que têm um registo vitorioso negativo.

thunder

Os Thunder estão com 37-19, mas somam um extraordinário registo de 11-1 nas últimas doze partidas disputadas e começa a tornar-se evidente que, caso não tenham lesões importantes, podem perfeitamente ser uma força emergente a Oeste na presente temporada.

Desse modo, creio que as cotações a que atualmente negoceiam estão desajustadas com o seu momento atual. Com Westbrook e Paul George a todo o vapor esta é uma formação difícil de ser travada pela maioria das equipas da liga pelo que colocá-la na oitava posição na lista de favoritas ao título me parece um pouco injusto.

Os Thunder jogam esta noite frente aos Pelicans e devem justificar o favoritismo (1.50 na Betclic) atribuído pelos mercados com mais uma vitória.

Quando pensamos em Thunder quase sempre vem à memória a oportunidade histórica que a equipa teve pouco tempo depois de se mudar de Seattle para Oklahoma. Com Kevin Durant, Russell Westbrook e James Harden na mesma equipa foi realmente uma pena que o treinador da altura não tenha tido a capacidade de os colocar a jogar a todos em simultâneo.

Obviamente que não seria nada fácil consegui-lo, já que todos eles gostam de ter bola e em cada posse só há uma bola disponível, sendo que todos eles têm perfil para liderar equipas, mas a verdade é que caso tal tivesse sido possível, hoje provavelmente estaríamos a falar de uma equipa com títulos conquistados no seu historial.

Pois bem, a verdade é que só Kevin Durant conseguiu conquistar títulos desse trio, embora tanto Harden como Westbrook estejam a destacar-se como líderes das suas respetivas equipas.

Altitude é trunfo de Denver

Uma das equipas sensação da temporada tem sido Denver que nem sequer figurava entre as candidatas aos lugares de playoff e, neste momento segue na segunda posição de Oeste com o terceiro melhor registo de toda a liga.

jokicAinda assim, há um dado que não podemos ignorar. O fator casa é provavelmente a grande arma dos Nuggets na presente temporada, pois o facto de jogarem em altitude na cidade de Denver, situada entre os 1500 e os 1700 metros de altitude, lhes confere uma vantagem clara.

Os seus jogadores estão já acostumados a jogar nesse tipo de condições que cria algumas dificuldades de respiração enquanto os seus adversários sofrem um pouco mais. Isso permite-lhes apresentar o melhor registo em casa de toda a liga com 25-4 ao passo que fora de casa se ficam pelos 14-14 num registo que é apenas o nono melhor de toda a liga como visitante.

Enquanto forem conseguindo manter a sua força caseira, os Nuggets não vão ficar suscetíveis a grandes derrapagens na fase final da época regular, no entanto a sua dependência do fator casa é mais evidente do que em qualquer outra equipa na liga.

Denver corre por fora na lista de candidatos ao título, a 32.00, e só uma grande conjugação de fatores os poderá colocar perto das decisões na NBA em 2019.