O passado fim-de-semana ficou marcado pelo arranque da edição 2020/21 da Bundesliga alemã, tido como um dos campeonatos em todo o mundo onde mais futebol se joga, muito por culpa da postura ofensiva que a maioria das equipas gosta de assumir. O grande favorito a revalidar o título Bayern entrou a todo o gás e brindou o Schalke 04 com pouco simpáticos 8-0.

RECORDE DE GOLOS NO ARRANQUE E ADEPTOS NAS BANCADAS

Será a tendência over para manter? A 1.ª jornada da nova edição da Bundesliga teve um total de 36 golos marcados nos nove jogos realizados (média exata de 4,0 golos/jogo) entre a passada sexta-feira e domingo. Em toda a história do campeonato alemão, nunca um tiro de partida foi tão profícuo.

O destaque vai mesmo para a “chapa 8” aplicada pelo Bayern Munique na receção ao Schalke, na abertura do campeonato. Os outros principais candidatos à “Champions” também cumpriram sem problemas o seu favoritismo: o Dortmund venceu o M’Gladbach por 3-0, em casa, e o RB Leipzig bateu o Mainz 05, como visitado, por 3-1.

Numa jornada onde seis dos nove jogos tiveram golos de ambas as equipas em campo e sete terminaram com mais de 2,5 golos, não deixa de ser curioso que o único 0-0 tenha ocorrido no fecho da jornada pela primeira vez na história dos confrontos entre Wolfsburg e Bayer Leverkusen (duas equipas de ADN ofensivo).

De resto, destaque ainda para a presença de uma quantia moderada de adeptos nas bancadas de alguns jogos desta 1.ª jornada da
Bundesliga.

RECORDE DE GOLOS NO ARRANQUE E ADEPTOS NAS BANCADAS

A decisão prende-se com o facto de algumas regiões estarem a ser menos ameaçadas do que outras pela pandemia.

Será esta uma boa forma de balancear as coisas? Por um lado, é um motivo de alegria os alemães poderem voltar aos estádios, numa altura em que, por exemplo em Portugal, os jogos continuam a realizar-se à porta fechada.

Por outro, creio que esta é uma situação que desvirtua a justiça da competição entre as equipas, visto que nem todas poderão contar com o apoio dos seus fãs…

QUEM TERÁ ARGUMENTOS PARA REBATER O FAVORITISMO DO BAYERN?

O arranque da última época indiciou o que poderia vir a ser um período de menor fulgor competitivo no gigante Bayern Munique, mas a entrada de Hans-Dieter Flick para o lugar de Niko Kovac tudo mudou.

À campanha incrível que levou, com toda a naturalidade, à conquista da dobradinha (Bundesliga e DFB Pokal), o “novo Bayern” juntou exibições de arromba e a conquista da última edição da Liga dos Campeões, cuja “final four” decorreu em Lisboa.

Quase sem mudanças (saiu Thiago Alcântara e entraram o extremo Leroy Sané e o guarda-redes Alexander Nübel), a equipa de Hansi Flick perfila-se como a grande favorita a revalidar a conquista do título no campeonato alemão, mas há sobretudo duas equipas que sonham em destronar a hegemonia bávara.

Tratam-se de Borussia Dortmund e RB Leipzig, que têm em curso projetos que contam já com uma considerável consolidação (Favre chegou a estar perto da saída, mas recebeu voto de confiança, enquanto Nagelsmann parece ter resistido ao assédio de alguns “tubarões”).

Na última época, ambos mostraram ter capacidade para produzir bom futebol e ganhar de forma consistente, mas não conseguiram ter duração nessa valência.

Algo que pretendem mudar, alimentando com alguma justiça o sonho do título. Sim, sonho. Até porque o Bayern tem provado continuamente que está num patamar diferenciado de qualidade.

APENAS UM DOS 18 CLUBES MUDOU DE TREINADOR

Incrível. Num cenário global atual em que as chicotadas psicológicas são cada vez mais vulgares e usuais aos mínimos tropeços – no Brasil e até em Portugal por vezes, a questão chega a atingir proporções inacreditáveis –, na Bundesliga a aposta feita no defeso foi na continuidade.

A esmagadora maioria das equipas (17 em 18) viu transitar o treinador principal que fechou a época 2019/20 para o novo ano desportivo.

APENAS UM DOS 18 CLUBES MUDOU DE TREINADOR

Apenas o Hoffenheim assumiu um novo rumo ao nível da liderança técnica, com a contratação de Sebastian Hoeneß para o lugar do interino Mathias Kaltenbach.

O jovem técnico de apenas 38 anos saltou diretamente da equipa de reservas do Bayern Munique para o comando da equipa principal do Hoffenheim, depois de passagens pelas camadas jovens do clube bávaro e ainda do RB Leipzig (entre 2014 e 2017).

‘POWER RANKING’ DA BUNDESLIGA 2020/21

Se a conquista do título parece que ficará entregue a um dos três clubes mencionados acima (Bayern, Borussia Dortmund ou RB Leipzig), há muitos outros motivos de interesse para esperarmos por uma edição de Bundesliga altamente competitiva e com potencial para surpreender.

Os principais candidatos à Europa serão, numa primeira linha, Bayer Leverkusen e Borussia Mönchengladbach, que apontam ao acesso à Liga dos Campeões.

Numa segunda linha, equipas como Wolfsburg, Hoffenheim, Hertha Berlin ou Eintracht Frankfurt também parecem reunir argumentos para acreditar numa caminhada que lhes permita duelar pela qualificação, no mínimo, para a Liga Europa.

Históricos que tiveram épocas pouco favoráveis em 2019/20, Schalke 04 e Werder Bremen (que lutou até ao “play-off” para escapar à despromoção para a 2. Bundesliga) procuram cimentar a sua posição no escalão de topo do futebol germânico e alimentam o sonho de campanhas que lhes permitam ficar na primeira metade da tabela classificativa e poder vir a correr por fora na luta pela Liga Europa.

Face ao valor de mercado dos respetivos plantéis, o recém-promovido Arminia Bielefeld e o Union Berlin (que conseguiu uma boa campanha no ano de estreia na Bundesliga, em 19/20) surgem como os principais candidatos à descida.

Contudo, a lista de equipas que terão de arranjar robustez e preparar-se para um ano previsivelmente difícil não fica por aqui. Mainz 05, Augsburg e Stüttgart (outro histórico, que celebra o regresso à Bundesliga) fecham o lote.

Faltam referir outras duas equipas, que, quanto a mim, pelo que demonstraram na última época, poderão aspirar a caminhadas mais tranquilas, ainda que o seu principal objetivo, naturalmente, passe pela permanência. Falamos de Freiburg e FC Köln.

‘POWER RANKING’ DA BUNDESLIGA 2020/21

Para o próximo fim-de-semana, com início agendado para sexta-feira (com duelo de candidatos europeus, entre Hertha e Eintracht Frankfurt), a 2.ª jornada da Bundesliga terá o seu prato forte nas casas de apostas ao início da tarde de sábado.

O RB Leipzig (2.30 na Betano) desloca-se até Leverkusen, onde irá encarar o Bayer (2.78), num jogo cujas previsões apontam para um confronto altamente equilibrado.

Na última época, as duas partidas da Bundesliga entre ambos terminaram empatadas a 1-1. O mercado de ambas as equipas marcam surge cotado a 1.42 na ESC Online.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
Solverde Apostas

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.

Luckia

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Nossa Aposta

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Betclic

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Bet.pt

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Betway

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.

ESC Online

Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.

Betano

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Ultimos Artigos