Bayern Munique vs Barcelona – Liga dos Campeões

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Bayern Munique vs Barcelona – Liga dos Campeões

Liga dos CampeõesEnorme jogo de futebol entre aquelas que são, na minha opinião, as duas maiores potências do futebol mundial na actualidade. É certo que é “apenas” a primeira-mão das meias-finais da Champions, mas poderia perfeitamente ser a final dessa competição, que assim só poderá contar com uma destas duas formações. Este primeiro jogo decorre na Alemanha e, com alguma naturalidade, o favoritismo recai ligeiramente para o lado do Bayern, numa eliminatória que só ficará resolvida dentro de uma semana, em Espanha.

É com alguma estranheza que os responsáveis do Bayern já anunciaram a contratação de Pep Guardiola para assumir o comando técnico da equipa na próxima temporada. É que na actual, sob a “batuta” de Jupp Heynckes, os bávaros têm feito uma época absolutamente de sonho. Já se sagraram campeões nacionais na altura ainda com seis jornadas para o término do campeonato, na Taça da Alemanha já carimbaram a presença na final contra o Estugarda e na Liga dos Campeões têm passeado classe, estando agora nas meias-finais. Isto sem esquecer a conquista da Supertaça alemã no início da época, contra o então campeão Dortmund.

O percurso na Champions foi, até aqui, bastante tranquilo. Na fase de grupos, passaram em primeiro lugar num grupo onde também estavam Valencia, BATE e Lille. Nos oitavos-de-final, eliminaram o Arsenal com um triunfo de 3-1 em Inglaterra e uma derrota de 2-0 em casa, que surpreendeu a crítica e os próprios adeptos, mas não comprometeu a qualificação da equipa para os quartos. Nessa eliminatória, conseguiram duas vitórias de 2-0 contra a campeã italiana Juventus, mostrando uma supremacia incrível no panorâma futebolístico europeu.

Quanto ao momento de forma, depois da derrota com os gunners na Champions, o Bayern tem passeado classe com alguns resultados qb e bastantes outros de encher o olho. No jogo seguinte, foram ganhar a Leverkusen vingando-se da única derrota sofrida em casa a nível interno esta época, espetaram uma goleada de 9-2 ao Hamburgo, ganharam em duas ocasiões, como já referi, à Juve, sagraram-se campeões com um pálido triunfo de 1-0 no terreno do Eintracht Frankfurt e, desde então, só goleadas. 4-0 ao Nürnberg, 6-1 ao Wolfsburg e, no último sábado, 6-1 ao Hannover 96, a jogar fora. É de facto incrível para uma equipa que está recheada de qualidade em todos os sectores do campo e já se sagrou campeã alemã continuar a passear classe e categoria em todos os estádios onde joga.

Para o jogo desta noite contra o Barcelona, creio que seja um objectivo não só da equipa como também – ou até mais – do seu treinador derrotar os catalães, depois de tanto se ter insistido na imprensa nas comparações entre Heynckes e Guardiola e até questionado o próprio técnico do Bayern se iria recorrer a informações recolhidas junto do antigo treinador dos espanhóis. Isso foi algo a que o treinador alemão não reagiu nada bem, instigando recentemente que conhece tão bem o Barça como a sua própria equipa e, na altura, referindo que não o faria dado que foi Johan Cruyff a inventar o sistema de jogo do seu adversário e não Pep. São duas as baixas para este jogo com o Barcelona: Mario Mandzukic (suspenso) e Toni Kroos (lesionado).

O Barcelona é um dos grandes monstros da montra europeia do futebol das últimas temporadas e, depois de na última época ter sido afastado da Liga dos Campeões nas meias-finais pelo futebol cínico do Chelsea de Di Matteo, tem a hipótese de, na corrente temporada, regressar a uma final europeia, tendo de ultrapassar o Bayern nesta meia-final. A época tem corrido relativamente bem até aqui: na liga espanhola, precisam de mais 6 pontos nesta altura para se sagrarem campeões quando ainda faltam 6 jornadas para o fim; na Taça do Rei, foram eliminados pelo Real Madrid; na Supertaça espanhola, perderam também com o rival da capital, estando ainda na Champions, logicamente.

Na fase de grupos da Liga dos Campeões, qualificaram-se em primeiro lugar de um grupo com Celtic, Benfica e Spartak, sempre com grande tranquilidade e sem comprometer a qualificação e até no primeiro posto. Desde então, não conseguiram resolver com muita facilidade as eliminatórias onde estiveram inseridos. Nos oitavos-de-final, perderam por 2-0 em Itália com o AC Milan, aparecendo na segunda-mão em situação de desvantagem mas respondendo muito bem e com grande categoria, com uma goleada de 4-0. Nos quartos-de-final, conseguiram apenas empatar 2-2 fora com o PSG (com o golo do empate sofrido nos descontos) e na segunda-mão não foram além de novo empate, a uma bola.

Nos últimos jogos, não têm tido a contribuição frequente do astro Lionel Messi e isso, em algumas partidas, tem se notado perfeitamente, a começar desde já pela primeira parte do jogo da segunda-mão dos quartos contra o Paris Saint-Germain, onde o Barça só desbloqueou a situação e passou para a frente da eliminatória, depois de ter estado a perder, após a entrada em campo do argentino. Desde aí, ganharam por 3-0 no terreno do Real Zaragoza, equipa que luta pela manutenção e tem tido resultados bastante pobres, e no último sábado por 1-0 ao Levante, num jogo extremamente complicado de desbloquear, com o talento individual de Fàbregas a resolver perto do final.

Quatro épocas depois, o Barcelona torna a defrontar o Bayern numa eliminatória da Champions, depois de em 2009 ter eliminado sem qualquer problema os alemães nos quartos-de-final de uma competição que viriam a conquistar. Quanto a baixas para este jogo, o treinador Tito Vilanova não poderá contar com o contributo do suspenso Adriano e dos lesionados Puyol e Mascherano.

Excelente partida de futebol em perspectiva, com o Bayern a ter grandes chances de partir em vantagem para a segunda-mão da meia-final, na minha opinião. Defrontam um Barcelona que está claramente muito dependente do que Lionel Messi consegue oferecer e nos últimos jogos sem o argentino têm sentido algumas dificuldades, como aconteceu recentemente na recepção ao Levante, para o campeonato espanhol. Se atentarmos nas últimas dez deslocações do Barcelona, reparamos que os catalães só conseguiram ganhar a Málaga, Granada e Zaragoza, tendo mesmo perdido com a Real Sociedad, o AC Milan e o Real Madrid.

Nas últimas eliminatórias da Champions, contra AC Milan e PSG, sentiram dificuldades, principalmente nos jogos fora e mesmo contra os franceses foram dois jogos muito mais disputados e equilibrados do que eu próprio esperava. Ora, isso contra uma equipa como a do Bayern, que tem deslumbrado e até, parece-me, concorrido com este Barça pelo “título” de melhor equipa do mundo da actualidade, pode sair bastante caro. Os alemães têm feito uma época deslumbrante, o treinador Jupp Heynckes terá certamente imenso gosto em derrotar a antiga equipa do seu futuro substituto, provando que é capaz de fazer um melhor trabalho que Guardiola e que não precisou de recorrer ao futuro técnico do Bayern para conseguir ganhar ao todo-poderoso Barcelona.

No jogo jogado, creio que Javi Martínez e Schweinsteiger terão armas suficientes para limitar Messi (que poderá não aparecer na melhor das condições físicas) a um futebol menos solto que aquele que o argentino gosta e, se tal for alcançado, é meio caminho andado para anular parte do futebol atacante que este Barcelona consegue produzir. Na defesa, é sabido que os catalães são tudo menos uma das melhores equipas do mundo e contra jogadores com a categoria de Robben, Müller, Ribéry ou Gómez será muito difícil não sofrerem pelo menos dois golos, o que poderá ajudar bastante a decidir o jogo e a eliminatória.

Tendo em conta isto que acabei de referir, a enorme potência que é o Bayern no futebol mundial actualmente, a “quebra” que o Barcelona tem mostrado nos últimos tempos (principalmente nos jogos fora, contra oponentes de maior valia) e um Messi provavelmente sem estar na melhor condição física, parece-me com excelente valor um triunfo dos alemães com o empate protegido, dois golos e, com menor stake logicamente, um triunfo bávaro com pelo menos três golos na partida. Um 2-1 ou até 3-1 não seria, parece-me, nada descabido nesta primeira-mão das meias-finais da Liga dos Campeões, entre Bayern e Barcelona.

Bayern: Neuer; Lahm, Van Buyten, Dante, Alaba; Javi Martínez, Schweinsteiger; Robben, Müller, Ribéry; Gómez.

Barcelona: Valdés; Dani Alves, Piqué, Abidal, Alba; Xavi, Busquets, Iniesta; Alexis, Messi, Pedro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
3,5 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.