Bayern Munique vs Barcelona – Liga dos Campeões

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Bayern Munique vs Barcelona – Liga dos Campeões

Liga dos CampeõesO futebol espanhol tem reinado nos últimos anos, e a equipa que mais se tem destacado é sem dúvida o Barcelona, pelos títulos que tem vindo a conquistar, pela sua forma de jogar e pelo seu grande favoritismo em todos os encontros. Muitos consideram que esta equipa revolucionou o futebol actual, e conta com jogadores de grande qualidade, que têm vindo a mostrar todo o seu potencial ao longo destes anos.

Porém, há quem acredite que este reinado pode estar ameaçado pelo actual crescimento do futebol Alemão. Muitos jogadores jovens apareceram, e a escola Alemã tem dado muitos frutos, o que é perfeitamente visível na selecção. Era de esperar um verdadeiro duelo entre Espanha e Alemanha no Euro 2012, mas a Alemanha caiu nas meias-finais da competição frente à Itália, talvez até por confiança a mais, ou por já ter a cabeça no jogo da final, certo é que a Espanha voltou a triunfar, mas nem por isso se deita abaixo a ideia que a Alemanha pode derrubar a hegemonia Espanhola.

Desta feita, vamos mesmo ter um duelo entre Alemanha e Espanha nas meias-finais da Liga dos Campeões, que seriam muito provavelmente os dois duelos que todos os adeptos do Mundo de futebol gostariam de ver. Se na outra mão vamos ter os campeões da época passada, Real Madrid e Borussia de Dortmund, nesta mão vamos ter as duas equipas campeãs desta edição na Liga Espanhola e Liga Alemã, que se destacaram pela sua brilhante forma, pela sua demolidora forma de jogar e pelos seus números soberbos.

É uma realidade que muitas equipas Espanholas atravessam uma fase mais complicada, dado o seu actual estado financeiro. Já o Bayern Munique é uma equipa com uma qualidade tremenda, e ainda atravessa uma situação financeira confortável, estando preparada para juntar mais qualidade a um plantel que conta já com diversas soluções de categoria inquestionável.

Creio que esta nova realidade entre Espanha e Alemanha é um dos dados mais importantes de referir à partida para este encontro, pois sabemos que estará sem dúvida na mente dos jogadores. Os jogadores alemães aparecem bastante motivados em se afirmar, e imagina-se o ambiente, que é sempre muito adverso, na Alemanha. É tão complicado jogar na Alemanha, que diga-se de passagem, o Barcelona nunca venceu em casa do Bayern Munique.

De destacar que o Barcelona e o Bayern Munique conquistaram esta competição pelo mesmo número de vezes, quatro, e que o Bayern Munique pode estar pela segunda vez consecutiva na final da competição, na qual o ano passado foi derrotado pelo Chelsea. Enquanto o Barcelona está pela 6ª vez consecutiva nas meias-finais da Liga dos Campeões.

Em todas as frentes

O Bayern Munique é oficialmente o novo campeão Alemão, ainda que existam jogos para cumprir calendário, a equipa nunca deixou esperança aos seus adversários e pode agora concentrar-se apenas nesta competição, ainda que possa também conquistar a Taça da Alemanha, uma vez que está na final. Para o campeonato, o seu registo é demolidor, tendo conquistado 26 vitórias, 3 empates e 1 derrota em 30 jogos disputados, com um saldo de 89 golos marcados e 14 sofridos. A equipa conta assim, com uma média de 2,9 golos marcados por jogo.

Actualmente é a equipa em melhor forma na Europa, tendo marcado 30 golos nos últimos 7 jogos. Uma média de 4,2 golos marcados por jogo. Na Liga dos Campeões, a equipa iniciou a sua jornada no Grupo F, juntamente com BATE Borisov, Lille e Valência. Acabou no primeiro lugar, com os mesmos pontos que o Valência (13), tendo conquistado 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota, com um saldo de 15 golos marcados e 7 sofridos. Em casa, a equipa mandou em todos os encontros, conseguindo vencer os três duelos no Grupo, tendo marcado 12 golos e sofrido 3. Acabou a fase de grupos com uma média de 4 golos marcados por jogo (em casa), mas também é de referir que apesar de tudo, acabou por sofrer golo em todos os encontros.

Nos oitavos-de-final a equipa apanhou o Arsenal de Inglaterra, vencendo logo na primeira mão fora de casa por 1 – 3, e o que parecia ser uma eliminatória aparentemente controlada, foi ainda assim algo tremida, visto que a equipa foi irreconhecível em casa, tendo perdido por 0 – 2. É raro o Bayern não marcar em casa, mas mais uma vez o dado aparece, sofreu novamente golos em casa, desta vez 2.

Nos quartos-de-final mais uma tarefa complicada, visto que o adversário era o campeão Italiano, a Juventus. O Bayern Munique venceu as duas mãos por 2 – 0, pelo que pela primeira vez na competição, não sofreu qualquer golo em casa.

O Barcelona chega a este encontro numa situação semelhante ao Bayern Munique, uma vez que o campeonato Espanhol está resolvido, e pode agora concentrar-se na Liga dos Campeões. A verdade, é que o Barcelona não chega com dados tão motivadores como os do seu adversário, a qualidade de jogo vem caindo, tem enfrentado lesões, problemas físicos, principalmente na defesa, e tem sido ausência o seu melhor jogador L. Messi.

O início de campeonato do Barcelona foi tão demolidor como o do Bayern Munique. Por agora, esse registo não é tão formidável, mas percebe-se que a equipa tem vindo a gerir uma vantagem confortável, e tem usado jogadores menos utilizados em vários jogos, pelo que a qualidade de jogo não poderá ser a mesma. Ainda assim, em 32 jogos disputados, conquistou 27 vitórias, 3 empates e 2 derrotas, com um saldo de 99 golos marcados e 33 sofridos. Isto, dá uma média de 3 golos marcados por jogo.

A crítica que se tem feito a esta equipa ao longo da época são os golos sofridos. Algo que a equipa não tem conseguido controlar, apesar de ter sempre mais pose de bola que o seu adversário. Estes números têm vindo a crescer, principalmente quando a equipa actua fora de casa, para a Liga Espanhola, 22 golos sofridos dos 33 no geral, foram fora do seu reduto.

Estes dados podem ser explicados. Primeiro, a equipa mudou de treinador, e mesmo sendo o Barcelona uma equipa com um sistema de jogo fixo, e com uma filosofia já criada, a verdade é que um novo treinador traz sempre novas ideias, por mais poucas que possam ser. Assim sendo, o Barcelona tem pressionado um pouco mais à frente do que era habitual, cerca de 10 metros, e a fraca produtividade dos seus alas este ano, tem feito com que os sectores joguem mais afastados, pelo que é mais difícil recuperar a bola, pois há mais espaços, e quando os adversários conseguem explorar esses espaços para lá do meio-campo, e chegar aos espaços vazios na defesa, as coisas complicam. Para piorar a situação, tem sido constante a falta de defesas na equipa, com constantes lesões, e ainda os problemas físicos que jogadores têm apresentando, como peças chaves no meio-campo (Xavi e Busquets), estando-se a arrastar. O estilo de jogo do Barcelona é desgastante, e por vezes o plantel fica curto, e mesmo quando há opções, nem sempre os jogadores utilizados conseguem responder às espectativas (Fàbregas, Alexis, Song, Thiago), demasiado irregulares esta temporada.

O Barcelona sofreu alguns contratempos no Grupo G, mas apurou-se tranquilamente. Teve adversários como Celtic, Benfica e Spartak. Acabou o Grupo em primeiro lugar, tendo conquistado 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota, com um saldo de 6 golos marcados e 2 sofridos (fora de casa). Os dois golos sofridos, foram num só jogo, na derrota frente ao Celtic (2 – 1).

Nos oitavos-de-final, o Barcelona apanhou o Milan, e se tudo parecia fácil, a equipa desceu rapidamente à terra, tendo perdido o primeiro encontro por 2 – 0 fora de casa. Frente a um adversário de maior qualidade, foi visível a dificuldade da equipa defender fora de casa. Ainda assim, deu a reviravolta na eliminatória ao vencer em casa por 4 – 0.

Para os quartos-de-final, a equipa apanhou o PSG, e apurou-se sem conseguir vencer um jogo. Uma vez mais, começou fora de casa, tendo voltado a sofrer 2 golos no jogo que acabou 2 – 2, o empate a 1 – 1 em casa valeu o apuramento.

Por vezes o ataque é a melhor defesa

Estamos perante duas equipas que se respeitam, e que vão querer defender muito as suas balizas, até porque é uma eliminatória a duas mãos e os golos fazem toda a diferença. Pode-se esperar equilíbrio, mas haverá certamente oportunidades, até porque são duas equipas ofensivas.

Não faz parte da filosofia de jogo do Barcelona jogar à defesa. A equipa pode tentar controlar o jogo, tendo posse de bola, adormecer o Bayern, mas o princípio de jogo do Barça baseia-se na frase “Se tivermos a bola, não sofremos golos”, e por isso, vai ser exigido à equipa uma enorme pressão.

Já havia referido no jogo frente ao PSG, e hoje a táctica parece-me semelhante. A eliminatória frente ao Milan foi uma das melhores coisas que podia ter acontecido a este Barça na competição, uma vez que a equipa percebeu à força a importância de marcar fora de casa. Até porque tem um estilo de jogo, onde a equipa consegue jogar melhor quando está em vantagem. Assim, espero um Barcelona a jogar de forma semelhante, unidos e para o ataque, uma vez que um golo poderá fazer toda a diferença no apuramento para a Final. Perder 2 – 0 ou 2 – 1 faz toda a diferença.

O Bayern não conta com um jogador com mais destaque do que os restantes como acontece com Messi ou Cristiano Ronaldo. É uma equipa que usa as individualidades para o bem colectivo, e é uma equipa que apresenta uma enorme entreajuda a nível defensivo, e até acredito que possa vir a defender com onze homens, mas não pode ficar a ver o Barça jogar, joga em casa e sabe das dificuldades defensivas que o adversário apresenta, pelo que terá de pressionar e sair em ataques rápidos.

50/50

50/50, são as probabilidades que atribuo às equipas de vencer. Compreendo que se diga que o Bayern é ligeiramente favorito, mas longe de mim duvidar deste Barcelona. Porque, atenção, o Barcelona não tem jogado na máxima força nos últimos encontros, tendo poupado jogadores chaves para este encontro. E, quando se fala em poupanças, nem sempre significa que os jogadores ficaram de fora, mas quando esta equipa tem vantagem, não tem pressionado tanto, nem jogado com a mesma intensidade. O exemplo disso foi o jogo frente ao Zaragoza, no qual a equipa vencia por 0 – 3 aos 50 minutos e após isso, mal oportunidades criou, não é por acaso. O Barcelona chega em máxima força, mentalizada que irá fazer o jogo da época, e tem toda a capacidade para isso.

O Bayern também tem gerido os seus jogadores, tem rodado muito o plantel, porque sabe que tem condições para o fazer, pois leva 20 pontos de avanço no campeonato, e a verdade é que conta com suplentes que teriam lugar em qualquer outra equipa.

Concluindo, não posso ignorar o facto de o Bayern ter sofrido alguns golos em casa nesta competição, e jogando frente ao Barcelona acredito que a probabilidade de sofrer golo seja bastante alta, até porque Messi chega fresco, e tem treinado com normalidade.

Já o Barcelona, tem uma defesa mais permeável, e fora de casa de casa tem vindo a errar muito. Pique e Daniel Alves não estão a 100%, Abidal a defesa-central não me parece a melhor solução, nem creio que a verdadeira solução esteja no banco, pelo que também acredito que a probabilidade do Bayern marcar seja alta.

São duas grandes equipas, com grandes jogadores, e vai haver imensa qualidade em campo, naquele que pode ser o melhor jogo do ano até ao momento, num encontro em que há muito por lutar, há muito em jogo. Penso que será possível ver as duas equipas a marcar pelo menos dois golos, e que lutem sempre atrás do prejuízo, e que tentem reduzir a desvantagem para o segundo encontro.

Assim, espero um jogo recheado de golos, com oportunidades, com rapidez e intensidade, e acredito que seja neste encontro, porque é raro ver o Barcelona a não ser favorito num encontro, e se há quem diga que a equipa está sem fome de títulos e não tem a mesma motivação de outrora, neste encontro espero uma equipa bastante motivada em provar o seu valor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
3,5 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.