Não obstante ter sofrido uma desvalorização de seis lugares em relação ao ano civil transato, o Sport Lisboa e Benfica continua a ser o único clube português representado no ranking mundial das 50 marcas mais valiosas no universo do futebol para a Brand Finance.

AVALIAÇÃO ATUAL DE 114 MILHÕES DE EUROS

Depois de ter ocupado a 40.ª posição no ranking relativo ao ano de 2019, o Benfica caiu seis posições, para o 46.º lugar, na sequência de uma desvalorização fixada em 21%, para atuais 114 milhões de euros.

De acordo com a análise da consultora sediada em Londres, no Reino Unido, muito do sucesso do Benfica se deve à presença regular nas fases de grupos da Liga dos Campeões, onde as “águias” marcam presença de forma consecutiva há 10 anos, desde a temporada 2010/11.

“O Benfica é uma das fábricas europeias de talento mais prolíficas, agindo como canal da América do Sul, produzindo também os seus próprios jogadores, que proporcionam ao clube elevadas quantias de transferência”, apontou a Brand Finance, em alusão à forma como o clube liderado por Luís Filipe Vieira tem vindo a mover-se no mercado.

Destacando ainda as duas presenças em finais da Liga Europa na última década, a consultora financeira aponta as médias superiores aos 50 mil adeptos nas bancadas do Estádio da Luz como fator de “grande vantagem sobre os seus rivais domésticos”.

AVALIAÇÃO ATUAL DE 114 MILHÕES DE EUROS

Sem deixar de frisar o valor que aponta como “considerável” da dívida dos “encarnados”, a Brand Finance considera que o Benfica mantém uma “performance financeira relativamente saudável”.

Numa visão global do ranking, a Brand Finance destaca o facto de esta ter sido a primeira vez em seis anos que o valor das 50 marcas mais valiosas registou um decréscimo.

Por comparação com o ano anterior, a soma total é de menos 751 milhões de euros, uma queda de 3,7%. Uma redução à qual não será alheia a crise financeira provocada pela pandemia do novo coronavírus.

COLOSSOS ESPANHÓIS NO TOPO DO RANKING

A lista que resultou do estudo feito com base no apuramento das marcas mais valiosas no mundo futebolístico é encabeçada pelo Real Madrid, que tem a sua marca avaliada em 1.419 milhões de euros, apesar da queda de 13,8% em relação ao ano anterior.

O campeão espanhol tem no alto engajamento do público nas redes sociais e no lançamento da Real Madrid Next, uma iniciativa que visa a criação de parcerias com foco na inovação tecnológica, alguns dos fatores mais importantes para a avaliação da Brand Finance.

Em 2.º lugar, surge o Barcelona, que mesmo a meio da situação pandémica conseguiu registar uma subida de 1,4%, valendo agora um total de 1,413 milhões de euros.

A completar o top-3, estão os ingleses do Manchester United, que registou uma desvalorização aproximada de 11%, tendo a sua marca atualmente avaliada em 1.314 milhões de euros.

Destaque ainda para a subida do Liverpool, da 6.ª para a 4.ª posição, com uma subida de 6% nas receitas, com avaliação em 1.262 milhões de euros.

COLOSSOS ESPANHÓIS NO TOPO DO RANKING

Registo ainda para o “campeão da desvalorização”, com decréscimo de 19,6%. Trata-se do campeão hegemónico alemão Bayern Munique, que passou de 1.314 milhões de euros para 1.056 milhões.

Do 4.º ao 10.º lugares, estão classificados, por ordem decrescente, Liverpool, Manchester City (1.124ME), Bayern Munique, PSG (967ME), Chelsea (949ME), Tottenham (784ME) e Arsenal (719ME).

NOVO ESTÁDIO DO TOTTENHAM É O MAIS VALIOSO

Além do destaque conferido ao branding do Benfica, que atravessa uma fase desportiva de menor fulgor em comparação com a história dos anos mais recentes, também o Estádio da Luz está entre os recintos de maior estima, sendo o único estádio português entre os 60 reconhecidos pela consultora Brand Finance.

O recinto escolhido pela UEFA para acolher a próxima final da Liga dos Campeões e um dos dois (a par do Estádio de Alvalade) onde se realizará a “final 8” da prova milionária teve uma avaliação média de 59 pontos (55 pela experiência, 54 pela capacidade de gerar receitas e 72 pelo impacto).

Os critérios utilizados pela Brand Finance para a realização do ranking dos estádios mais valiosos do planeta assentam na experiência de que o adepto pode dispor na ida ao estádio, a capacidade de gerar receitas (bilhética e transmissão televisiva) e a influência que a ação dos espectadores pode vir a ter sobre o que sucede dentro do terreno de jogo.

No topo das escolhas, aparece o Tottenham Hotspur Stadium, novo complexo desportivo do clube cuja equipa é orientada por José Mourinho, com 90 pontos.

Seguem-se, no top-3, o Mercedes-Benz, estádio norte-americano que serve de casa ao Atlanta United e onde também atuam como visitados os Atlanta Falcons (equipa de futebol americano da NFL), com 86 pontos, e ainda o galês Millenium Stadium, em Cardiff, com 83 pontos.

O top-10 é completado com Wembley (82), Santiago Bernabéu (80), Camp Nou (79), Veltins Arena (76), Allianz Arena (76), Wanda Metropolitano (74) e Johan Cruyff Arena (73).

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
3,8 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis mais Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Aposta de 5€ Grátis com o Código Promocional: APOSTAGANHA1 mais 50% de Bonus até um máximo de 50 euros.