Prognósticos para Apostas Desportivas Online - Aposta Ganha

Prognostico Benfica vs Porto

esp duarte pinto 600

Benfica vs Porto – Liga NOS: Este é daqueles jogos que todos falam, todos dão a sua opinião

Ou não fosse por ventura o maior clássico do futebol português. É certo que existe o duelo Benfica Sporting, mas neste caso falamos até de uma rivalidade norte sul, o que apimenta ainda mais o clássico.

Benfica e FC Porto estão separados apenas por 1 ponto, com vantagem para os dragões.

Ambas equipas chegam a este jogo sem se apresentarem no seu melhor momento de forma, mas com tendências diferentes.

O FC Porto vem em crescendo, enquanto o Benfica atravessa uma fase de menor fulgor, tendo em conta o futebol que já apresentou esta temporada. Um jogo que poderá valer bem mais que 3 pontos, na luta pelo título.

Benfica – problemas para Rui Vitória resolver

É indissociável falar deste clássico sem o nome de Rui Vitória, um treinador que para muitos adeptos nunca foi consensual, e que agora tem perdido popularidade, sobretudo depois da dupla “injeção” que o universo benfiquista levou, na temporada passada.

A primeira decepção foi a escrita do nome do Benfica como o pior desempenho de um clube português na Liga dos Campeões.

Ao todo as águias somaram 0 pontos. Se muitos adeptos não “perdoam” esse registo a Rui Vitória, outros relativizaram, uma vez que o campeonato era o principal objetivo.

Mas, até esses viram, uns meses depois o Benfica ser ultrapassado na reta da meta, e logo pelo rival FC Porto.

A forma pouco audaz como o Benfica jogou nesse jogo não foi caso único, mas nessa noite as consequências foram, no mínimo, marcantes.

Assim, fica muito difícil não falar muito do técnico das águias, ainda por cima quando tem um registo nada animador, em confrontos com o FC Porto:

– Como técnico do Benfica jogou 6 jogos, somando 0 vitórias, 3 empates e 3 derrotas. Destes jogos realizou 3 no Estádio da Luz, onde venceu 0, empatou 1 e perdeu 2. O saldo é muito negativo.
– Se analisarmos o total de jogos, na carreira de Rui Vitória defrontou o FC Porto em 19 jogos, perdeu 12 e empatou 7.

Ou seja, apesar dos treinadores nem serem os principais protagonistas, Rui Vitória tem todas estas particularidades agregadas ao seu percurso que para quem valorize muito a estatística não serão factos muito animadores, para os adeptos do Benfica.

Mas há um problema central, e esse dentro das 4 linhas, que poderá ser decisivo neste clássico. O Benfica não tem Jardel, o líder da defesa encarnada, e ainda o seu substituto natural, Conti que foi expulso no último jogo.

Assim, mais uma dor de cabeça para Rui Vitória resolver. Lema é, atualmente o 4º central na hierarquia do Benfica, mas a verdade é que não jogou ainda qualquer jogo oficial.

Na verdade, a dupla Jardel/ Rúben Dias manteve-se sempre ao longo de grande parte dos jogos, pelo que Conti ainda teve alguns minutos, mas Lema não.

Ou seja, rotinas com Rúben Dias dificilmente existirão, e no controlo à profundidade, a uma equipa como o FC Porto, esta dupla de centrais deverá ter muitos problemas nesse sentido.

Há ainda a possibilidade de Samaris ser o central improvisado, e que até já chegou a dar boa conta do recado, em anos anteriores.

Mas até mesmo o grego não tem sido opção para Rui Vitória.

Por fim há a possibilidade de Ferro poder estrear-se, mas poderia ser um grande risco deitar um jovem “às feras”, com todas as implicações que isso poderia ter no futuro próximo do jogador.

O momento fulgurante, com que o Benfica iniciou a época, já o tinha dito que estava muito relacionado com a preparação mais adiantada que teve, por começara época mais cedo.

Essa diferença de ritmo era por de mais evidente, em grande parte dos jogos, mas seria preciso perceber, contra adversários mais cotados se realmente seria um Benfica tão forte.

Veio o jogo com o Sporting, e apesar da diferença de ritmo ser significativa, as águias não foram além de um empate a uma bola.

Depois, no teste com o Bayern de Munique viu-se um Benfica quase resignado, tal a diferença qualitativa entre as duas equipas.

Por fim, em Chaves, uma deslocação sempre complicada, o Benfica voltou a ceder, agora num empate a duas bolas.

Mesmo no jogo com o AEK, a permeabilidade defensiva foi gritante, apesar de ter a atenuante de jogar toda essa parte em inferioridade numérica.

Em síntese, um Benfica que já na sua máxima força não tem uma defesa muito segura, na minha leitura, uma vez que Grimaldo tem dificuldades no plano defensivo,

e mesmo a dupla de centrais, apesar de muito forte no jogo aéreo, tem dificuldades quando encontram mobilidade e ataques mais criativos.

Não será fácil o Benfica acabar este jogo com a sua baliza inviolável.

FC Porto – a ganhar enquanto arruma a casa

Ainda não é o FC Porto intenso e dinâmico da época passada, é certo.

Mas, a verdade é que a saída de Marcano, deveria ser colmatada por Mbemba, mas o ex Newcastle lesionou-se com gravidade, e o FC Porto sentiu muito a falta de um parceiro de qualidade para emparelhar com Felipe.

Também a ausência de Danilo, por si só, retira muita capacidade cerebral ao FC Porto, no plano defensivo, uma vez que nem Herrera nem Sérgio Oliveira têm a cultura tática do internacional português,

nem tão pouco a capacidade de encostar nos centrais quando é preciso.

Nesse período, o FC Porto esteve naturalmente mais permeável defensivamente, e mesmo na frente, o caso Marega tirava muito de uma importante arma que foi mortífera na época passada: o ataque à profundidade.

A juntar a tudo isto a lesão de Tiquinho Soares retirou também capacidade na finalização.

Tudo somado, o FC Porto andou descaracterizado, mais instável, mas tudo isso foi sendo superado com a reentrada de Danilo e também de Militão.

Com estes dois jogadores, o FC Porto voltou a ser uma equipa muito mais fiável defensivamente, e não é por acaso que os dragões não sofreram qualquer golo nos últimos três jogos.

Em suma, é um FC Porto que, mesmo num período de maior “desnorte” foi vencendo, à excepção do jogo com o Vitória de Guimarães.

Isso foi importante para agora estar a “arrumar a casa” com outra tranquilidade, e Sérgio Conceição é hoje um treinador com o plantel quase na máxima força, onde apenas Aboubakar é baixa por lesão.

Estas várias soluções permitem-lhe jogar em 4-3-3, como o fez no jogo com o Galatasaray, com Corona, Brahimi e Marega, ou então optar pelo 4-4-2, com Marega e Tiquinho Soares,

e mesmo no meio campo pode formar o seu trio de combate, formado por Danilo, Herrera e Sérgio Oliveira. É só escolher, Sérgio Conceição…

Onzes prováveis:

Benfica: Vlachodimos; André Almeida, Rúben Dias, Lema, Grimaldo, Fejsa, Pizzi e Gedson, Sálvio, Cervi e Seferovic

FC Porto: Casillas, Maxi Pereira, Felipe, Militão, Alex Teles, Danilo Pereira, Sérgio Oliveira e Herrera, Brahimi, Marega e Tiquinho Soares

Aposta no Benfica vs Porto na ESC Online e aproveita a freebet de 10€

Prognóstico Benfica vs Porto:

Bom sem me alongar muito nas explicações, vejo todo o valor no lado do FC Porto. Primeiro, pelas razões que enumerei em cima, vejo muitos mais problemas para Rui Vitória, no seu onze base do que no FC Porto.

Em segundo pela forma como Rui Vitória nos tem habituado a jogar nestes grandes jogos. E em terceiro lugar, pelas odds que as casas de apostas estão a oferecer.

Ora, a linha que eu gostava de escolher era o FC Porto (+0.25), mas como sabemos em casas legalizadas em Portugal, apostar em handicaps é muito complicado, senão vejamos.

O handicap FC Porto (+0.25) encontra-se a 1.64 na Bet.pt e a 1.58 na Nossa Aposta, e “lá fora” na Pinnacle encontra-se a 1.83, isto é o mesmo que dizer que não tem qualquer valor apostar nesse handicap.

Já o FC Porto handicap (0) que cota a 2.23 na Pinnacle está a 2.16 na ESC Online, mas mesmo estando bastante mais baixo será a minha aposta para este jogo.

Reconheço que há aqui uma boa possibilidade de devolver a aposta, mas acho que dificilmente será perdida, e acho mesmo que a haver um vencedor, a probabilidade de serem os dragões é bastante mais alta.

Prognóstico para ApostasQuotaUn.CasaEstado
Porto AH 0
2.16
10
ESC-Onlineperdida

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *