Prognósticos para Apostas Desportivas Online - Aposta Ganha

Bjorn Phau vs N Massu – Braunschweig

SUBSCREVER
95
-30
-31.58 %
UNIDADES INVESTIDAS
SALDO
ROI

Primeira ronda do Challenger de Braunschweig, onde teremos Bjorn Phau, 79º do ranking ATP frente a Nicolas Massu, 100º.

Bjorn Phau, jogador de 29 anos que conta com 10 como profissional. O melhor lugar que este jogador conseguiu alcançar foi o 59º em 2006. Phau é um jogador de piso duro, mostrando um record algo debilitado quanto à terra batida, 71-92. Phau passou de uma boa época de 2009, para uma péssima, e isso deu-se devido ao seu afastamento dos torneios de piso duro.

Assim que o alemão se viu longe do seu piso predilecto, conseguiu chegar às semifinais de Houston, mas depois de tal torneio, conseguiu somente arrecadar uma vitória e seguir para 6 derrotas consecutivas. A sua primeira derrota deu-se frente a Gaston Gáudio (762º), e aí seguiu-se o retirar frente a Philipp Kohlschreiber (41º), derrota frente a Guillermo Garcia-Lopez (74º), derrota perante Jeremy Chardy (39º) e em relva novamente perante Kolhschreiber, perante Thiemo De Bakker (198º) e em Wimbledon na primeira ronda para Crivoi (87º). Phau tem como armas a sua rapidez em court e a sua forehand cruzada tanto como a sua backhand paralela.

Nicolas Massu, jogador de 29 anos que conta com 12 como profissional. A melhor posição que o chileno alcançou foi o 9º lugar em 2004. Ao contrário de Phau, Massu é um jogador de terra batida, tendo um record exemplar em cada um dos circuitos ATP, o seu record de carreira encontra-se em 280-158.

A época de 2009 começou de forma desastrosa para Massu, arrecadando 6 derrotas consecutivas. A sua primeira vitória foi frente a Eduardo Schwank (56º) em Indian Wells, mas no encontro seguinte perde sem grandes argumentos para Marat Safin (25º). Olhando para a sua época em terra batida, o inicio foi também ele fraco, onde começa com 2 derrotas frente a dois jogadores abaixo do top100 e só consegue a sua primeira vitória frente a Thomas Fabbiano (411º), num qualifying e onde necessitou de um terceiro set para vencer o italiano. Entrou novamente numa onda de 3 derrotas consecutivas, onde esta pára por derrotar Robin Vik (378º), novamente um jogador com poucos argumentos para a sua experiência nestes desporto.

Massu consegue mesmo vencer o primeiro encontro de Roland Garros, num 3-2 perante Daniel Koellerer (77º), perdendo na segunda ronda para Wawrinka em (6-1) (6-1) (6-2). Segue-se o Challenger de Prostejov e Massu volta a sair-se bem na primeira ronda, derrubando Flávio Cipolla em (6-2) (6-0) e perdendo para Alberto Martin na segunda em (6-3) (6-2). Em Lugano perde para Simon Greul (108º) em dois sets, viajando para o Challenger de Milan onde bate Migani e Brizzi (309º e 325º respectivamente), mas aparece-lhe Vicent Millot (345º) e volta a ser batido em dois simples sets (6-4) (6-2). Massu chega aqui vindo do Challenger de Reggio Emília, onde era cabeça de série numero 1 e incrivelmente só consegue bater o Lucky Loser Pavol Cervenak (285º), e perde na segunda ronda para Peter Polansky (250º) em (7-6) (1-6) (6-4). Massu é como que um guerreiro em court, tem do seu lado a experiência e o facto de tentar sempre devolver tudo.

Estes dois jogadores defrontaram-se em 2006, em Casablanca, onde Massu levou a melhor por (6-2) (6-4). (Terra-Batida)

Conclusão: Ao contrário do que talvez estivessem a pensar, a minha aposta recai para o alemão Phau. Tudo bem que ele jogará na sua terra, mas penso que isso não terá realmente um grande impacto porque o publico é pouco nos Challengers e nos primeiros dias ainda menor a quantidade… Sim o Massu é o expert em terra-batida, sim o Phau está num momento menos bom da sua época e vem jogar a terra-batida, no entanto eu penso que este é um jogador perfeito para o Phau enfrentar…

Massu está a fazer uma época lamentável, tanto vence bons jogadores (com encontros a levar para cima de 2 horas), como perde para jogadores que tinha obrigação de vencer com uma perna às costas. Já Phau está simplesmente a passar pela fase de torneios que não preenchem realmente os seus pontos fortes, mas ainda assim ele move-se bem em terra-batida, sabe deslizar, sabe subir rápido à rede quando aí é chamado, e é um jogador persistente, rápido e muito forte psicologicamente… Phau tem sempre armas para vencer grandes jogadores, e esta fase de derrotas tem que terminar algum dia e hoje para mim parece um dos dias perfeitos e com uma odd apetecível a acompanhar. São dois jogadores com níveis equivalentes de experiência e que conseguem dar um nível de espectáculo ao seu jogo de igual valor, no entanto para mim Phau tem nesta fase da sua carreira mais estofo, está realmente a tentar justificar a sua presença no top100, enquanto que Massu bem tenta mas realmente não consegue convencer.

Phau tem perdido perante jogadores num bom momento de forma, jogadores que são top50, jogadores que se conseguem adaptar muito melhor que ele ao piso tal é a sua qualidade e o seu leque de soluções. Perante Massu, penso que Phau estará de igual para igual e só terá realmente que justificar o seu lugar no top100, e aproveitar o mau momento da época também de Massu, depois destes fraco Challenger de Emília.


Prognóstico para ApostasQuotaUn.Casa de ApostasEstado
Bjorn Phau
2.00
5
perdida

Adicionar um comentário

Este e-mail já foi cadastrado. Usa Forma de entrada ou introduze outro.

Digitou login ou senha incorreta

Desculpe, para comentar precisa de entrar no site.