Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Boavista Liga NOS 2018/2019 – Guia e Análise

Boavista Liga NOS 2018/2019 – Guia e Análise

BOAVISTA • CONTINUAR A CRESCER

Este histórico clube da cidade do Porto é um dos poucos que inscreveu o seu nome na lista de campeões.

Quem não se lembra do “Boavistão” que demorou tantos anos a criar, mas que caiu em tão pouco tempo.

Ainda hoje há um sentimento de injustiça entre os adeptos, mas a verdade é que os grandes clubes têm esta capacidade de se levantar, e o Boavista regressou ao convívio dos grandes na época 2014-2015, e tem feito um trabalho meritório para a sua sedimentação na 1ª liga.

Tem-se notado uma evolução, depois do 14ª posto, alcançado em 2016, para o 9 lugar alcançado em 2017 e finalmente terminou no 8º lugar na temporada passada. Já começa a ser um Boavista a apontar à primeira metade da tabela classificativa.

No entanto, este ano, a tarefa não se afigura nada fácil face ao potencial de de Sporting de Braga, Guimarães, Marítimo, Desportivo de Chaves, ou mesmo Rio Ave. O Boavista tem um orçamento significativamente inferior aos clubes citados, e isso reflecte-se na qualidade da equipa.

No entanto, conta com uma boa parte da equipa base do ano passado, bem como mantém Jorge Simão ao leme da equipa. É aqui que o Boavista poderá ganhar pontos a adversários como o Marítimo ou Rio Ave, sobretudo nas primeiras jornadas.

Conta também com um apoio importante por parte do seu fiel público e no Estádio do Bessa não é fácil de ser derrotado. Aos poucos o Boavista vai deixando a sua marca e consolidando a sua posição entre os maiores clubes portugueses.

MERCADO DE TRANSFERÊNCIAS • ENTRADAS E SAÍDAS

mercado transferencias

Entradas: Rafael Bracalli (Arouca), André Claro (Estoril), Helton Leite (Botafogo), Koneh (Lusitânia Lourosa), Neris (Paraná), Federico Falcone (Aves), Raphael Silva (Goiás), Nwankwo Obiora (Levadiakos), Rafael Costa (Moreirense), Ibrahim, Rafael Lopes (Omonia), Matheus Índio (Estoril)

Saídas: Vágner (Qarabag), Rui Pedro (FC Porto B), Raphael Rossi (Sion), Raphael Spiegel (Winterthur), Nuno Henrique (Pafos), Vítor Bruno (Feirense), Tiago Mesquita (Feirense), Leonardo Ruiz (Sporting Sub-23), Iván Bulos, Kuca, Renato Santos (Málaga), Ibrahim Koneh.

Treinador: Jorge Simão (41 anos) – A forma como Jorge Simão agarrou na equipa, substituindo Miguel Leal, e conseguiu mudar para muito melhor o rendimento da equipa axadrezada foi algo especial.

Um Boavista que passou a ter mais golo, mesmo como visitante, e que começou a fazer do Estádio do Bessa uma autêntica fortaleza.

Também as passagens por Paços de Ferreira, Chaves e Sporting de Braga contribuíram para o amadurecimento de Jorge Simão enquanto treinador. É hoje um treinador mais capaz, mais confiante e que merece a pena seguir o seu trabalho.

EQUIPA BASE • FIGURAS DA EQUIPA • PONTOS FORTES E FRACOS

EQUIPA BASE

Algumas dúvidas no onze base que o Boavista irá apresentar. Se na baliza Bracali parece ser a escolha mais natural, até pela experiência que tem, na linha defensiva já surgem algumas dúvidas, sobretudo no eixo da defesa.

Raphael Silva e Neris têm sido os eleitos mas não podemos esquecer Sparagna um dos jogadores chave na época passada. A meio campo, o trio do miolo é quase inquestionável a sua utilização regular, Idris, David Simão e Fábio Espinho.

Nas alas, Rochinha é um jogador talentoso, e que traz a este Boavista soluções diferentes dos demais. A capacidade técnica apurada, o repentismo, a forma como encara e vai para cima do defesa, fazem dele um jogador à parte.

Deverá jogar sobre uma das alas, e depois surge a dúvida no outro flanco. Mateus já tem 34 anos, mas a espaços ainda é um jogador de grande utilidade, e há ainda Rafael Costa e André Claro. Nas alas está bem servido o Boavista.

Já como ponta de lança, não incluímos Yusupha, apesar de ser o avançado mais cotado da equipa do Bessa, mas deverá estar de partida.

Já esteve muito perto de deixar o clube, mas as negociações com o Reims falharam e regressou. No entanto, é um jogador com mercado e o mais certo é que mais cedo ou mais tarde, acabe por sair. Caso fique, será ele o ponta de lança de eleição.

FIGURAS DA EQUIPA

figuras equipa

David Simão – Um médio com escola, com experiência e que cresceu muito como jogador. Tudo o que faz fá-lo com critério e segurança, desde a missão defensiva à construção de jogo. Está feito um senhor jogador e promete ser novamente cerebral no xadrez do Bessa.

Fábio Espinho – O primeiro criativo na equipa axadrezada. Aos 32 anos é um jogador que define bem os ritmos de jogo, ataca e defende com qualidade, e tem um raio de acção amplo, fruto da sua maior liberdade de movimentos.

Rochinha – Outro jogador com escola, que saiu muito cedo para o estrangeiro, na altura para o Bolton, mas que não terá sido a melhor escolha. Tem apenas 1.72m mas muito talento. É daqueles jogadores que dá gosto ver jogar, porque tem uma panóplia de recursos técnicos e inteligência que o tornam especial.

jogos-primeira-fase

PONTOS FORTES

A base mantém-se a mesma da época passada, quer no plantel quer na equipa técnica. O entrosamento não será problema neste início de época.

O forte handicap ataque que o Estádio dos do Bessa confere ao Boavista. Uma equipa sempre muito aguerrida que tradicionalmente bate o pé, mesmo aos grandes, como se viu na temporada passada.

PONTOS FRACOS

Com um dos orçamentos mais baixos da Liga NOS, a qualidade do plantel evidencia algumas lacunas, e que poderá ainda ser mais visível se Yusupha sair.

Não será fácil fazer melhor que na época passada, não tanto pelo que o Boavista possa fazer, mas sobretudo pelo potencial que os rivais assumem.

Esse objetivo em fazer melhor, e continuar o crescimento do Boavista poderão esbarrar com a frustração de não o conseguir.

ATÉ ONDE PODE CHEGAR

aonde-pode-chegar

Como referimos, o Boavista tem de ter uma maior assertividade nas suas contratações, uma vez que está limitado a um orçamento bem mais baixo que outros clubes.

Se repetir o 8º lugar será uma boa posição, tendo em conta as limitações da equipa.

Mesmo assim o objetivo mínimo será a permanência e aí deverá ser uma manutenção tranquila.

Não percas a chance de apostar e ganhar na Liga NOS 2018/2019

Abre tua conta nas melhores casas de apostas, aproveita os bônus e boa sorte:


Autor: Duarte Pinto