Borussia Dortmund vs Real Madrid – Liga dos Campeões

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Borussia Dortmund vs Real Madrid – Liga dos Campeões

Liga dos Campeões O Borússia de Dortmund é 2º classificado do maior campeonato de futebol profissional da Alemanha e vem de uma série de 4 vitórias consecutivas, não perdendo à 7 jogos, o que revela o excelente momento de forma que este conjunto atravessa. Em termos de registos, a jogar no seu estádio, no seu campeonato nacional, apenas para comparação e até ao momento, esta equipa soma 10 vitórias, 2 empates e 3 derrotas, um registo ligeiramente superior ao do dos jogos efectuados fora do seu estádio, mas que revela que esta equipa é equilibrada e que tem conseguido, com sucesso, fazer impor o seu futebol face às demais equipas do seu campeonato, quando actua no seu estádio. Totalizando os golos deste conjunto, neste campeonato e até ao momento, o mesmo tem 74 golos marcados e 35 golos sofridos, que correspondem, respectivamente, ao 2º ataque mais eficaz e à 2ª defesa que menos golos permite, o que perfaz a 2ª melhor diferença de golos, deste campeonato. Tacticamente, esta equipa joga num 4-5-1, que pode ser descrito, na horizontal e a pormenor, como um 4-2-3-1, que tem em Robert Lewandowski o melhor marcador da equipa e o 5º melhor marcador da Liga dos Campeões, até ao momento, com 6 golos marcados em 10 jogos disputados, o que perfaz 0,6 golos por jogo e 31% do total de golos, desta equipa. Em termos de ausências, nada a registar, pelo que teremos um conjunto a 100%, nesta partida.

Onze provável do Borússia de Dortmund
Weidenfeller, Piszczek, Subotic, Hummels, Schmelzer, Bender, Gundogan, Blaszczykowski, Gotze, Réus e Lewandowski

O Real Madrid é 2º classificado da Liga BBVA e vem de uma série de duas vitórias consecutivas, onde esta equipa conseguiu marcar 6 golos e só sofrer um, o que revela o bom momento de forma que este conjunto atravessa. Em termos de registos, a jogar fora do seu estádio, no seu campeonato nacional, apenas para comparação e até ao momento, esta equipa soma 8 vitórias, 3 empates e 5 derrotas, um registo muito inferior ao do dos jogos efectuados no seu estádio e que revela que esta equipa possui um grave défice de postura, mentalidade e abordagem, em relação a este tipo de partidas. Totalizando os golos deste conjunto, neste campeonato e até ao momento, o mesmo tem 83 golos marcados e 30 golos sofridos, que correspondem, respectivamente, ao 2º ataque mais eficaz e à 2ª defesa que menos golos permite, o que perfaz a 2ª melhor diferença de golos, desta prova. Tacticamente, esta equipa joga num 4-5-1, que pode ser descrito, na horizontal e a pormenor, como um 4-2-3-1, que tem em Cristiano Ronaldo o melhor marcador da equipa e o melhor marcador da Liga dos Campeões, até ao momento, com 11 golos marcados em 10 jogos disputados, o que perfaz 1,1 golos por jogo e 47% do total de golos, desta equipa. Em termos de ausências, Arbeloa está castigado, Marcelo e Essien estão lesionados e Di Maria e Modric estão em dúvida, pelo que, certamente, apenas os 3 primeiros jogadores não poderão ser opções para o treinador, nesta partida. É também de referir que este lote de 3 jogadores certamente indisponíveis soma, no campeonato nacional, 53 jogos disputados e um golo marcado, mas havendo opções com muita qualidade para suprir estas necessidades, não espero que estas se façam, particularmente, notar, nesta partida.

Lista de convocados do Real Madrid
Guarda-Redes: Casillas, Diego López, Adán e Jesús
Defesas: Varane, Pepe, Sergio Ramos, Fábio Coentrão, Albiol, Carvalho e Nacho
Médios: Xabi Alonso, Khedira, Özil, Kaká, Modric, Callejón, Di María e Casemiro
Avançados: Cristiano Ronaldo, Benzema, Higuaín e Morata

Onze provável do Real Madrid
Diego López, Sérgio Ramos, Varane, Pepe, Fábio Coentrão, Khedira, Xabi Alonso, Di Maria, Ozil, Cristiano Ronaldo e Higuaín

É esperada uma temperatura a rondar os 20 graus, à hora do jogos, sem possibilidades de chuva e com uma sensação térmica a rondar, também os 20 graus, o que, certamente, ajudará a manter os níveis físicos dos jogadores, durante toda a partida, e portanto, também os níveis de espectacularidade deste jogo a contar para a primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões sairão beneficiados.
Em confronto teremos, então, o 2º classificado do maior campeonato de futebol profissional da Alemanha contra o 2º classificado do maior campeonato de futebol profissional de Espanha, pelo que, desde logo, o favoritismo para vencer este encontro está, muito ligeiramente, do lado da equipa da casa, uma vez que a mesma vem de uma excelente série de resultados mas encontrará pela frente uma equipa que se encontra totalmente dedicada a esta competição e que se tem vindo a poupar no campeonato para puder competir ao mais alto nível, o que tem demonstrado ter resultado em algumas partidas. Em termos de comparação táctica, teremos as duas equipas a jogar num 4-5-1, ou mais propriamente, num 4-2-3-1, o que faz com que seja de prever um equilibrio posicional e numérico de jogadores a meio-campo, o que deixará os desiquilibrios deste jogo para os planos físicos, técnicos, de eficácia ofensiva, capacidade de criação de linhas de passe e de desmarcações e da eficácia na conversão dos lances de bola parada, onde estas duas equipas são, na minha opinião, certamente umas das 8 melhores equipas a actuar na Europa, mas onde, estando os dois conjuntos a 100%, consigo identificar alguma superioridade no conjunto espanhol, vantagem esta que, devido ao factor-casa da equipa bávara, certamente se anulará.
Teremos então em campo duas equipas que já não possuem quaisquer hipóteses de almejarem algo mais que não seja o 2º lugar da tabela classificativa dos seus respectivos campeonatos e teremos, também, em campo, duas equipas que são dotadas de alguns dos jogadores mais criativos e fantásticos que a Europa pode, actualmente observar. Após uma derrota de 4-0 frente ao Bayern, o Barcelona certamente conseguiu motivar os pupilos espanhóis de Mourinho a conseguirem representar, condignamente, a nação espanhola, pelo que será de esperar, também, um jogo onde, apesar dos muitos e bons momentos criativos que iremos assistir, serão também travadas algumas das iniciativas destas duas equipas, uma vez que não faz muito parte da génese destes dois conjuntos deixarem jogar o adversário sem comporem ou restruturarem a sua defesa, em situações de defesa posicional. O Borússia vem para esta partida com um plantel altamente motivado e sem ausências de relevo, o que confere, além do factor-casa, uma vantagem a este conjunto, ao passo que a equipa visitante está privada de Essien, naquela que é a baixa certa mais importante das 3 para esta partida, que após se ter lesionado frente ao Galatasaray, na segunda mão dos quartos de final desta Liga dos Campeões, certamente fez suspirar o seu treinador, pois faz o lugar de lateral direito de uma forma que Sérgio Ramos nem Arbeloa, a meu ver, conseguem suplantar, o que irá permitir a Réus subir bastante na linha, ajudado através de triangulações e passes longos ou de profundidade por Gotze, o que, certamente, irá requerer algum esforço adicional ou de Di Maria, em dúvida para esta partida, ou de Modric, outro grande candidato ao lugar do mesmo, mas o que provocará, também e certamente, algumas faltas pelo lateral escolhido pelo treinador português.
Ainda assim, acredito num Real transformado em relação ao que tem sido no campeonato espanhol, fora do seu estádio e, por exemplo, também na segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, com esta equipa a tentar ser bastante consistente defensivamente e a tentar usar a velocidade das transições e as situações de bola parada como os principais meios para puderem chegar à baliza contrária. É também de referir que a equipa do Dortmund também é particularmente dotada neste plano, assim como o da conversão dos lances de bola parada, pelo que este será um jogo, certamente, entre duas equipas que possuem mais ou menos os memos atributos e pontos fortes, ainda que com jogadores tão diferentes.
Assim sendo e para a escolha do meu prognóstico, optei pelo mercado de golos, pois apenas por uma vez, nos 4 encontros que estas equipas realizaram para a Liga dos Campeões, não houve mais de 2,5 golos entre estas duas equipas, tendo havido, em um encontro, mais de 3,5 e noutro amigável, mais de 4,5, que excluirei por a natureza não ser de ordem semelhante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
3,5 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.