Boston Celtics @ New York Knicks – NBA

Aposta Ganha / Prognósticos NBA e Basket / Boston Celtics @ New York Knicks – NBA

NBABoston Celtics – Terminaram a época regular num modesto sétimo lugar na conferência este, depois de muitos problemas de lesões de algumas das suas principais figuras.

Ganha destaque a longa ausência do base Rajon Rondo, que nem tão cedo regressará ao court, para além da do rookie Jared Sullinger, precisamente na fase da temporada em que mais estava a evoluir. Com estes dois afastamentos, o jogador que mais sobressaiu foi Jeff Green, regressado este ano após uma operação ao coração na época anterior.

Na época regular conseguiram 41 triunfos e 40 derrotas, ficando com um jogo em branco, contra os Indiana Pacers, devido à tragédia que ocorreu na maratona de Boston há pouco tempo. Nos jogos fora, não foram além de um pobre 14-27.

No primeiro jogo da série contra New York, os Celtics fizeram uma excelente primeira parte, conseguiram sempre manter-se no jogo até ao intervalo, onde até lideravam por 53-49.

Na segunda etapa, não foram além de 25 pontos marcados, o que é pouquíssimo para 24 minutos de basquetebol. Dessa primeira exibição, destaco os contributos de Jeff Green (26 pontos, 7 ressaltos, 3 bloqueios), Paul Pierce (21 pontos, 5 ressaltos, 7 assistências), Avery Bradley (15 pontos, 4 assistências, 4 roubos de bola) e Brandon Bass (10 ressaltos).

Outra das grandes figuras da equipa, Kevin Garnett, contribuiu bem nos ressaltos (9) e nas assistências (4), mas pontuou bastante baixo (8). O que matou a equipa para o jogo foi a fraquíssima percentagem de lançamento na segunda parte, ao que se juntam os 20 turnovers cometidos em todo o jogo.

Sem Rondo, os Celtics sabem que não têm o mesmo potencial do que com o seu base disponível e não podem baixar os braços. Com quatro jogos fora e apenas três em casa nesta série, estão obrigados a ganhar no Madison Square Garden para poder seguir em frente e acredito que Doc Rivers aposte bastante no jogo desta noite para fazer o 1-1 e assim equilibrar a eliminatória.

New York Knicks – Foram segundos classificados na conferência este, apenas atrás dos campeões em título Miami Heat, com 54-28 de record. Não primaram pela maior das regularidades durante a época regular, mas quando foi necessário imporem-se e serem fortes, foram-no.

Destaco a série de 13 vitórias consecutivas na recta final da fase regular, apenas interrompida em Chicago, contra os Bulls que também já tinham parado as 27 dos Heat não muito tempo antes.

Nos últimos 18 jogos da época, só perderam em Chicago e Charlotte, fazendo por isso 16-2 nesse período. A época ficou ainda “manchada” pela ausência de muitos jogadores importantes em bastantes jogos (Carmelo, Stoudemire, Raymond Felton, Tyson Chandler, Iman Shumpert, etc), algo que Mike Woodson conseguiu contornar na perfeição, já que melhor que o segundo lugar no Este era muito, muito difícil, até porque Miami está a ter um ano excelente.

No game 1 da série contra Boston, os Knicks ganharam por 85-78 e entraram da melhor forma numa eliminatória em que são favoritos e dificilmente serão eliminados, penso eu.

Na primeira parte ainda deram algum avanço aos Celtics, sempre sem perder o controlo do jogo como é lógico, e na segunda foram completamente arrasadores, principalmente no aspecto defensivo (36 pontos marcados em 24 minutos também não é nada de especial), limitando o adversário a uns míseros 8 pontos no último período do jogo e com Carmelo Anthony (36 pontos, 6 ressaltos, 4 roubos de bola) em grande forma, tal como já nos tinha habituado no final da época regular.

Destaque ainda para Raymond Felton (13 pontos, 6 assistências, 2 roubos de bola, 1 bloqueio) e J.R. Smith (15 pontos, 2 roubos de bola, 1 bloqueio). Também o veterano Kenyon Martin (10 pontos, 9 ressaltos, 2 bloqueios) apareceu do banco em grande nível, ajudando uma equipa que viu em Tyson Chandler (0 pontos, 5 ressaltos) um elemento a menos, muito devido à sua baixa condição física nesta altura.

Hoje, os Knicks procuram o 2-0 e têm em Carmelo Anthony as suas grandes esperanças para o ataque. Sem Chandler ao seu melhor nível, a equipa tem de se esforçar mais a nível colectivo a defender, tal como fizeram na segunda parte do primeiro jogo, e penso que podem ganhar um jogo que, suponho, será muito disputado e rasgadinho.

Enorme ambiente nas bancadas do Madison Square Garden no jogo 1 da série entre Boston e New York. Creio que hoje o público terá uma “prestação” idêntica e isso poderá ajudar a resolver um jogo que prevejo muito bem disputado e muito mais equilibrado do que os bookies pensam a esta altura. Durante a primeira parte do primeiro jogo, vi uns Celtics extremamente unidos em torno do que poderão fazer, com Jeff Green em grande plano e Paul Pierce a surgir a um nível melhor do que o que exibiu na fase regular da época, também pelo ambiente que se vive neste tipo de jogos, sempre propício a grandes exibições dos grandes e mais experientes jogadores.

Creio que hoje Kevin Garnett aparecerá a muito melhor no jogo interior, até porque Chandler não deverá estar, novamente, em grande forma física e o poste dos Celtics tem a obrigação de conseguir muito melhor que apenas 8 pontos. Depois de uma terrível segunda parte no game 1 na fase ofensiva do seu jogo, o treinador Doc Rivers deverá ter trabalhado bastante esse foco e parece-me que hoje os Knicks não terão a vida tão facilitada quanto isso, até porque em certos momentos do jogo não têm a maior das agressividades a defender e isso contra uma equipa que sabe que tem de ganhar fora para poder seguir em frente e que se une bastante como colectivo e joga na raça (Avery Bradley é o melhor exemplo) poderá custar caro, se não tiverem a “sorte” de um apagão na equipa forasteira, tal como aconteceu no primeiro jogo.

À imagem dessa mesma partida, parece-me que o jogo iniciará com um ritmo igualmente alto, até porque os Knicks jogam em casa e é esse o seu estilo de jogo, muito mais acelerado do que o dos Celtics, que se o tiverem de fazer também não jogam mal assim.

Escolho por isso, além do handicap de Boston, um over total de pontos que oferece uma linha relativamente baixa para a primeira parte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
3,5 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.