Prognósticos para Apostas Desportivas Online - Aposta Ganha

Brasil Mundial 2018 – Guia e Análise

Brasil Mundial 2018 - Guia e Análise

Brasil Mundial 2018 – Guia e Análise

Trajeto na qualificação:

A Seleção Brasileira passou por uma severa metamorfose depois da tragédia (ao menos para os brasileiros) que aconteceu em 2014, e agora vem o mundial 2018

Quando perdeu por 7-1 para a também poderosa Alemanha. Após este jogo houve uma forte onda de críticas ao comandante (Luís Felipe Scolari, na época) e ao grupo de jogadores, e a partir dali mudanças drásticas foram vistas no comando técnico e consequentemente no grupo de jogadores.

O técnico Dunga foi novamente colocado no cargo, e com ele veio uma ideia de que precisava renovar tudo, foram chamados jogadores no mínimo questionáveis em relação a sua capacidade técnica.

A torcida em sua maioria era contrária ao modo do time jogar, fugindo das características histórias de futebol vistoso, virando um time mais pragmático, que muitas vezes não conseguia dominar adversários mais fracos.

Com isso vivia em constante pressão, e refletiu dentro do campo, fazendo a pior Copa América da história sendo eliminado nas quartas-de-final para a fraca seleção peruana.

O COMEÇO NAS ELIMINATÓRIAS

Ainda com Dunga no comando, o Brasil começou mal nas eliminatórias, em 6 partidas conquistou apenas uma vitória.

Chile 2 x 0 Brasil
Brasil 3 x 1 Venezuela
Argentina 1 x 1 Brasil

Brasil 3 x 0 Peru
Brasil 2 x 2 Uruguai
Paraguai 2 x 2 Brasil

Nesse período Dunga apostava em um time de forte marcação e transição ofensiva muito rápida, não dava tão certo, não conseguia dominar e controlar o jogo, e sofria muito com as agressões do adversário.

Apostava em jogadores medianos, como Elias, Oscar e Hulk. Não tinha um meio-campo criativo, de passe qualificado, era basicamente veloz, vertical, e pouco criativo.

Sua última partida no comando, no empate contra o Paraguai, um time ainda muito pouco criativo no meio-campo, se apoiando basicamente em marcação, com Renato Augusto, Fernandinho e Luís Gustavo e apostando novamente na velocidade e verticalidade dos extremas, com Douglas Costa e William.

Os maus resultados no início das eliminatórias, a eliminação precoce na Copa América, o futebol com pouquíssimo brilho, convocações questionáveis e o péssimo relacionamento com a imprensa, fizeram com que o capitão do tetra deixasse o comando da Seleção Brasileira, abrindo espaço para uma unanimidade nacional, Tite.

O INÍCIO DA ERA TITE

Foram 11 jogos no comando pelas eliminatórias, confira abaixo a relação de partidas com nenhuma derrota:

Equador 0 x 3 Brasil
Brasil 2 x 1 Colômbia
Brasil 5 x 0 Bolívia
Venezuela 0 x 2 Brasil
Brasil 3 x 0 Argentina
Peru 0 x 2 Brasil

Uruguai 1 x 4 Brasil
Brasil 3 x 0 Paraguai
Brasil 2 x 0 Equador
Colômbia 1 x 1 Brasil
Bolívia 0 x 0 Brasil

O time ganhou outra formação, um 4-1-4-1 que conseguia marcar muito forte com um tripé no meio-campo formado por Casemiro, Paulinho e Renato Augusto, e muita chegada a frente com os dois últimos se somando a William, Neymar e Gabriel Jesus.

A zaga também mudou, Alisson se firmou como goleiro titular, Miranda e Marquinhos na zaga e os melhores laterais do mundo dando show com Daniel Alves e Marcelo. Posteriormente Coutinho entrou nesse time revezando com William e Renato Augusto.

Jogadores em Destaque: Neymar – PSG

Como não poderia deixar de ser, Neymar é o grande destaque desse time.

Neymar

Embora esteja voltando de lesão, ainda é a referência técnica dentro de campo, e o time joga de uma maneira que potencializa suas qualidades.

É um jogador muito rápido, inclusive com a bola sob o domínio, ágil e habilidoso.

Bate com os dois pés, bom batedor de faltas.

Sabe jogar pelas extremas e também por dentro e uma de suas maiores qualidades: ser quase impecável no 1 contra 1 (às vezes até mesmo com dois ou mais adversários).

Jogadores em Destaque: Paulinho – Barcelona

Embora tenha muitos jogadores de ponta a nível mundial que poderiam ser aqui citados, escolho o meio-campo Paulinho como o segundo destaque.

Paulinho

Todos sabem da habilidade e potencial de jogadores como Marcelo, William e Philippe Coutinho, mas Paulinho arrumou esse time.

É um jogador muito forte, e ao mesmo tempo com boa mobilidade, intenso na marcação.

Muito bom na bola aérea ofensiva e defensiva, chega com frequência e muita qualidade dentro da área do adversário e tem faro de gol

já marcou 12 gols com a camisa da Seleção, sendo o segundo maior artilheiro em atividade, perdendo apenas para Neymar com 53.

O Comandante

Tite – Adenor Leonardo Bacchi, o Tite, foi praticamente aclamado pelo povo brasileiro para comandar a seleção.

Tite

Iniciou sua carreira a nível nacional no Grêmio, onde foi reconhecido como um excelente estrategista.

Vencendo uma Copa do Brasil, e anos mais tarde brilhando como técnico do Corinthians, campeão brasileiro, da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes.

Naquele momento mais uma metamorfose, a seleção que vinha muito questionada, foi renovada, e já na primeira convocação gratas novidades pro futebol brasileiro e mundial.

Nomes como Alisson, Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho e o jovem Gabriel Jesus, se firmaram nas chamadas do treinador, e a partir de então mudou completamente o jeito do Brasil jogar.

jogos-primeira-fase

Pontos Positivos

Como já citei, é um time que proporciona muitas variações, tem jogadores capazes de jogar em mais de uma posição, time muito rápido, com grande potencial ofensivo, que consegue exercer uma forte marcação, além de individualmente ser uma das melhores seleções dessa Copa.

Tite montou um time capaz de marcar muito forte, transições muito rápidas, muitas trocas de posição, com os extremas e laterais por vezes jogando por dentro, e os meias ingressando na área, e um time técnico, com muita habilidade de jogar em espaços curtos e virada de lado pra atacar em velocidade.

Pontos Negativos

Um dos pontos negativos ao meu ver, é que tem uma certa dificuldade quando joga contra times de imposição física, que se propõe apenas em marcar.

Aquelas famosas linhas de 5, que tem alguns brutamontes na frente do gol, tira um pouco do espaço pra velocidade, e Gabriel Jesus como centroavante perde bastante na parte física.

Tem algumas opções no banco, como Firmino, mas ao meu ver não tem um jogador que mude totalmente seu modo de jogar, e isso pode ser uma dificuldade.

De última hora perdeu uma peça importantíssima para o time. O lateral direito Daniel Alves sofreu uma lesão no joelho, na final da Copa da França, e foi cortado. Neymar que se recupera de lesão é presença garantida na Copa.

Análise dos jogos da Primeira Fase

Brasil Mundial 2018 - Guia e Análise

Brasil vs Suiça – 17/06/2018 – 19:00 – Rostov Arena – Rostov

A Suíça conhecidamente tem uma característica defensiva importante.

Na Copa de 2006 não sofreu um gol sequer até cair nas oitavas para a Ucrânia. Na Copa de 2014 caiu também nas oitavas para a argentina na prorrogação por 1-0.

Chego depois de repescagem, não é tecnicamente uma seleção que se imponha diante do Brasil.

Deve apostar numa forte marcação e contra-ataques.

Acredito em uma vitória, sem grande vantagem no marcador, mas a maior qualidade e individualidade devem prevalecer, já que a bola deve ficar quase o tempo inteiro com o Brasil, e a maior dificuldade vai ser furar esse bloqueio.

Brasil vs Costa Rica- 22/06/2018 – 12:00 – Saint-Petersburg Stadium -St. Petersburg

Foi uma das sensações da última Copa, eliminando seleções gigantes como Uruguai e Itália.

Seu jogador mais conhecido é Keylor Navas, titular do Real Madrid. Chegou até a Copa após se classificar num hexagonal da Concacaf, tendo em destaque a goleada na seleção dos Estados Unidos por 4-0.

Assim como os suíços, joga num esquema bem resguardado, um 4-5-1, aposta em contra-ataques.

Mas não tem muita qualidade, normalmente passa o maior tempo sem a bola, e tem um menor potencial defensivo que o primeiro adversário.

Deve mais uma vez ter uma vitória brasileira, dessa vez com um placar mais tranquilo.

Brasil vs Sérvia – 27/06/2018 – 19:00 – Otkrytiye Arena – Moscou

A Sérvia trocou seu comandante após a disputa das eliminatórias, saiu Slavoljub Muslin e entrou Mladen Krstajic. O time é uma incógnita, não teve grandes dificuldades nas eliminatórias, um grupo fraco em que a Irlanda foi seu principal adversário.

Tem como destaque o lateral-esquerdo Kolarov (Roma), o meio-campista Matic (Manchester United), o meio-campista Maksimovic (Valencia), e o atacante Milinkovic-Savic da Lazio.

Esse jogo vai ser o decisivo, então depende muito de como as duas seleções chegam nesse momento.

Em condições normais o Brasil é amplo favorito, ainda mais se os sérvios precisarem buscar o resultado positivo, seria um jogo que os brasileiros teriam mais espaço.

Acho que o Brasil pode fechar com 100% de aproveitamento, mas as condições desse jogo depende muito dos placares anteriores.

Até Onde pode Chegar

aonde-pode-chegar

Tenho certeza absoluta que o potencial técnico desse elenco propicia que possam chegar até as fases finais.

Eu apostaria no título, dividindo o favoritismo com Alemanha e Espanha, ao meu ver.

Devemos analisar como se comporta o time com a volta recente de Neymar de uma lesão, e da ausência de Daniel Alves, que além de grande lateral, é uma das lideranças desse elenco.

Não percas a chance de apostar e ganhar neste Mundial.

Abre tua conta nas melhores casas de apostas, aproveita os bônus e boa sorte.


Autor: Douglas10

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *