Casas de apostas podem perder licença

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Casas de apostas podem perder licença

O governo do Reino Unido vai atacar forte as empresas que exploram os jogos de fortuna e azar, estão mesmo sob o risco de perderem as licenças e podem vir a ser-lhes aplicadas multadas elevadas. Caso não conseguirem resolver os problemas da lavagem de dinheiro e claro os elevados números do vicio do jogo.

A Gambling Comission (GC) irá ainda este mês explicar de que forma irá fiscalizar as casas de apostas, casinos e jogo online. Esta nova posição surge num ano em que as empresas de jogos de azar revelaram dificuldades em lidar com a lavagem de dinheiro e o vicio do jogo.

O regulador ainda não publicou detalhes sobre estas novas medidas, mas já avisou as empresas do setor de que a fiscalização será a partir de agora mais apertada.

A diretora-executiva da GC, Sarah Harrison, referiu: “uma tremenda falta de curiosidade e pior, uma cultura de liderança que coloca os ganhos à frente do cumprimento”.

Harrison que é diretora-executiva desde 2015 não se ficou por aqui e ainda acrescentou que as empresas do setor poderiam perder a licença e ficarem sem puder operar no Reino Unido.

“Iremos colocar tudo na mesma equação, incluindo a renovação da licença, o Parlamento deu-nos instrumentos de regulamentação por alguma razão…” – Sarah Harrison

No ano passado a GC elaborou acordos voluntários com empresas como a Paddy Power que teve de pagar 320 mil euros por ter
encorajado um jogador viciado até que este tivesse perdido o emprego, a casa e a custódia dos seus filhos.

Casas de apostas de podem perder licença

A Betfred pagou em acordo cerca de 915 mil euros depois de ter falhado no controlo de lavagem de dinheiro após ter aceitado dinheiro roubado de um cliente “VIP”. Noutro caso semelhante a Coral teve de pagar cerca de 1 milhão de euros devido a um cliente também “VIP” que usava o dinheiro que tinha roubado para alimentar o seu vicio.

O regulador não irá permitir que as empresas passem meses a tentar acordos voluntários de compensação quando estas não cumprem com as regras. Os acordos demoravam meses e meses até estarem concluídos.

A deputada Carolyn Harris aplaudiu o regime mais apertado e destacou os controversos terminais fixos (FOBTs) que permitem a um apostador perder cerca de 100£ (cerca de 115€) a cada 20 segundos.

Em dezembro já tinha sido entregue ao governo britânico um relatório que aconselhava a que valor máximo a ser apostado nessas mesmas máquinas seria de 2£ (cerca de 2,29€).

É mais um passo que o governo britânico dá após se saber que o vicio do jogo custa aos cofres britânicos cerca de mil e quatrocentos milhões de euros por ano.

Em 2015 os apostadores britânicos perderam no jogo um valor recorde de 3 mil milhões de euros. Em 2016 bateu-se o recorde de gastos por parte das casas de apostas em publicidade televisiva, mais de 185 milhões de euros.

Fonte: The Guardian 1/ The Guardian 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Casas de Apostas
Luckia

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Nossa Aposta

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Betclic

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Bet.pt

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Betway

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.

ESC Online

Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.

Betano

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.