Protagonista de uma das maiores novelas de um verão marcado pelo período atípico referente ao mercado de transferências, Edison Cavani já foi anunciado oficialmente como reforço do Manchester United. Pela Europa fora, surgiram mais algumas transferências de última hora que prometem gerar forte impacto nos clubes, a nível financeiro, mas também desportivo, como tentaremos perceber de seguida.

CAVANI AO LADO DE BRUNO FERNANDES EM OLD TRAFFORD

Confirmou-se a previsão generalizada e da qual partilhava com grande crença a minha opinião. A caminhar para uma fase descendente da sua carreira, mas ainda com plenas condições técnicas – e físicas? – para atuar ao mais alto nível, Cavani esperou pelas últimas horas do mercado para escolher o seu destino.

Apontado de forma insistente – e até massiva – ao Benfica de Jorge Jesus durante largas semanas, o internacional uruguaio acabou por rumar ao Manchester United, optando pela Premier League, após sete anos ao serviço do PSG na Ligue 1.

Terão sido recusadas propostas do mercado sul-americano, bem como árabe e asiático, havendo rumores de que Cavani auferirá um salário limpo na ordem dos 12 milhões de euros anuais em Old Trafford, onde aumentará, em qualidade e quantidade, as opções de Solskjäer para o eixo do ataque.

ARSENAL BATEU CLÁUSULA DE 50 MILHÕES DE THOMAS PARTEY

No mesmo dia em que anunciou a dispensa do funcionário que vestia a pele da mascote Gunnersaurus como medida de contenção de custos – notícia que levou a uma onda de contestação nas redes sociais, de tal forma que Özil veio a público declarar que assumirá os custos da continuidade de Jerry Quy –, o Arsenal protagonizou a transferências mais cara do último dia do mercado nos principais campeonatos europeus.

ARSENAL BATEU CLÁUSULA DE 50 MILHÕES DE THOMAS PARTEY

Thomas Partey, médio ganês de 27 anos que pertencia aos quadros do Atlético Madrid, rumou ao Emirates, a troco dos 50 milhões de euros inscritos na cláusula de rescisão, a que o Arsenal se propôs pagar, sem deixar de incluir no negócio a cedência por empréstimo do uruguaio Lucas Torreira ao Atlético.

CHIESA REFORÇA JUVENTUS E SEGUE A RECENTE MODA RECENTE DOS EMPRÉSTIMOS

Valor de qualidade indiscutível e já confirmada, talvez expoente máximo da última vaga de jogadores italianos acima dos 20 anos de idade, Federico Chiesa está de saída da Fiorentina para rumar à hegemónica Juventus, onde partilhará o balneário, claro está, com Cristiano Ronaldo.

Um reforço de peso para Andrea Pirlo, que vê o jogador abandonar Florença num acordo que prevê o empréstimo durante duas épocas, num período findo o qual estará fixada uma cláusula de compra obrigatória na ordem dos 50 milhões de euros.

Quem não viu com bons olhos a mudança de cores por parte do jogador formado na Fiorentina – clube único que representou ao longo da sua carreira – foram os adeptos do clube viola, que insultaram Chiesa à saída das instalações onde o extremo realizou os testes médicos, em Florença, antes de ficar oficializada a mudança para Turim.

BAYERN ARRUMOU A CASA PRÓXIMO DO ‘DEADLINE’

Campeão europeu e alemão em título, o Bayern Munique foi um dos clubes particularmente mais ativos nas últimas horas do mercado de transferências do Velho Continente.

Apontado à Premier League, onde teria Manchester United e Wolves como principais interessados, o brasileiro Douglas Costa acabou por sair da Juventus rumo ao Bayern, a título de empréstimo.

Hansi Flick passa, assim, a contar com qualidade redobrada para as alas do seu ataque, onde já tem como pesos pesados nomes como Sèrge Gnabry, Leroy Sané ou Kingsley Coman.

BAYERN ARRUMOU A CASA PRÓXIMO DO ‘DEADLINE’

A Douglas Costa juntou-se um negócio de última hora e com uma forte dose de surpresa associada. Choupo-Moting trocou, a custo zero, os franceses do PSG, onde nunca se conseguiu impor realmente, para rumar a Munique, voltando, aos 31 anos, à Bundesliga, onde passou a grande parte da sua carreira (ao serviço de Mainz e Schalke 04).

Já depois de garantir o espanhol Marc Roca junto do Espanyol (por cerca de nove milhões de euros), os bávaros anunciaram ainda a contratação do lateral-direito Bouna Sarr, que vestia as cores do Marselha de André Villas-Boas, por 10 milhões de euros, cabendo ao jovem Michaël Cuisanse fazer o trajeto inverso, por empréstimo.

BARCELONA NÃO CONSEGUIU PAGAR DEPAY AO LYON

Pedido expresso de Ronald Koeman, que orientava o jogador na seleção da Holanda antes de rumar à Catalunha, Memphis Depay continuará mesmo ao serviço do Lyon, à entrada para o último ano vigente no contrato que o liga ao clube francês.

Tudo porque, segundo o ‘De Telegraaf’, o Barcelona não conseguiu garantir o encaixe necessário para cobrir os… 25 milhões de euros exigidos pelo Lyon para libertar Depay.

Relacionado com o falhanço do negócio, estará o facto de os catalães não terem conseguido colocar Ousmane Dembélé, jovem extremo contratado em 2017 ao Borussia Dortmund por 130 milhões de euros e que tem, agora, valor de mercado fixado em 56 milhões, segundo o Transfermarkt.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
Solverde Apostas

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.

Luckia

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Nossa Aposta

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Betclic

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Bet.pt

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Betway

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.

ESC Online

Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.

Betano

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.