Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Champions não regressa no momento ideal para o FC Porto

As últimas semanas têm sido complicadas para o FC Porto que, para além de perder a Final da Taça da Liga, viu o Benfica encostar no topo da Liga Portuguesa e ainda perdeu um dos seus jogadores mais influentes – Moussa Marega – por lesão.

Portanto, este é um momento algo conturbado para o Dragão e uma deslocação ao Stadio Olimpico de Roma não chega propriamente em boa fase.

FC Porto: Uma quebra inesperada

Há precisamente um mês, o Futebol Clube do Porto comandava destacadamente a Liga Portuguesa e somava mais sete pontos que o seu mais directo rival Benfica, porém um mês volvido e temos a equipa de Sérgio Conceição com apenas um ponto de margem sobre os lisboetas no topo da Liga Portuguesa.

Champions não regressa no momento ideal para o FC Porto

Numa fase mais exigente do calendário que conteve quatro saídas em cinco jornadas, os Dragões deixaram seis pontos com empates em Alvalade, Guimarães e Moreira de Cónegos e estão agora sob grande pressão do pujante Benfica que vem vencendo e convencendo nas últimas semanas sob a batuta de Bruno Lage.

Também na Taça da Liga – prova que o Porto ainda não venceu – a equipa viria a claudicar diante do Sporting quando poucos o previam, numa exibição onde foram melhores que os sportinguistas, mas não o suficiente para vencer o embate em Tempo Regulamentar, algo que viriam a lamentar nas Grandes Penalidades.

Mas os problemas não têm sido exclusivamente extraídos dos resultados obtidos em campo, pois a lesão de Moussa Marega também chateia bastante a formação azul e branca.

O maliano é o jogador envolvido em mais lances de golo da formação portista e a sua ausência foi imediatamente notada nas últimas duas partidas, com o Porto a ficar em branco frente ao Vitória SC e quase a repetir a dose frente ao Moreirense – Hector Herrera marcou já para lá dos 90 minutos.

Esta quebra de rendimento portista acaba por ser um pouco inesperada numa formação que vinha dando claros sinais de grande autoconfiança e consistência pelo que nova derrota na Taça da Liga pode ter abanado os alicerces da coesão da formação de Sérgio Conceição.

As próximas semanas serão particularmente importantes no sentido de perceber se o Porto ultrapassa rapidamente esta fase menos feliz ou se pelo contrário permite a ultrapassagem do embalado

‘Ferrari encarnado’.

Daqui a três jornadas da Liga, o FC Porto recebe o Benfica no Estádio do Dragão e grande parte das contas do título podem passar por aí, tornando-se essencial aos portistas seguir em rota vitoriosa até esse enorme confronto.

Um cilindro a esmagar tudo à sua volta

Numa fase em que o Porto finalmente revelou alguns sinais de vulnerabilidade, o Benfica decidiu tirar total partido disso encurtando distâncias de sete para um ponto em apenas cinco jornadas.

Motivados pela nova dinâmica imposta pelo técnico Bruno Lage, o Benfica tem deslumbrado pelo seu futebol simples e muito forte na transição.

Para além dos dois triunfos frente ao Sporting em apenas três dias, a formação encarnada espantou o mundo do futebol na noite passada ao golear o Nacional por 10-0 numa exibição avassaladora que terá deixado os jogadores madeirenses muito envergonhados e embaraçados.



A eficácia benfiquista combinada com a passividade e apatia dos nacionalistas originou um resultado que o clube não alcançava desde 1964, e terá servido de alerta para os próximos adversários do Benfica.

O extraordinário momento de forma do Benfica continua a ter repercussões nas Casas de Apostas que continuam a equilibrar as cotações de Porto e Benfica na luta pelo título. Os Dragões continuam favoritos a 1.54 tendo subido dos 1.34 com que eram cotados antes dos encontros do fim-de-semana.

Já o Benfica, voltou a descer consideravelmente dos 3.10 até aos 2.55 de acordo com a Bet.pt .

O Sporting Clube de Braga que bateu o Desportivo de Chaves após reviravolta no marcador (2-1) continua à espreita de brechas e está a somente dois pontos da liderança, no entanto as suas hipóteses continuam a ser algo relativizadas, estando actualmente cotados a 12.25 face aos 14.25 com que encerraram a jornada anterior.

AS Roma em retoma

O FC Porto joga já esta terça-feira em Roma em partida da primeira mão dos Oitavos de Final da Liga dos Campeões a UEFA, e se do lado dos portistas o momento não é o melhor, os romanos orientados por Eusebio Di Francesco atravessam uma fase de retoma após um péssimo início de campanha.

A AS Roma não perde há seis jornadas na Liga Italia, somando quatro triunfos nesse período e relançando-se na luta por um lugar de acesso à Liga dos Campeões da próxima temporada.

AS Roma

Ainda assim, e pelo meio desse bom momento na Serie A, a Roma foi humilhada na Copa de Itália ao perder por escandalosos 7-1 na casa da Fiorentina. Esse foi um resultado que ilustrou a temporada romana até ao momento, já que se trata de uma equipa altamente irregular, capaz do melhor e do pior, semana após semana.

De qualquer forma, esse pode ter sido apenas um acidente de percurso e a Roma já provou na época anterior ser uma ameaça em termos europeus quando afastou o Barcelona nos Oitavos de Final da prova.

Os comandados de Di Franscesco possuem um plantel de grande qualidade onde podemos destacar Edin Dzeko, Javier Pastore ou Aleksandar Kolarov.

A Roma qualificou-se com relativa facilidade num grupo ganho pelo Real Madrid onde CSKSA de Moscovo e Viktoria Plzen eram claramente os elos mais fracos. Agora, a formação italiana procura largar na frente da eliminatória diante do Porto com as Casas de Apostas a apontá-los claramente à vitória.

A Betclic oferece 2.07 por uma vitória romana no Stadio Olimpico esta terça-feira, enquanto uma surpresa portista está avaliada em tentadores 3.80. O Empate – que nesta situação específica seria benéfico para os dragões – encontra-se a pagar 3.40.

PSG desfalcado em Old Trafford

O outro jogo desta terça-feira na Liga dos Campeões é um verdadeiro ‘jogaço’ entre Manchester United e Paris Saint-Germain.

Numa fase em que o rejuvenescido United de Ole Gunnar Solskjaer vai encantando com o seu futebol de ataque e acumulando vitórias a cada partida, é o PSG de Thomas Tuchel quem parece chegar mais vulnerável a este confronto.

Se o simples facto de não poder contar com Neymar já deveria tirar o sono ao treinador alemão, as notícias vindas deste fim-de-semana após o embate com o Bordéus dificilmente poderiam ser piores.

Edinson Cavani saiu lesionado desse encontro e o clube já confirmou que a lesão é suficientemente grave para afastar o atacante uruguaio desta importante partida. Thomas Meunier é outra baixa resultante do embate da Ligue 1 deste sábado.

neymar cavani

Assim, a formação parisiense não conta com dois dos elementos do seu mágico tridente ofensivo, sobrando apenas Kylian Mbappé da formação original. Angel Di Maria deve ter assim uma oportunidade de figurar no onze inicial com Choupp-Moting ou Julian Draxler a completarem o trio de ataque para este embate.

Perante isto, e com os Red Devils praticamente na máxima força e a terem poupado algumas das suas estrelas no fim-de-semana na vitória em casa do Fulham por 3-0 é normal que a equipa da casa seja apontada como favorita a vencer o encontro a 2.30.

Com jogadores como Marcus Rashford, Paul Pogba ou Alexis Sanchez completamente transfigurados para melhor desde a saída de José Mourinho e a chegada do técnico norueguês, o Man Utd entrará altamente galvanizado e motivado ao passo que o PSG entra com uma equipa remodelada e sem o tipo de ameaça que poderia causar algum receio nos ingleses.

Mercados continuam a respeitar parisienses

Apesar das baixas de vulto que a equipa do PSG terá para o confronto com o Manchester United, as Casas de Apostas continuam a cotar a formação francesa como quarta favorita a vencer a Liga dos Campeões 2018/19 a 7.50 na casa de apostas Esc Online .

Sim, essa cotação já foi inferior (6.75) mas creio que não derivou assim tanto em face das notícias que têm vindo a lume.

O Manchester United, por exemplo, que é uma das equipas em melhor forma na Europa atualmente, e que viu uma janela de oportunidade ser aberta com as lesões nos parisienses, continua a negociar a 27.25 como 11ª favorita ao título, algo que me parece manifestamente exagerado nesta fase.

É certo que a tarefa dos Red Devils não será fácil e que a sua prioridade até pode ser garantir um lugar no top-4 da Liga Inglaterra, no entanto é impossível não estranhar que as cotações se mantenham quase inalteradas com as notícias mais recentes.

O PSG sem Neymar Jr e Cavani perde grande parte da sua produção ofensiva e a formação gaulesa não parece ter suplentes à altura neste momento.

Veremos o que o embate da primeira mão já esta terça-feira nos dirá em relação à forma como estas cotações estão ajustadas, mas nesta fase parece difícil colocarmo-nos do lado da formação visitante tendo em conta todas as suas atuais limitações por oposição ao excelente momento de forma da equipa às ordens do surpreendente Ole Gunnar Solskjaer.