A “Equipa de todos nós” entra em campo já esta quarta-feira para defrontar a seleção da Suécia, num jogo relativo à 4.ª jornada da fase de grupos da Liga das Nações. Notícia de vulto com impacto gigante a nível mundial, Portugal vai a jogo sem o contributo da sua maior estrela. Cristiano Ronaldo acusou positivo ao novo coronavírus e desfalcará as opções de Fernando Santos.

NOTÍCIA DE RONALDO INFETADO COM IMPACTO INCRÍVEL

Depois de José Fonte e Anthony Lopes, internacionais portugueses que atuam na Ligue 1 francesa, respetivamente ao serviço de Lille e Lyon, foi a superestrela Cristiano Ronaldo a acusar positivo à infeção provocada pelo novo coronavírus, levantando uma onda de preocupação em torno do grupo de trabalho liderado por Fernando Santos.

A restante comitiva da Seleção Nacional já terá sido submetida a testes de prevenção, circulando a notícia de que os restantes jogadores e elementos do staff terão testado negativo.

O impacto deste teste positivo de CR7 chegou, no entanto, aos quatro cantos do planeta, ganhando proporções inimagináveis. É tanto que, em Itália, as ações da Juventus na Bolsa de Valores italiana já caíram cerca de 3,83%, nomeadamente de 0,77 cêntimos no início do dia, fechando com negociações em torno dos 0,74 cêntimos.

Em Inglaterra, o protocolo do governo liderado por Boris Johnson obriga a uma quarentena de 14 dias a quem chegue do exterior, havendo a exceção para atletas de alta competição que tenham vindo de destinos considerados de “baixo risco” de contágio – onde Portugal não se insere, devido à evolução bastante negativa do número de novos casos de infeção nos últimos tempos.

Desta forma, os internacionais portugueses convocados para este triplo compromisso da Seleção Nacional por Fernando Santos que atuam na Premier League poderão ter de cumprir quarentena obrigatória, tal como Edinson Cavani, que chegou proveniente de Paris para assinar pelo Manchester United.

NOTÍCIA DE RONALDO INFETADO COM IMPACTO INCRÍVEL

Rude golpe para o Wolves de Nuno Espírito Santo, que poderá ficar privado do contributo de boa parte da equipa habitualmente titular, visto que têm estado na comitiva de Portugal jogadores como Rui Patrício, Nélson Semedo, Rúben Neves, João Moutinho e Daniel Podence.

De resto, também Bruno Fernandes (Manchester United), Diogo Jota (Liverpool), tal como João Cancelo, Bernardo Silva e Rúben Dias (todos pertencentes aos quadros do Manchester City) poderão ficar em isolamento profilático durante duas semanas.

COMO REAGIRÁ A SELEÇÃO SEM CR7 DIANTE DA SUÉCIA?

A partida com os suecos, que perderam na receção a Portugal, da primeira volta da fase de grupos, por 2-0, está marcada para o início da noite desta quarta-feira (19h45), no Estádio José Alvalade, em Lisboa, onde estarão presentes cerca de cinco mil adeptos.

Neste momento, Portugal lidera a classificação do seu grupo, com os mesmos sete pontos da França, que viaja até à Croácia nesta mesma jornada.

Os croatas têm apenas três pontos e os suecos ainda não somaram qualquer ponto.

Um cenário favorável à Seleção Nacional, que, em caso de vitória, poderá chegar à marca dos 10 pontos e, consoante o que acontecer em Zagreb, dar um passo importante rumo ao objetivo da qualificação para a “final four”, onde já marcou presença na primeira edição da Liga das Nações, vencendo na final a Holanda.

Sem Ronaldo, não acredito que Portugal sinta assim tanto a sua ausência, até porque ao longo dos últimos anos tem ficado bem provado que, sem o astro, a equipa coletivamente produz de forma diferente e não se ressente ao nível dos resultados.

O exemplo mais óbvio é, naturalmente, a conquista do Euro 2016, numa final em que Ronaldo saiu lesionado bem cedo contra a França, mas também posso recordar a caminhada de qualificação para a “final four” da primeira Liga das Nações, onde Ronaldo só atuou – com determinante influência – nas partidas contra a Suécia e a Holanda.

 

 

Um cenário que, para as casas de apostas, não será assim tão pouco relevante, visto que a odds da vitória de Portugal sofreu uma alteração considerável nas últimas horas, pagando neste momento 1.75 na Betano, cerca de 25 ticks acima do que estava a cotar anteriormente.

FERNANDO SANTOS TRANQUILO COM BAIXA DE CR7

Sem deixar de lamentar a ausência daquele que para muitos é o melhor jogador do Mundo, o selecionador nacional abordou a situação da infeção de Cristiano Ronaldo com confiança e… estupefação.

«Desde segunda-feira que estamos totalmente confinados, entraram staff, jogadores e mais ninguém. No primeiro estágio não tivemos problemas, aconteceu agora mas não foi por não cumprirmos as regras. Não foi aqui que o vírus atacou, as coisas são assim… Infelizmente ninguém percebe esta questão. Eu não percebo. Saímos, autocarro, aeroporto… Tudo o que são as regras da DGS temos cumprido à risca», explicou o selecionador.

Fernando Santos disse ainda que «nenhuma equipa fica melhor sem o melhor do mundo, mas esta equipa já mostrou que tem capacidade para responder coletivamente», reforçando a confiança que tem nos restantes jogadores para cumprir a tarefa e levar de vencida a Suécia esta quarta-feira.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
Solverde Apostas

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.

Luckia

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Nossa Aposta

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Betclic

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Bet.pt

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Betway

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.

ESC Online

Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.

Betano

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.