Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

Dança de Cadeiras na F1 para 2021

Como já se esperava após o anúncio da Ferrari de que não renovaria contrato com Sebastian Vettel para além do final deste ano, começou a dança de lugares na grelha da fórmula um já a pensar na próxima temporada, antes mesmo de se iniciar a de 2020.

CARLOS SAINZ JR. É O SUCESSOR DE VETTEL NA FERRARI

Tal como ainda esta semana havia discutido noutro artigo, a não renovação do tetracampeão mundial Sebastian Vettel com a Ferrari deveria conduzir a equipa italiana à contratação de um jovem piloto com boa margem de progressão.

Dança de Cadeiras na F1 para 2021

Na altura, apontei Daniel Ricciardo e Carlos Sainz como principais candidatos ao lugar e acabou por ser o espanhol a ser o eleito, deixando assim a McLaren no final da temporada para ingressar na ‘Scuderia’ e tornar-se na sombra de Charles Leclerc.

Ao serviço da McLaren Renault na época passada, Sainz foi o primeiro dos últimos na F1, ou seja, o melhor piloto do circo se excluirmos aqueles que equipam as três melhores equipas: a Mercedes, Ferrari e Red Bull Racing.

Sainz confirmou as boas indicações deixadas na época passada com um pódio na penúltima corrida do ano no Brasil, mostrando que podia competir bem caso lhe fosse atribuído um carro ainda melhor, pois embora o Mclaren tivesse as suas limitações, a verdade é que até deixou bons sinais para o futuro próximo, podendo mesmo aproximar-se do trio da frente em breve.

Aos 25 anos de idade, o filho do bicampeão mundial de rally tem deixado uma marca de frieza e segurança ao leme dos monolugares da F1 e dará agora um grande salto rumo ao estrelato.

DUPLA MAIS JOVEM DA HISTÓRIA DA FERRARI

Com esta aquisição, a Ferrari terá a sua mais jovem dupla de sempre em 2021 uma vez que o monegasco Charles Leclerc é ainda mais novo do que o espanhol assumindo a liderança da equipa aos 22 anos.

Será este um momento de viragem na Ferrari, onde a aposta passará a recair sobre jovens irreverentes ansiosos por fazerem coisas bonitas ao invés de optar por estrelas consumadas que aterram no Cavalo Rampante com gigantescos níveis de responsabilidade que prejudicam a sua condução?

Certamente que será curioso seguir os primeiros passos da ‘nova’ Ferrari em 2021, porém ainda falta muito para isso e antes teremos uma super-rápida época de 2020 para disputar.

DANIEL RICCIARDO MUDA-SE PARA A MCLAREN

Outro dos pilotos que tinha sido associado à Ferrari em múltiplas ocasiões acabou por chegar a acordo com a Mclaren, precisamente a formação de onde Sainz irá sair no final da temporada. O piloto australiano é hoje um valor seguro da F1 aos 30 anos de idade e poderá oferecer à Mclaren a segurança pontual que lhe permita imiscuir-se entre os melhores do campeonato do mundo.

Ricciardo entrará este ano na sua 10ª temporada na F1 e já conhece por dentro os meandros da competição podendo ser um acrescento, não só dentro de pista, como também fora dela para a formação Mclaren Renault que ainda trabalha para se tornar numa força emergente da modalidade.

Depois de ter terminado no pódio do Mundial de Pilotos em 2014 e 2016, e já ter conquistado 7 grandes prémios na carreira, Daniel Ricciardo pode trazer experiência e pulso a uma equipa em busca de se mostrar nos próximos anos.

MERCEDES AINDA NÃO DECIDIU…

A grande dominadora da F1 ainda não renovou com qualquer dos seus pilotos para 2021 esperando-se, no entanto, que seja apenas uma questão de tempo até o atual campeão mundial Lewis Hamilton prolongar o seu vínculo com a equipa inglesa numa parceria que tem funcionado às mil maravilhas.

Mas no caso do segundo piloto da equipa, o finlandês Valtteri Bottas, a situação está mais incerta tendo em conta que pode existir a vontade das duas partes de terminarem a sua ligação. Bottas pode desejar um novo desafio onde assuma a posição de líder da equipa, enquanto a Mercedes pode desejar colocar um piloto mais subserviente a Hamilton que não suscite problemas ocasionais de hierarquia.

Também Sebastian Vettel continua sem um rumo definido, podendo ocupar a vaga ainda disponível na Mercedes caso Bottas não renove, ou optando por apostar noutra vertente do desporto motorizado.

Se a Mercedes preferir contratar um súbdito de Hamilton, então, Vettel não irá mesmo assinar com a equipa e pode decidir-se a tentar outro tipo de desporto motorizado, mas até 2021 ainda pode correr muita tinta pelo que aconselho que se mantenha ligado às notícias mais recentes das quais daremos conta aqui sempre que consideremos justificar-se.

Gostastes do nosso conteúdo? então regista-te no nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manteres bem informado.

Um sitio perfeito para receberes tudo do AG é o canal no Telegram. Também no chat podes conversar com mais de 2.500 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se estas a procura dos Pros acede também os Tipster Profissionais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *