Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

Depois dos 700 golos, CR7 inicia caça a Pélé e companhia

Cristiano Ronaldo atingiu na passada segunda-feira a sensacional marca de 700 golos em partidas oficiais na sua carreira em derrota por 2-1 na Ucrânia ao serviço da seleção nacional. Cristiano é agora o sexto maior goleador de todos os tempos, mas não deve querer ficar por aqui…

Artilharia da Serie A Italiana é objetivo

Com vários marcos históricos em mente Cristiano Ronaldo terá bem presente a vontade de conquistar o troféu de melhor marcador da Liga Italiana já esta temporada, depois de não o ter conseguido na sua temporada de estreia.

Depois dos 700 golos, CR7 inicia caça a Pélé e companhia

O jogador português ficou apenas na quarta posição com 21 golos marcados, atrás de Piatek, Duván Zapata e Fabio Quagliarella – vencedor com 26 golos.

Mas este é um objetivo que claramente não será fácil, uma vez que a concorrência é feroz e o atacante luso poderá ser poupado em várias ocasiões com o pensamento na Liga dos Campeões.

De qualquer modo, este é um objetivo claro do jogador português que continua a ser considerado favorito para conquistar este troféu com cotações de 3.50 na Bet.pt.

Neste momento, Ronaldo segue com apenas três golos marcados na prova e já vê goleadores de ponta como Ciro Immobile (7) ou Zapata (6) distanciarem-se no topo da lista de marcadores em Itália.

Por essa razão, será importante que o diamante lusitano possa voltar aos golos já este fim-de-semana quando a Juventus receber o Bolonha em Turim.

A Juve é claramente favorita a vencer esse embate a 1.28 e um golo de Cristiano Ronaldo encontra-se a pagar 1.75 na Betclic.

Gerd Muller, Puskas e Pélé no horizonte

Ao atingir os 700 golos de carreira, Cristiano Ronaldo aproximou-se ainda mais de vultos como Gerd Muller (735), Ferenc Puskas (746) ou Pélé (767) na lista de maiores goleadores da história do futebol.

E analisando o atual momento de forma do atacante português não temos razões para desconfiar de que ele não será capaz de ultrapassar todos estes jogadores míticos.

pele camisa 10

Mesmo considerando um abaixamento no número de golos por temporada, parece fácil conceber a ideia de termos CR7 a fazer 35 golos em cada uma das duas próximas temporadas, o que o habilitaria a superar estes três ex-jogadores e a subir ao pódio dos maiores marcadores de sempre.

Romário com 772 golos é outro objetivo francamente alcançável, embora o mesmo já não se possa dizer do maior goleador de sempre, Josez Bican, que chegou aos 805 golos.

Continuo a acreditar que tanto Ronaldo quanto Lionel Messi poderão superar todos estes nomes nos próximos dois/três anos, no entanto, estarão sempre dependentes da sua condição física e da sorte de não contraírem lesões graves.

Títulos coletivos não saíram da mente de CR7

Neste artigo só tenho abordado os feitos individuais de Cristiano Ronaldo e os seus objetivos nesse departamento para os próximos tempos, mas o jogador português tem outras conquistas coletivas em mente.

Após uma temporada de estreia com a Juventus onde não foi além dos quartos de final da Liga dos Campeões, é natural que o conjunto de Maurizio Sarri almeje voos mais altos na prova europeia com o carimbo de Cristiano Ronaldo.

Neste momento, a equipa está a realizar uma fase de grupos segura, tendo empatado em Madrid frente ao Atlético e batido em casa o Bayer Leverkusen por 3-0, portanto não deverá ter problemas para se qualificar para a fase seguinte.

O conjunto transalpino surge apenas no sexto lugar da lista de candidatos ao título europeu com cotações de 10.00 nas principais casas de apostas, e isso até pode ser benéfico para os italianos que assim não terão tanta pressão sobre os seus ombros.

Mas com CR7 em cena, a Juve tem de ter uma ambição desmedida que vá de acordo com os pergaminhos da sua estrela.

Ronaldo já venceu a Liga dos Campeões por cinco vezes ao serviço de dois clubes – Manchester United (1) e Real Madrid (4) – e conquistar esse troféu com um terceiro clube seria outra marca indelével na carreira do astro português, afinal só Clarence Seedorf o conseguiu fazer em toda a história do futebol.

O médio holandês conquistou a prova com as camisolas do Ajax, Real Madrid e AC Milan.

Seleção não está esquecida

A derrota na Ucrânia complicou as contas da qualificação de Portugal, mas tudo indica que a formação lusitana terá o suficiente para bater Luxemburgo e Lituânia nas partidas restantes a fim de assegurar a qualificação direta para o Euro-2020.

Aí, Portugal tentará defender o título conquistado em 2016 e contará com a estrela da companhia para desbloquear problemas que possam surgir pelo caminho.

Ronaldo já afirmou que ainda pensa disputar o Campeonato do Mundo do Qatar em 2022, mas como se costuma dizer na gíria, uma coisa de cada vez.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *