Após a conquista do Torneio de Cincinnati na semana passada, Novak Djokovic, número um do ranking mundial, acabou por ser desclassificado a meio do primeiro set do confronto com Pablo Carreño-Busta, em partida referente aos oitavos-de-final do US Open, que decorre até ao dia 13 em Nova Iorque. Além da eliminação, o sérvio será alvo dum conjunto de punições. Um cenário que está a chocar o mundo do ténis.

DJOKOVIC FORA DO US OPEN: TÃO INSÓLITO, QUANTO POLÉMICO

Principal favorito à conquista da presente edição do US Open, “major” que já conquistou por três vezes ao longo da sua carreira de tenista, Novak Djokovic viu esfumar-se a possibilidade de somar mais um importante título ao seu palmarés na sequência de uma atitude de revolta e frustração, que acabou por custar-lhe caro.

Decorria o primeiro set do jogo frente a Pablo Carreño-Busta, referente aos oitavos-de-final da prova, quando o atleta de 33 anos de idade reagiu mal à quebra do seu serviço por parte do tenista espanhol, que tinha acabado de conseguir chegar a 6-5 depois de sobreviver a alguns set points quando o marcador estava favorável em 5-4 ao sérvio.

Frustrado pela forma como o jogo lhe estava a correr, o primeiro classificado do ranking mundial ATP atirou uma bola, com o jogo parado, rumo ao fundo do campo e, involuntariamente, acertou em cheio na garganta de uma juíza de fundo do court.

Seguindo o protocolo predefinido pelo US Open neste tipo de situação, a organização do torneio foi obrigada a desclassificar o tenista sérvio, que vê, assim, o espanhol Carreño-Busta (27.º classificado no ranking) seguir rumo aos quartos-de-final do torneio, onde defrontará o belga David Goffin ou o canadiano Denis Shapovalov.

DJOKOVIC FORA DO US OPEN: TÃO INSÓLITO, QUANTO POLÉMICO

Pela primeira vez na história de um Grand Slam, o líder do ranking ATP em vigor é desqualificado, na sequência de uma decisão que levou vários minutos para ser tomada e anunciada, mas que teria inevitavelmente de ser levada a cabo.

À DESQUALIFICAÇÃO, JUNTA-SE PUNIÇÃO TRIPLA

Não terá sido um domingo fácil de digerir por parte de Novak Djokovic. Depois de ver uma atitude irrefletida (porém frequente e que contou com uma boa dose de azar à mistura) custar-lhe a presença no US Open, onde era o grande candidato a chegar à final e à vitória, o sérvio recebeu ainda a notícia de que será alvo de três punições.

No comunicado emitido pela USTA, à perda integral do prize money que tinha ganho até ao momento pela participação nas eliminatórias anteriores do US Open, Novak Djokovic viu juntar-se a obrigatoriedade natural do pagamento de sanções pecuniárias devido ao incidente de que foi protagonista, bem como a perda de todos os pontos que havia amealhado, ao longo do Grand Slam, para o ranking ATP.

Terminou, assim, de forma inesperada – e bastante negativa – a recente passagem de Djokovic pelos Estados Unidos da América, onde se sagrou campeão do Masters 1000 de Cincinnati, igualando Rafael Nadal como recordista de triunfos (35) em torneios Masters 1000.

Na final do torneio, o tenista sérvio venceu Milos Raonic, por 2-1 (perdeu o primeiro set por 1-6, mas conseguiu a reviravolta, com parciais de 6-3 e 6-4, nos segundo e terceiro sets respetivamente).

DJOKOVIC FALHOU CONFERÊNCIA DE IMPRENSA. AGUARDA-SE UMA REAÇÃO NAS PRÓXIMAS HORAS

Na sequência do sucedido, que está a marcar toda a atualidade do ténis e que apanhou de surpresa toda a comunidade da modalidade, anseia-se com expectativa uma explicação por parte de Novak Djokovic.

Ora, regulamentarmente o tenista é obrigado a comparecer à sessão de conferência de imprensa, o que aparentemente não sucedeu e que acarreta o pagamento de uma multa na ordem dos 20 mil dólares, mais uma coima a juntar-se à lista de sanções a que o número 1 mundial terá de responder.

De acordo com as explicações fornecidas por jornalistas presentes em Flushing Meadows, o tenista sérvio terá abandonado as imediações do US Open mal saiu do Arthur Ashe Stadium.

Neste sentido, a reação de Novak Djokovic depois de ter atirado a bola que acertou em cheio na juíza de fundo do campo deverá estar guardada para mais tarde, algo que poderá ocorrer durante esta segunda-feira.

A primeira das quatro partidas referentes ao quadro dos oitavos-de-final do US Open desta segunda-feira tem início marcado para as 16h00, com o confronto entre Pospisil e De Minaur.

De acordo com as cotações da Betano, a vitória do canadiano tem uma odds de 2.37, estando o favoritismo reservado para o jovem australiano (1.50).

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Casas de Apostas
Solverde Apostas

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.

Luckia

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Nossa Aposta

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Betclic

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Bet.pt

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Betway

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.

ESC Online

Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.

Betano

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.