É já nesta quarta-feira que o FC Porto inicia a sua caminhada de regresso à Liga dos Campeões da UEFA, prova onde tem sido o melhor representante português dos últimos anos, apesar de ter estado fora na última época. Após um arranque negativo na Liga NOS, Sérgio Conceição procura cortar com o mau momento e lutar contra a praga inglesa dos últimos 50 anos.

PIOR SÉRIE COM SÉRGIO NO CAMPEONATO NO “BACKGROUND” À PARTIDA PARA INGLATERRA

Sem entusiasmar em três das quatro partes referentes aos dois primeiros jogos do campeonato (no jogo contra o Braga, que venceu por 3-1, e na primeira metade da partida com o Boavista, que acabou goleado por 5-0), o FC Porto somava seis pontos em duas jornadas e prometia melhorar as exibições a breve trecho.

Algo que não veio, definitivamente, a acontecer, ainda que a produção da equipa de Sérgio Conceição, no jogo que acabou com derrota por 2-3 frente ao Marítimo, tenha sido suficiente para, no mínimo, sair com pontos da 3.ª jornada da Liga NOS.

No passado fim-de-semana, o FC Porto esteve perto de voltar às vitórias e logo num jogo de difícil nível de dificuldade, em Alvalade contra o Sporting, mas Vietto não estava para aí virado e restabeleceu o empate já perto do fim, fazendo o Porto ser penalizado por uma postura demasiado expectante na segunda parte do “clássico”.

Com apenas um ponto em dois jogos, Sérgio Conceição igualou a pior sequência da equipa consigo no comando técnico, em partidas referentes ao campeonato.

Ponto de destaque na fraca campanha dos “dragões” neste início, tem sido a curta consistência defensiva, por comparação com os últimos tempos.

PIOR SÉRIE COM SÉRGIO NO CAMPEONATO NO “BACKGROUND” À PARTIDA PARA INGLATERRA

FC PORTO EM LOTE RESTRITO DE PRESENÇAS NA “CHAMPIONS” E COM ASPIRAÇÕES ELEVADAS NO GRUPO C

Nesta quarta-feira, o FC Porto dará início a uma nova caminhada na fase de grupos da Liga dos Campeões, onde chegará à marca das 24 participações, na sequência de uma época onde competiu na maior parte do tempo na Liga Europa.

Na terceira presença com o treinador Sérgio Conceição, o FC Porto pode orgulhar-se de estar no top-3 de equipas com mais presenças na maior prova de clubes organizada pela UEFA, sendo apenas superado por Real Madrid e Barcelona, gigantes espanhóis que contabilizam um total de 25 presenças cada.

Num grupo com Manchester City, Olympiakos e Marseille, os “dragões” aspiram de forma clara e evidente ao 2.º lugar, isto considerando que os ingleses não darão margem para surpresas.

É importante não descredibilizar a qualidade que o Olympiakos de Pedro Martins tem, mas em condições normais o FC Porto conseguirá impor-se ao campeão grego e também a um Marseille que não tem conseguido convencer na Ligue 1, onde a gigantesca maioria dos adversários está num nível inferior ao campeão nacional português.

A MALDIÇÃO INGLESA QUE ESTÁ LÁ PARA QUEBRAR

Não são dados estatísticos animadores, ainda que os recordes estejam lá para ser quebrados, quer a nível positivo, quer negativo.
Neste caso, o FC Porto nunca venceu em Inglaterra nas competições europeias.

Isto é, em 20 partidas realizadas em solo britânico, o melhor que os “dragões” conseguiram foi somar três empates, averbando por derrotas os restantes 17 jogos efetuados.

A última vez que se deslocou até ao país que inventou o futebol foi a 6 de março de 2018, na segunda-mão dos oitavos-de-final da “Champions”, onde o FC Porto conseguiu um empate a 0-0 contra o Liverpool de Jürgen Klopp, ainda que já depois de ter perdido por 0-5 no Estádio do Dragão, na primeira-mão da eliminatória.

A VERSÃO 2020/21 DO PODEROSO MANCHESTER CITY

Bicampeão inglês antes da conquista da última temporada por parte do Liverpool, o Manchester City dispensa grandes apresentações.

A equipa de Pep Guardiola até esteve para não participar, durante dois anos, nas provas da UEFA, em virtude de uma sanção imposta pelo incumprimento das regras do fair-play financeiro, mas tudo não passou de uma fachada, acabando o clube por pagar uma multa de 10 milhões para fintar a penalização.

Tido pelo Transfermarkt como o clube com o plantel financeiramente mais valioso (1.08 biliões de euros) das 32 equipas que marcam presença nesta fase de grupos da Liga dos Campeões, o Manchester City é ainda visto pelas casas de apostas como o segundo maior candidato a vencer esta edição (5.50 na Betano, numa lista onde apenas é superado pelo Bayern, com odds de 5.00).

A VERSÃO 2020/21 DO PODEROSO MANCHESTER CITY

Com saldo de duas vitórias, um empate e uma derrota nos últimos quatro jogos, o Manchester City tem estado longe do seu potencial máximo coletivo e isso poderá ser um aspeto a explorar pelo FC Porto, que terá de apresentar-se com uma forte toada solidária entre os jogadores, até porque Conceição terá de instruir a sua equipa a jogar de uma forma à qual não está propriamente habituada: sem bola, obrigada a defender muito bem e a aproveitar de forma exímia as saídas.

Se, por um lado, o treinador portista não estará com condições de apresentar uma equipa rotinada e com a melhor dinâmica (até pelas perdas importantes recentes de Alex Telles e Danilo), a favor da equipa portuguesa estarão as ausências de Gabriel Jesus, Kevin De Bruyne, Benjamin Mendy e Aymeric Laporte.

Na Betano, o inusitado triunfo azul-e-branco está cotado a 9.00, num jogo onde o Empate (6.30) também parece muito pouco provável. As odds de 1.28 atribuídas à vitória do Manchester City indiciam uma tarefa hercúlea para o campeão nacional sair vivo do Etihad.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
3,8 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis mais Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Aposta de 5€ Grátis com o Código Promocional: APOSTAGANHA1 mais 50% de Bonus até um máximo de 50 euros.