Estrelas do Futebol têm prejuízo com Pandemia

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Estrelas do Futebol têm prejuízo com Pandemia

A pandemia também afeta a um nível económico aos futebolistas, que veem rebaixadas as suas receitas. O cessar dos torneios provocou uma baixa na sua popularidade e um impacto negativo nos seus direitos de imagem.

ESTRELAS DO FUTEBOL COM PREJUÍZO DA PANDEMIA

A crise causada pela pandemia da Covid-19 não só está a gerar graves consequências sobre os clubes de futebol, que em alguns casos veem ameaçada a sua sobrevivência, como também afeta de uma forma considerável aos atores principais, uns futebolistas aos que o coronavírus despojou dessa aura de divindade que os mantêm tão distanciados dos comuns mortais.

Estrelas do Futebol tem prejuízo com Pandemia

« Quando é mais fácil convencer Messi, Cristiano, Mbappé ou Neymar para promover um produto? Quando se encontram no melhor momento da sua carreira ou quando estão retirados há cinco anos? », pergunta-se um diretor de marketing de um clube de La Liga para ilustrar-nos o apagão mediático que estão a sofrer muitas estrelas futebolísticas e o impacto que isto terá nos seus bolsos.

É certamente a profissão mais privilegiada e desejada, mas o futebolista profissional está a ser atingido economicamente com a mesma virulência que qualquer outro trabalhador. Tem que aguentar layoffs, vê baixar as suas receitas por prémios e variáveis, os seus direitos de imagem desvalorizam e perde força na hora de negociar transferências e renovações.

«A marca dum jogador pode suportar um mês ou mês e meio nesta situação. Não perde valor. Mas se passa mais tempo ressente-se», adiciona a este diário o executivo. Certamente, a desvalorização mediática e, portanto, publicitária dum futebolista e o valor mais intangível de todos.

PUBLICIDADE EM QUEDA

Marc Menhén, diretor do portal económico-desportivo Palco23, assegura que «uma marca não procura um jogador porque milite numa determinada equipa mas pelo que o atleta transmite fora da sua equipa. Neste sentido, continuam-se a gerar conteúdos. Ronaldo ou Ter Stegen, que fazem campanhas nas suas redes sociais, por exemplo».

Isso sim, reconhece que a retribuição económica se ressente porque « as marcas der grande consumo necessitam recortar e fazem-no nesses contratos que renegoceiam ou eliminam». Virgínia Rodríguez, especialista em marketing desportivo, justifica o excesso de conteúdo digital do futebolista: «Não é hedonista que um jogador publique vídeos a treinar em casa. É uma estratégia. O futebolista tem que gerar conteúdos que já não pode gerar de uma forma natural».

Hoje cumpre-se um mês desde que Pedro Sánchez decretou o Estado de Alarme e um confinamento no que os acontecimentos desportivos deixaram de existir. Um mês sem ver jogar Messi, Ramos, Benzema, João Félix, Cristiano Ronaldo, Neymar, Mbappé… a Trasnfermarkt, uma das páginas eletrónicas de referência em valor do mercado futebolístico, assegura que os valores sofreram um recorte geral de entre 10 e 20 por cento.

Mas não se pode quantifica só as perdas dos seus direitos de imagem. Há variáveis muito mais específicas e tangíveis. O salário é uma delas. A maioria dos clubes aplicou layoffs e os plantéis baixaram um 70 por cento o salário enquanto dure esta situação excecional. A esta quantidade há que somar prémios por títulos e objetivos.

O EXEMPLO DE MESSI

Nenhum futebolista tem um contrato igual mas quisemos procurar alguns exemplos. Entre eles, Leo Messi, o maior embaixador de La Liga Santander e seis vezes vencedor da Bola de Ouro. Tendo em conta que o salário mensal bruto do argentino está em cerca de 7 milhões de euros, neste mês de confinamento perdeu 4,9.

Se se suspendessem todas as competições e não pudesse ganhar a Liga nem a Liga dos Campeões, deixaria de receber outros 1,75 milhões. Também serve de exemplo Ter Stegen, que viu travada a sua renovação. O alemão pedia 10 milhões de euros anuais e o Barça no pode assumi-los neste momento. Ou Arturo Vidal, que receberia dois milhões por classificar-se para os quartos de final da Champions League.

Fonte: ABC

 

Gostastes do nosso conteúdo? então regista-te no nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manteres bem informado.

Um sitio perfeito para receberes tudo do AG é o canal no Telegram. Também no chat podes conversar com mais de 2.500 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se estas a procura dos Pros acede também os Tipster Profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASA DE APOSTAS
3,8 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.