No início de uma semana marcada pelo arranque de vários dos principais campeonatos europeus, vamos dar uma olhadela à forma como as casas de apostas em Portugal estão a cotar o favoritismo à vitória nas maiores ligas do Velho Continente. A começar pelo que é nosso, serão ainda objeto de análise os candidatos a ganhar a Premier League, Serie A, Bundesliga, La Liga e Ligue 1.

LIGA PORTUGAL: BENFICA E FC PORTO NA ‘POLE POSITION’ EM PORTUGAL

Depois da conquista do segundo campeonato nos últimos três anos por parte do FC Porto, em 2019/20, a revalidação do título dos “dragões” não é, para as casas de apostas, o cenário mais provável após a 1.ª jornada da Liga Portuguesa.

Na Bet.pt, o Benfica surge com favoritismo cotado em 1.76, com o FC Porto a 2.10 e, bem mais distante, o Sporting a 21.00.

Creio que o facto de serem as “águias” as favoritas faz sentido, até pelo forte investimento feito pelo Benfica no defeso, desde logo na aposta feita no regresso de Jorge Jesus, ao passo que o FC Porto de Sérgio Conceição raramente praticou um futebol de qualidade indiscutível.

Já o Sporting com odds de 21.00 não me convence totalmente, até porque vejo, nesta altura, um pouco como incógnita o que valerá esta jovem equipa de Rúben Amorim.

Apesar de ser um cenário difícil imaginar o regresso dos “leões” ao título da Liga Portugal  já em 2020/21, a verdade é que o Sporting pode vir a surpreender com uma campanha mais consistente e vir a intrometer-se na luta até dada altura.

PREMIER LEAGUE: GUARDIOLA GUIARÁ O MAN. CITY À RECONQUISTA?

Em Inglaterra, esta época de 2020/21 surge na ressaca da quebra do longo jejum do Liverpool, que manteve toda a estrutura da sua equipa em relação à época passada, tendo até ganho mais qualidade, com as contratações de Thiago e Diogo Jota.

A equipa de Jürgen Klopp surge como o segundo mais forte candidato a vencer a Premier League 20/21, com odds de 2.45 na Betano.

LIGA PORTUGAL: BENFICA E FC PORTO NA ‘POLE POSITION’ EM PORTUGAL

O favoritismo é atribuído ao Manchester City (1.70), anterior bicampeão que manteve a confiança em Pep Guardiola, não obstante o redondo falhanço na “final four” da Liga dos Campeões, contra o Lyon (1-3).

Os “citizens” também mantiveram a sua espinha dorsal da época passada, exceção feita à saída de Leroy Sané. É esperado, ainda assim, que o sheik Mansour bin Zayed Al Nahyan aumente a lista de reforços até final do mercado, onde, até ver, apenas constam Ferrán Torres e Nathan Aké.

A correr por fora para desafiar a boa dose de favoritismo conferida a “citizens” e “reds” surge o Chelsea de Frank Lampard (15.00).

Os “blues” investiram fortíssimo neste mercado, com destaque para as quantias gastas na contratação de Kai Havertz, Timo Werner, Ben Chilwell e Hakim Ziyech. Apesar do inegável e considerável acrescento de qualidade individual ao plantel do Chelsea, tenho dúvidas sobre a capacidade coletiva desta equipa neste primeiro ano junta.

Pessoalmente, vejo esta aposta no vencedor da Premier League com uma grande dose de risco, uma vez que o campeão Liverpool mantém um grande coletivo e, com Thiago, pode vir a melhorar ainda mais.

Haverá, contudo, o perigo sempre presente na sequência de um período com várias e grandes vitórias (à conquista da Premier League o Liverpool juntou, antes, o título na Liga dos Campeões) de aparecer alguma inércia competitiva.

SERIE A: RONALDO LEVA A JUVENTUS AO ‘DECA’?

Se em Portugal ou Espanha, por exemplo, há margem para a discussão sobre quem detém a hegemonia, em Itália essa questão nem se coloca, ou não tivesse a Juventus chegado ao 9.º título consecutivo na Serie A em 2019/20.

O principal rival da Juve na luta pelo ‘Scudetto’ em 2020/21 para as casas de apostas é o Inter de Antonio Conte, cuja vitória na competição está cotada a 2.80 na Betclic, contra o favoritismo na casa dos 1.70 para a Juventus. Mais distante, aparece o Nápoles de Gattuso, com odds de 9.50.

É verdade que a Juventus tem demonstrado ao longo dos últimos anos estar num patamar competitivo muito acima de todos os concorrentes em Itália.

No entanto, depois de um título menos folgado com Maurizio Sarri e no ano de estreia do inexperiente Pirlo, creio que esta poderá ser uma boa época para haver uma interrupção na hegemonia da ‘Vecchia Signora’.

Compreendo o trabalho dos oddsmakers, mas não deixo de valor algum valor nos 2.80 conferidos pela Betclic ao triunfo do Inter na Serie A 2020/21.

A equipa milanesa cumprirá o segundo ano sob o comando de Antonio Conte e a minha expectativa é a de um Inter mais forte e consistente, até porque não saiu ninguém importante do plantel e chegaram alguns reforços de ótima qualidade (Achraf Hakimi à cabeça).

BUNDESLIGA: HÁ CONCORRÊNCIA AO NÍVEL DO TEMÍVEL BAYERN?

Para as casas de apostas, nomeadamente a Luckia (as odds que apresentarei em seguida são retiradas de lá), não, não há concorrência para a equipa de Munique.

O Bayern aparece com favoritismo de 1.11 para chegar ao eneacampeonato (nove consecutivos), depois de uma segunda volta de arromba com Hansi Flick em 2019/20.

Nem a permanência de Lucien Favre no Borussia Dortmund (7.00) e de Julian Nagelsmann no RB Leipzig (19.00) – cujo crescimento poderá vir a tornar-se uma realidade – faz com que oddsmakers hesitem nas cotações de favorito ao título na Bundesliga 2020/21.

Ora, é certo que para uma maratona de vários meses 1.11 é uma cotação baixíssima, mas a verdade é que sou obrigado a concordar com o favoritismo dado ao Bayern.

Os “bávaros” têm um plantel rico em qualidade e soluções e no banco de suplentes um treinador que me parece muitíssimo capaz de repetir com sucesso a fórmula aplicada que levou à conquista da Bundesliga, DFB Pokal e Liga dos Campeões na época passada.

Apesar de acreditar que Dortmund e Leipzig possam vir, durante algum tempo, a morder os calcanhares ao Bayern, não vejo essas duas equipas com capacidade para ter a consistência necessária para acompanhar o ritmo da equipa de Munique até final.

LA LIGA: REAL APROVEITA A INSTABILIDADE NO BARCELONA PARA CHEGAR AO ‘BI’?

Em Espanha, a luta parece que ficará uma vez mais reduzida aos “gigantes” Real Madrid e Barcelona, com o Atlético Madrid a correr por fora.

Segundo as cotações oferecidas pela Solverde, Zinédine Zidane e o seu Real Madrid reúnem um favoritismo pouco fiável ( 1.85) para chegar ao bicampeonato, algo que os merengues não conseguem desde 2007/08.

O Barcelona representa a principal ameaça, com odds de 2.45, numa época que arranca com Ronald Koeman como novo treinador e na sequência da grande novela em torno de Lionel Messi, que afinal ficará, ao que parece, contrariado e… sem Luis Suárez ao lado.

O Atlético Madrid, de Diego Simeone e João Félix, é a terceira equipa com mais possibilidades de se sagrar campeão espanhol em 2020/21, com odds atuais de 9.00 na Solverde.

Tal como referi para a situação na Premier League, creio que há um risco grande associado a esta aposta de longo prazo para o vencedor de La Liga.

Por um lado, não vejo o Real Madrid de Zidane com futebol suficiente para fazer algo que não faz há mais de 10 anos (ganhar o ‘bi’). Por outro, tenho dificuldade em acreditar numa boa época por parte do Barcelona, que me parece muito instável fora de campo, após toda a celeuma entre Messi e o presidente Bartomeu, que até já anunciou eleições antecipadas para março de 2021.

Por fim, até poderá ser um ano para o Atlético tentar surpreender (a 9.00 a aposta ganha um interesse relativo), mas teremos de esperar pelo fim do mercado para ver o que Diego Simeone terá à disposição em termos de plantel, numa altura em que se fala na possibilidade de Suárez trocar Camp Nou pelo Wanda Metropolitano.

LIGUE 1: DESTRONAR O PSG MAIS PARECE UMA UTOPIA

Cada vez mais ganhar a Ligue 1 parece uma mera formalidade para o Paris Saint-Germain, tal a distinta capacidade financeira e consequente qualidade de plantel entre os parisienses e toda a concorrência.

A verdade é que a equipa atualmente a cargo de Thomas Tuchel (que, a avaliar pela imprensa, não reúne consenso na cúpula diretiva do clube de Paris depois da derrota na final da Liga dos Campeões) “só” vem de três títulos consecutivos, apesar de ter ganho sete dos últimos oito campeonatos.

Na Betway, o PSG surge com odds de 1.10 para chegar ao tetracampeonato e – pasme-se – a segunda equipa a reunir mais favoritismo é o Lyon com odds de… 19.00. Fecha o top-3 o Marseille de André-Villas Boas, cotado a 26.00.

Com o aparecimento de algumas equipas com potencial para vir a chatear e a baralhar as contas do top-6 (casos de Lille, Rennes, Nice ou até mesmo Monaco, Montpellier ou Saint-Étienne), não vislumbro qualquer valor na aposta do campeão na Ligue 1 2020/21.

O Lyon e o Marseille parecem-me muito distantes, quer coletivamente, quer mesmo no plano individual, daquilo que é preciso para vencer uma maratona cuja previsão – assim permita o combate à pandemia de covid-19 – é a de vir a ter 38 jornadas.

Mais capacidade acredito que possam vir a ter Lille ou Rennes, até porque os trabalhos de Christophe Galtier e de Julien Stéphan não são de hoje e contam já com provas dadas.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
Solverde Apostas

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.

Luckia

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Nossa Aposta

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Betclic

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Bet.pt

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Betway

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.

ESC Online

Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.

Betano

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.