Evgeny Donskoy vs Robin Haase – Hertogenbosch

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Evgeny Donskoy vs Robin Haase – Hertogenbosch

ATPIrá disputar-se no dia de hoje a jornada relativa à 2ª ronda do torneio holandês, jogado na relva de Hertogenbosch. Este encontro vai ser disputado entre o russo Donskoy e o holandês Haase.

Donskoy, 23 anos, nasceu e reside em Moscovo. É o 73º classificado do ranking ATP, posição que não dista muito do seu melhor registo (68º em Fevereiro deste ano).

Tal como Ryan Harrison, outro jovem talento da sua geração, Evgeny Donskoy é um tenista com muito talento mas que, no entanto, também se tarda a afirmar. Não possui qualquer título ATP nem tão pouco finais disputadas.

Tem um bom serviço, jogo acutilante e agressivo (por vezes até demais) e uma movimentação muito interessante. No que concerne aos seus pontos fracos, destaco a irregularidade que, por vezes, apresenta e a debilidade no aspecto mental que, de resto, é muito comum nos tenistas oriundos do leste (Rússia, Ucrânia, entre outros).

É nos hard courts que tem a sua “praia” e, como tal, é onde procura competir com mais regularidade. Na relva, contam-se pelos dedos de uma mão as partidas que já disputou na sua carreira.

Digno de registo só mesmo a vitória obtida já na edição deste torneio, na 1ª ronda, contra o gigante americano John Isner (6-7 6-3 6-4). De resto, o ano passado no qualifying para Wimbledon perdeu logo na 1ª ronda para o belga Ruben Bemelmans.

Também o ano passado participou em dois Challengers em Nottingham, perdendo ambos os encontros na 1ª ronda.

Haase, 26 anos é o actual 57º classificado no ranking ATP. Em Julho do ano passado foi 33º. O holandês tem na terra batida a sua superfície preferida.

Não tendo uma “pancada” que possa ser vista como o seu “trunfo”, procura fazer das suas constantes acelerações de direita e da sua consistência do seu jogo no fundo do court “armas” que lhe permitam ir vencendo os seus encontros.

Tem 3 títulos ATP no seu palmarés (dois referentes ao torneio austríaco de Kitzbuhel, 2011 e 2012) e o outro na variante pares conquistado em Marselha (2011).

Este ano disputou a final de pares do Open da Austrália ao lado do seu compatriota Igor Sijsling, perdendo-a para os irmãos Bryan. Apesar de ter mais partidas disputadas em relva que o seu adversário para esta partida, os registos de Robin Haase também não são nada de extraordinário.

De registar a presença na 3ª ronda, em Wimbledon, na edição de Wimbledon de 2011. Esta é a quarta participação do holandês aqui em Hertogenbosch.

Nas edições anteriores foi eliminado por duas vezes na 1ª ronda e, em 2011, foi derrotado na 2ª. Este ano, já deixou pelo caminho o argentino Leonardo Mayer pelos parciais de 4-6 6-1 6-4.

Em jogos disputados entre ambos os jogadores, vitória para Donskoy (3-6 7-5 6-3) no único confronto até agora. Quartos-de-final do Challenger de Ortobello, Itália, jogado em terra batida no ano de 2010.

Donskoy realizou uma excelente partida contra John Isner e provou que veio à Holanda lutar pelo torneio. Após perder o primeiro set no tie-break, não se deixou abater, convenceu-se que poderia inverter o rumo dos acontecimentos e assim o fez.

Está a servir muito bem e a fechar os seus jogos de serviço com relativa facilidade. Importa referir que não enfrentou qualquer ponto de break nos 3 sets jogados na partida anterior.

Por seu lado, Robin Haase, apesar de jogar em casa e, naturalmente, ter o público do seu lado, não creio que esteja propriamente focado neste torneio. É certo que tendo perdido o primeiro set para Mayer, também conseguiu dar a volta e tem mérito por isso.

No entanto, parece-me que Haase quando vem disputar este torneio não vem, propriamente, com o intuito de se “cansar muito”. Posso estar enganado e não quero induzir os leitores em erro. Contudo, é isso que eu penso.

Vendo as odds para a vitória de Donskoy e constatando que se encontram consideravelmente acima do par, não poderei deixar passar. Se, eventualmente, Haase entrar algo displicente no encontro e se for quebrado na fase inicial, estou certo que dificilmente apanhará Donskoy.

Acredito também que ganhando Donskoy o primeiro set, já não deixará escapar a oportunidade de carimbar a passagem à próxima ronda e, Robin Haase, apercebendo-se do claro ascendente do seu adversário e da dificuldade para o quebrar, poderá “deixar correr o encontro” e não se esforçar para dar a volta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
3,5 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.