Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Feeling nas apostas Online, verdade ou mito?

Todos temos feelings, certo? Mas nas apostas desportivas isso acontece o mesmo?

Claro que sim, e hoje vamos tentar desmistificar este assunto, uns dizem que o feeling é o conhecimento, e que provêm daí, outros dizem que é algo “mais sobrenatural” usando esta metáfora engraçada.

Digo-vos, na minha opinião os meus feelings, acontecem sempre naqueles jogos que tenho a noção exata de como estão a correr as coisas, seja em Live seja em Pré Live.

Quando acontece o “feeling” comigo é sempre naqueles jogos em que eu assisti na jornada passada, ou então que vi alguns momentos do jogo.

Diria que o meu feeling vem do conhecimento do que vi e do que analiso antes de colocar uma aposta numa das casas de apostas, seja ela bet pt ou a Betclic deste Portugal.

Eu compreendo que muitos vêm o feeling como algo mais de sobrenatural como escrevi em cima, mas penso que isso tem uma explicação.

A explicação é simples, é que muitos apostadores, sobretudo aqueles que entraram recentemente no mundo das apostas não sabem o que é estudar um jogo.

E claro, como não sabem como estudar, não sabem o que é, pensam que aquele feeling não é o “saber” é algo dominado como feeling.

Realmente quando os apostadores mais novos e recentes no mundo das apostas desportivas se apercebem disso é quando se começam a perceber que nada se faz sem estudo.

E é aqui que começam à procura de mais informação e de mais “conteúdo” para estarem mais informados sobre aquele evento no jogo.

Sinceramente quando se passa do feeling para o Estudo é aqui que o apostador sofre uma metamorfose nas apostas, é aqui que ele começa a ser mais consistente.

Diria algo até mais “profundo” quando isto acontece é quando o apostador começa a ganhar mais apostas do que perde.

Profundo? Sim é profundo porque as bancas não “zera”!

Se estás nesta situação ou perto de te aperceberes do que acabei de escrever, estás à beira de começares a ser lucrativo nas apostas desportivas e com isso podes começar a dar passos mais seguros na tua confiança como apostador.

Então já estamos a desmistificar o feeling, e segundo a minha opinião e como eu costumo dizer, “vale o que vale” tudo se deve ao conhecimento e não a algo sobrenatural.

Eu penso que os apostadores as vezes sabem mais do que julgam, só que não se apercebem disso.

Diria que têm o Know-How, mas não sabem o que é e como lidar com ele a seu favor.

Hoje o tema era sem dúvida um assunto que a meu ver não tem muitas teologias para se compreender, diria até que passa por uma opinião pessoal.

Mas acredito que muitos pensam como eu, vocês pensam o mesmo que eu?

Gostaria de saber mesmo a vossa opinião, se acreditam no “feeling” ou no conhecimento a que chamam feeling?

Vamos gerar a discussão, e agradeço desde já a vossa opinião e o tempo dispensado a escrever umas palavras sobre este tema.

Hoje um artigo de desmistificação algo mais de opinião do que técnico, mas era importante desmistificar o “feeling”.

Até ao próximo artigo, boas apostas e não se esqueçam de passar pelo nosso portal Apostaganha e pelo Forum.

Boa sorte!

4 Comentários

  1. Rodrigo Cesar ApostaGanhaBR

    8 de Novembro de 2018 at 18:08

    eu tb não vejo tanto misticismo no feeling….acredito que o feeling é o método nao formalizado……é aquilo que esta na sua cabeça mas sem organização e que acaba gerando percepções sem o rigo analitico do método…

    poderiamos chamar de método difuso.

    • Spinosa (Tipster PRO)

      8 de Novembro de 2018 at 20:29

      “poderíamos chamar de método difuso” – Diria que poderíamos assumir essa terminologia daqui em diante Rodrigo!

  2. Duarte Pinto

    8 de Novembro de 2018 at 18:36

    O Feeling, no meu entender não tem nada de “sobrenatural”, mas também é preciso notar que ele varia de pessoa para pessoa, sobretudo como chega até nós.
    Eu costumo dizer que ter feeling dá muito trabalho, pois o feeling não aparece no vazio, está sempre relacionado com experiências, sobretudo coisas que vimos, ou que já assistimos, isto falando em apostas.

    Eu jamais consigo ter um feeling numa liga que não sigo, e como é natural o meu feeling é muito mais apurado nas ligas que conheço bem.

    Simplificando a coisa, o feeling é irmão da experiência. Ou se quisermos, são imputs que decorrem das nossas experiências, ou das nossas vivências.

    É assim que eu vejo este fenómeno e passei a ter uma admiração por ele, respeitando-o muito 😉

    • Spinosa (Tipster PRO)

      8 de Novembro de 2018 at 20:33

      A experiência de facto é muito relevante para o “feeling” em si, mas terás toda a razão, esse feeling não vem “sozinho” não vem do “nada”, uma visão filosófica quando a comparas a “experiência”, mas cheia de sentido.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *