Ferrari acordou tarde, mas ainda a tempo de sorrir

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Ferrari acordou tarde, mas ainda a tempo de sorrir

Logicamente, os títulos mundiais de Pilotos e Construtores estão entregues a Lewis Hamilton e à Mercedes há algum tempo, no entanto, esta reta final da Ferrari tem animado a competitividade na Fórmula Um e provado que o Cavalo Rampante ainda sabe fazer das suas. Como será na Rússia?

Ferrari: Triplete de vitórias anima ‘Scuderia’

Depois de ter esperado até à 13ª corrida da temporada para somar o seu primeiro triunfo, a Ferrari tomou-lhe o gosto e já vai em três sucessos consecutivos. Charles Leclerc brilhou na Bélgica e em Itália, e agora foi a vez de Sebastian Vettel finalmente vencer no Grande Prémio de Singapura.

Como já mencionei na introdução, os títulos mais importantes da temporada há muito que estão entregues a uma equipa Mercedes que arrasou a concorrência na primeira metade da época, porém isso não invalida que esta reação da Ferrari seja meritória, especialmente numa fase em que já corre mais pelo orgulho do que propriamente para retificar as contas do Mundial.

Em Singapura, para além da competitividade do seu monolugar, a Ferrari fez-se valer de uma estratégia inteligente que lhe permitiu ‘passar a perna’ à Mercedes nas sucessivas entradas do safety car em pista (entrou por três vezes ao longo da prova).

Por outro lado, o triunfo do piloto alemão tetra campeão mundial terá sido um alívio, não apenas para o piloto, mas igualmente para a equipa italiana que continua a depositar fortes esperanças no germânico.

Sim, Leclerc foi uma lufada de ar fresco na equipa e ter dois pilotos de grande qualidade é sempre um importante ‘boost’ para o futuro, no entanto, Vettel tem experiência de campeão e, caso receba um monolugar competitivo e fiável na próxima temporada certamente não deixará mal a sua equipa.

Autódromo de Sochi é matreiro

Este fim-de-semana, o circo da F1 instala-se na Rússia, mais propriamente em Sochi onde a Ferrari tentará a quarta vitória consecutiva no Mundial numa pista que tem sido um autêntico paraíso para a Mercedes.

Sim, desde que a F1 aterrou em solo russo na pista de Sochi em 2014, a Mercedes somou cinco vitórias em cinco Grandes Prémios pelo que se trata de uma corrida que assenta bem à equipa inglesa.

As suas prolongadas retas seguidas de curvas algo apertadas permitem extrair o máximo de potência dos carros em velocidade e capacidade aerodinâmica pelo que só um carro completo tenderá a vencer esta prova.

Desse modo, é com naturalidade que Lewis Hamilton é apontado como favorito a vencer este Domingo com cotação de 2.55 na Betclic. Ferrari acordou tarde, mas ainda a tempo de sorrir

O piloto britânico não vence há três corridas, tendo vencido apenas duas das últimas sete, o que contrasta com os seis triunfos nas primeiras oito corridas do ano.

Mas os Ferraris estão em boa forma e não podem ser descontados desta equação com Charles Leclerc a somente 2.65 para vencer na Rússia, enquanto Sebastian Vettel ronda os 3.45 para vencer em corridas consecutivas.

O outro piloto da Mercedes, Valtteri Bottas tem andado distante dos triunfos depois de ter vencido dois dos primeiros quatro da temporada e negoceia a 6.00 na Betclic para reencontrar o caminho da felicidade.

De qualquer modo, e após uma corrida em que a Mercedes nem sequer colocou um piloto no pódio, tudo indica que Hamilton será privilegiado no caso da equipa precisar de dar primazia a um dos pilotos para vencer em solo russo.

Red Bull reaproximou-se

Tal como havia mencionado há uma semana, a Red Bull operou diversas alterações no seu carro com o intuito de se reaproximar em termos competitivos das duas equipas de topo e os resultados fizeram-se sentir de imediato.

Max Verstappen concluiu na terceira posição do Grande Prémio de Singapura e almeja agora, pelo menos repetir essa façanha para a qual está cotado em 3.25 nas principais casas de apostas em Portugal.

Com a luta pela vice-liderança do Mundial de Pilotos ainda em aberto, apesar da vantagem de 30 pontos de Valtteri Bottas, os pilotos da Ferrari juntamente com Verstappen tentarão explorar todas as oportunidades possíveis para reacenderem essa luta quando restam somente seis corridas por disputar no Mundial de 2019.

destaque verstappen

Aparentemente, a Red Bull continua um pouco abaixo dos seus rivais em termos de potência em pista, no entanto, as qualidades de Verstappen têm ficado patentes ao longo da temporada e não me espantaria que a formação da bebida energética pudesse arranjar novamente forma de colocar o seu piloto no pódio na Rússia.

Teoricamente, a Mercedes terá condições para regressar às vitórias, mas as restantes equipas estão motivadas com a recente mudança de paradigma registada e farão os possíveis para prolongar esta sequência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.