Fórmula 1: Ferrari precisa reagir no Grande Prémio do Bahrein

Aposta Ganha / Promoções de Casas e Destaques / Fórmula 1: Ferrari precisa reagir no Grande Prémio do Bahrein

Depois de ter sido o carro mais veloz nos testes de pré-temporada, o SF90 da Ferrari desiludiu na primeira corrida do Campeonato Mundial, em Melbourne, e agora precisa dar uma resposta imediata no Bahrein para não começar a ver a sua rival Mercedes afastar-se nas contas dos títulos mundiais de Pilotos e Construtores…

Uma desilusão difícil de digerir

Se alguém dissesse uns dias antes do Grande Prémio da Austrália que a Ferrari não iria além de um quarto e quinto lugares na primeira prova do ano poucos acreditariam depois das indicações deixadas nos testes realizados em Barcelona.

A verdade é que o carro não ofereceu as mesmas garantias em Melbourne, com os pilotos a queixarem-se de alguma falta de aderência que gerou desconfiança na condução, contribuindo para um desempenho abaixo das expectativas.

2019 Australian GP

Para Sebastian Vettel não terá sido certamente o começo desejado, especialmente após ter vencido a prova de estreia nas últimas duas temporadas, mas agora cabe ao piloto germânico desvalorizar a situação e até imaginar que pode ter sido bom, uma vez que nos anos anteriores começou muito bem e acabou mal.

O chefe de equipa da Ferrari, Mattia Binotto, afirmou que será crucial dar uma resposta imediata na segunda corrida da temporada, mostrando que a equipa absorveu as fragilidades reportadas pelos seus pilotos e efetuou as alterações necessárias para dotar o SF90 de maior estabilidade e consistência a fim de permitir aos seus pilotos um melhor desempenho em corrida, nomeadamente recolocando-os na discussão das vitórias.

Charles Leclerc também efetuou a sua estreia ao serviço da Ferrari e terminou na quinta posição, e avaliando que o primeiro piloto da equipa terminou no quarto lugar, pode-se dizer que o jovem monegasco esteve à altura das expectativas, fazendo os possíveis dentro das limitações verificadas na corrida de estreia.

Com uma resposta imediata no horizonte, Sebastian Vettel é apontado à conquista do Grande Prémio do Bahrein a  3.5  na ESC Online, numa cotação claramente atrativa que subiu exponencialmente face à primeira corrida fruto das debilidades evidenciadas pelo monolugar da Ferrari.

O jovem Charles Leclerc também procura melhorar o seu desempenho no segundo fim-de-semana da temporada de F1 e está cotado em  2.30  para conquistar o seu primeiro pódio de carreira.

Mercedes não precisa embandeirar em arco

Uma vez mais a Mercedes não precisou de dar nas vistas nos testes de pré-temporada, optando por trabalhar mais internamente no sentido de manter a fiabilidade dos últimos anos. E isso ficou visível em Melbourne com uma ‘Dobradinha’ para abrir as hostilidades e colocar toda a concorrência em sentido.

Curiosamente, Valtteri Bottas surgiu endiabrado e não deu hipóteses ao seu colega de equipa e campeão mundial, Lewis Hamilton, confirmando a ideia que vinha deixando nos testes de início de época de que estava mais ambicioso que nunca para 2019.

E se o piloto finlandês continuar ao mais alto nível a Mercedes pode ter aqui um problema inesperado no que concerne à hierarquia dos seus pilotos.

Embora Lewis Hamilton seja intocável como líder da equipa, a verdade é que se o finlandês for sistematicamente mais rápido e eficiente em pista, isso terá naturalmente que fazer refletir os chefes de equipa em relação à supremacia de um piloto em relação ao outro.

Nesse sentido, creio que o Grande Prémio do Bahrein será o cenário ideal para o britânico campeão mundial dar uma resposta imediata, não só à concorrência externa, mas fundamentalmente ao seu colega de equipa, e o seu triunfo neste Grande Prémio vale  2.15  de acordo com a Bet.pt.

Hamilton foi segundo na Austrália e não quererá terminar pela segunda vez consecutiva atrás de Valtteri Bottas, pois tal poderá colocar em causa a sua liderança de equipa logo no início da época.

Bottas foi dominador em Melbourne, no entanto surge como segundo favorito para a corrida seguinte no Bahrein, cotado em  3.40 pela bet.pt.

Conseguirá o jovem piloto finlandês dar sequência à sua afirmação como piloto de topo, contrariando as indicações deixadas em anos anteriores, ou tratou-se apenas de uma situação ocasional que será rapidamente trazida de volta à normalidade este fim-de-semana?

Ousadia da Red Bull parece ter surtido efeito

A mudança que a Red Bull Racing operou este ano ao terminar a parceria com a Renault como fornecedor de motores, e apostando na Honda a partir de 2019 parece ter gerado frutos logo na primeira corrida.

Depois de uma temporada de 2018 francamente dececionante, arrancar com um pódio às custas do seu melhor piloto, Max Verstappen terá sido certamente revigorante e motivador para uma formação em época de transição.

Verstappen voltou a provar toda a sua qualidade em pista batendo os dois Ferraris e estará naturalmente entusiasmado com a ideia de ter um carro que lhe poderá permitir lutar com os melhores ao longo de todo o ano.

red bul f1

As suas qualidades como piloto são absolutamente indiscutíveis e, tendo um carro que dê garantias, Max Verstappen será provavelmente uma dor de cabeça constante para Mercedes e Ferrari, podendo criar alguns dissabores aos favoritos durante a temporada.

No Bahrein, o piloto da Red Bull vai tentar replicar o bom desempenho em solo australiano e as casas de apostas estão claramente a tê-lo em conta na luta pelos primeiros lugares da corrida.

Neste momento, Max Verstappen está cotado em 1.75 pela Betclic para conseguir terminar novamente entre os três primeiros, ou seja, para subir ao pódio pela segunda vez em duas corridas na temporada de 2019.

Se a Ferrari não conseguir corrigir as suas fragilidades de uma corrida para a outra, então a probabilidade do piloto belga repetir essa façanha aumenta exponencialmente.

Renault quer mais

A equipa Renault F1, que na época passada foi claramente a melhor das piores, isto é, a melhor equipa do pelotão a seguir às três mais fortes compostas por Mercedes, Ferrari e Red Bull, entrou na nova temporada com ambição reforçada no sentido de se afastar das mais fracas e se aproximar do pelotão da frente.

No entanto, a primeira corrida da temporada ficou algo abaixo das expectativas com Nico Hulkenberg a não ir além de uma sétima posição, enquanto o novo piloto da equipa Daniel Ricciardo foi forçado a abandonar após problemas na sua asa dianteira.

O chefe de equipa, Cyril Abiteboul, afirmou que noutras temporadas a equipa ficaria satisfeita com um sétimo lugar na estreia, mas este ano não, pois no seio da equipa sente-se que o seu carro tem condições de lutar pelos lugares mais altos do pelotão intermédio e será preciso melhorar com vista à próxima corrida.

No Grande Prémio do Bahrein, certamente que um lugar no pódio seria altamente comemorado, pois tal significaria que a equipa andaria perto dos melhores carros.

Ainda assim, esse cenário parece algo difícil de acontecer de acordo com as casas de apostas.

Para a Betclic, um pódio de Daniel Ricciardo ou Nico Hulkenberg está avaliado em 33.00 e 35.00 respetivamente, confirmando a tese de que, mesmo evoluindo a performance do seu monolugar, a Renault F1 ainda está distante da discussão dos primeiros lugares da corrida, pois tem três equipas claramente acima que parecem num patamar francamente distinto em termos de potencialidade.

Mercedes continuará a ser o mais rápido?

Para além de ter assegurado uma Dobradinha na corrida de estreia, a Mercedes ainda tratou de adjudicar o ponto extra que será atribuído ao piloto que estabeleça a volta mais rápida da corrida em casa Grande Prémio.

Valtteri Bottas esteve de tal modo intratável em Melbourne que amealhou também o ponto extra, somando 26 pontos logo de entrada, mas estará em condições de replicar esse desempenho no calor do Bahrein?

Atendendo à superioridade registada na primeira corrida do ano, tanto Lewis Hamilton  3.00  como Valtteri Bottas  3.45  partem como favoritos à volta mais rápida da corrida para a Betclic.

Ainda assim, se a Ferrari se reagrupar rapidamente e recuperar a velocidade e eficiência demonstrada pelo SF90 nos testes em Espanha, é evidente que o Cavalo Rampante também entras nestas contas pela volta mais rápida com Sebastian Vettel nos  3.45  .

hamilton mercedes

Charels Leclerc está bem acima a  8.25  e poderá concentrar-se mais em alcançar uma posição razoável no sentido de ajudar a sua equipa a recuperar pontos no Campeonato Mundial de Construtores, uma vez que a primeira corrida da época foi bastante penalizadora nesse departamento.

A Mercedes iniciou a somar o máximo de pontos possíveis numa corrida (44) enquanto a Ferrari nem sequer um pódio alcançou, somando 22 pontos, isto é, metade dos somados pela formação germânica, sediada em Inglaterra.

Com a Mercedes em posição dominante após a primeira corrida do ano, a Ferrari terá que dar uma resposta cabal sob pena de ficar para trás na corrida ao título demasiado cedo na temporada, retirando assim muita da emoção esperada por parte dos fãs da modalidade.

Veremos de que modo a scuderia irá reagir no Grande
Prémio do Bahrein este fim-de-semana…

CASAS DE APOSTAS LEGAIS
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.
>