Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Fórmula 1: Grande Prémio do Mónaco é mais uma oportunidade para a concorrência

Com a Mercedes a conquistar cinco Dobradinhas nas primeiras cinco corridas da temporada as contas estão difíceis para a concorrência, e este fim-de-semana Ferrari e Red Bull têm nova oportunidade de dar uma resposta mais cabal à líder incontestada.

Enquanto houver harmonia, pouco há a fazer…

Uma das grandes curiosidades da temporada no caso da Mercedes continuar a dominar desta forma será entender de que modo a equipa irá lidar com a questão do Campeão Mundial de Pilotos, isto é, irá dar liberdade a ambos os pilotos na luta pelo título, ou tomará partido a favor de Lewis Hamilton em dado momento, no caso de as contas estarem renhidas?

Atendendo ao passado recente, é provável que o piloto britânico tenha privilégio em relação ao jovem finlandês Valtteri Bottas já que se trata de um piloto altamente conceituado e em clara perseguição de se tornar no maior campeão da história da modalidade.

Fórmula 1: Grande Prémio do Mónaco é mais uma oportunidade para a concorrência

Neste momento, o piloto britânico conta com cinco títulos mundiais na sua carreira, menos dois que Michael Schumacher, o maior campeão de todos os tempos, mas com a atual hegemonia da Mercedes é perfeitamente legítimo que Hamilton alimente o sonho de superar o piloto germânico.

A questão da harmonia entre equipa torna-se assim essencial na definição do que poderá ser mais uma temporada de sucesso para a Mercedes e, em particular Lewis Hamilton. Mas será que o jovem Bottas estará na disposição de estender a passadeira ao seu colega mesmo estando na luta pelo título?

Esse é um cenário matreiro para a equipa Mercedes que, ainda assim certamente prefere ter esta dor de cabeça ao invés de andar a agonizar como a Ferrari na tentativa de equilibrar as contas do Mundial de Pilotos e Construtores.

Para já, Lewis Hamilton é favorito a vencer o Mundial de Pilotos em 2019 a 1.33 na Betclic com o seu companheiro Valtteri Bottas na segunda posição da grelha de favoritos a 3.25.

A discrepância de resultados neste início de temporada coloca os pilotos da Ferrari bem longe dos seus rivais com tanto Sebastian Vettel como Charles Leclerc nos 14.00.

Ferrari em convulsão

A cada temporada que se inicia uma nova esperança é renovada no seio da ‘Scuderia’, no entanto os resultados teimam em dececionar engenheiros, diretores, pilotos e adeptos da marca.

Este começo de época tem sido uma tremenda desilusão com a equipa a não confirmar as boas indicações que havia deixado nos testes de pré-temporada em Barcelona.

Após cinco corridas, a Ferrari não foi além de três pódios – todos eles na terceira posição – com Charles Leclerc a consegui-lo numa ocasião e Vettel em duas. E neste momento, até Max Verstappen da Red Bull Honda consegue estar na terceira posição do Mundial de Pilotos, confirmando que as coisas estão realmente complicadas para a formação italiana.

Sebastian Vettel já admitiu que ‘dói estar tão atrás’, mas que irá continuar lutando, afinal faz o que ama e tentará com todas as suas forças ajudar a Ferrari a reagir a esta péssima fase.

Para o Grande Prémio do Mónaco deste fim-de-semana as expetativas também não são as melhores visto que o circuito citadino prejudica uma das características onde a Ferrari é geralmente mais forte, ou seja, a velocidade de ponta.

Assim, a equipa italiana corre o risco de ter mais uma fim-de-semana penoso onde até pode ficar fora do pódio visto que Max Verstappen da Red Bull parece muito comprometido e focado neste começo de campanha.

Neste momento, ambos os pilotos da Ferrari têm probabilidades negativas de conseguirem um lugar no pódio no Mónaco, com Charles Leclerc a 2.05 e Sebastian Vettel a 2.30.

Mas por que razão Leclerc surge com cotações inferiores a Vettel nesta corrida, pergunta você? Pois bem, Leclerc é um piloto natural do Mónaco que certamente terá um conhecimento aprofundado de um circuito citadino da cidade onde nasceu, portanto é com relativa naturalidade que o vemos ligeiramente inferior nas cotações das casas de apostas em relação ao seu colega para esta corrida.

Mas será que Leclerc pode fazer valer esse conhecimento em seu favor. Na época passada, quando ainda corrida na modesta Alfa Romeo Sauber tal não lhe valeu de muito uma vez que concluiu na 18ª posição – tendo mesmo abandonado perto do final.

De qualquer modo, num carro mais habilitado para competir nesta temporada o jovem monegasco tem deixado excelentes indicações e certamente anseia por dar uma alegria ao seu povo e à sua equipa este fim-de-semana. Veremos se tal será possível ou, se pelo contrário as diferenças continuarão a fazer-se sentir no topo da grelha.

Verstappen não engana

Uma das confirmações deste início de temporada tem sido o jovem holandês da Red Bull Honda, Max Verstappen.

Após duas temporadas e meia como piloto secundário da equipa, Verstappen estabeleceu-se como líder em 2019 na sequência da saída de Daniel Ricciardo e os resultados estão à vista.

Max tem sido altamente consistente neste início de época, tirando o máximo partido do seu carro e aproveitando os erros dos seus rivais da Ferrari. Já conseguiu dois pódios nas primeiras cinco corridas, e nas restantes três terminou sempre no quarto lugar numa clara demonstração de consistência que poderá fazer a diferença quando for hora de fazer as contas finais.

Para já, está num brilhante terceiro lugar no Mundial de Pilotos com mais dois pontos que Sebastian Vettel e sete que Charles Leclerc, e se continuar a manter os seus índices de foco e estabilidade poderá perfeitamente lutar por um lugar no pódio final da temporada.

Mas Verstappen não tem tido vida fácil no Mónaco ao longo da sua ainda curta carreira. Na época de estreia, ao serviço da Toro Rosso não chegou ao final da corrida, repetindo a dose na época seguinte já ao serviço da Red Bull.

Em 2017 conseguiu o seu melhor resultado até ao momento concluindo na quinta posição e na época passada não foi além de uma modesta 9ª posição – a pior de toda a época em corridas que concluiu.

De certo modo, isto leva-nos a crer que Verstappen não tem um perfil muito moldado para este tipo de circuitos pelo que caberá ao holandês contrariar essa conclusão já este fim-de-semana.

Ele está cotado em 4.15 para vencer o Grande Prémio do Mónaco  na Esc Online numa demonstração de respeito por parte das casas de apostas, assim como de reconhecimento das qualidades do monolugar da Red Bull para este tipo de circuitos.

Max Verstappen pode assim ter oportunidade de obter um ótimo resultado numa corrida que não lhe tem sido favorável no passado recente, embora me pareça justo reconhecer que um lugar no pódio a 1.48 de acordo com a Betclic já fosse um resultado interessante de acordo com aquilo que tem sido o desempenho do piloto até ao momento.

Mais um fim-de-semana polarizado?

O domínio da Mercedes tem sido tão evidente neste início de temporada que até tem desanimado os fãs neutros da modalidade, sempre ávidos por uma boa luta entre equipas durante o Campeonato Mundial.

Tal não tem sucedido e, de acordo com as casas de apostas esse cenário não se tende a alterar no Mónaco visto que são os pilotos da Mercedes a dominar claramente a lista de favoritos à conquista do Grande Prémio do Mónaco.

Neste momento, Lewis Hamilton está cotado em 2.05 pela Betclic como favorito a novo triunfo, enquanto Valtteri Bottas lhe segue bem de perto com cotações de 3.00 na Betano.

Com os dois pilotos da Mercedes separados por apenas sete pontos em favor de Hamilton, a tal tese da harmonia que ainda impera no seio da equipa pode voltar a ser questionada, tendo em conta que Bottas precisa não deixar fugir o seu colega de equipa por forma a continuar a ter luz verde da equipa para dar tudo em pista e não deixar passar o seu colega.

Caso Hamilton crie um fosso na frente do Mundial de Pilotos, a hierarquia que agora está algo esbatida, tornar-se-á mais clara e até mesmo oficial e então não haverá volta a dar para o jovem finlandês, que terá de obedecer às ordens da sua equipa em seu desfavor no que concerne a uma eventual luta a dois pelo título mundial.

hamilton

Com isso em mente, acredito que Valterri Bottas entre muito focado em vencer no Mónaco, prova que lhe tem sido madrasta ao longo da carreira, com uma quarta posição em 2017 a ser o seu melhor resultado até ao momento.

Mas Lewis Hamilton também não tem sido um ‘expert’ nas exigentes curvas do circuito monegasco, triunfando em apenas duas ocasiões ao longo de 12 Grandes Prémios nesse local.

Para um piloto cinco vezes campeão mundial, e duas vezes vice-campeão, naturalmente que vencer 2/12 no Mónaco não é um registo muito animador, embora no total tenha alcançado seis pódios, o que já é um registo um pouco mais digno de um piloto que tem lutado por títulos mundiais durante boa parte da sua carreira.

Os fãs neutros da modalidade estarão a ansiar por um fim-de-semana mais emotivo que finalmente possa mudar a cara dos dois primeiros lugares do pódio, mas estará a equipa Mercedes na disposição de abrir brechas para os rivais? Veremos…

Telegram ApostaGANHA
50€ de Bónus
50€ de Bónus
20€ de Bónus
Freebet de 10€