Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

Futebol terá de concluir a temporada até inícios de Agosto

As reuniões sucedem-se com vista ao estabelecimento de datas limite para a conclusão da época futebolística e segundo a mais recente indicação da UEFA, as mesmas terão de estar encerradas até 03 de Agosto no máximo.

Corrida contra o tempo

Os adiamentos do Campeonato da Europa e Jogos Olímpicos devolveram esperança às mais diversas federações de futebol dos respetivos países, mas tudo continua dependente do eventual controlo da propagação do coronavírus, afinal o tempo não para e a realização das jornadas restantes das ligas europeias continua em causa.

Futebol terá de concluir a temporada até inícios de Agosto

Segundo conclusões extraídas da mais recente reunião da UEFA junto de clubes e responsáveis, a data limite está agora em 03 de Agosto, altura em que os países terão de indicar quais os clubes qualificados para a Liga dos Campeões do ano seguinte.Desse modo, o último fim-de-semana futebolístico deverá ser a 01 de Agosto, embora ainda tenhamos de contar com as competições europeias que, geralmente são o ocaso das épocas.

Em Portugal, por exemplo, temos ainda dez jornadas por realizar assim como uma Final da Taça de Portugal. E mesmo considerando a realização de duas jornadas por semana – visto que já não há equipas portuguesas nas competições europeias – é provável que a Liga de Clubes e Federação Portuguesa e Futebol necessitem de cerca de mês e meio para concluírem os seus calendários.

Assim, e olhando ao tempo limite estabelecido pela UEFA, é evidente que as competições não se poderão reatar muito para além de meados de Junho sob pena de não serem concluídas. Por outro lado, e após uma longa paragem competitiva espera-se que os plantéis precisem de cerca de 10/12 dias para recuperarem parte dos índices físicos que apresentavam uma vez que treinar em casa não se compara com treinos conjuntos em situações onde frequentemente se simulam situações de jogo.

Tudo isto serve para elucidar o leitor de que será crucial que exista luz verde até finais de Maio, isto é, que os jogadores possam finalmente juntar-se normalmente nos centros de treino para recuperarem parte da sua forma antes de voltarem a competir em meados de Junho.

Casos mais graves nas principais ligas europeias

Se no caso nacional existe a irónica vantagem de já não existirem clubes na Liga Europa ou Liga dos Campeões, o mesmo não sucede com a Premier League, La Liga, Serie A Italiana ou Bundesliga que continuam a contar com diversas equipas em várias frentes.

O futebol inglês será aquele que está numa situação mais delicada porque tem ainda nove jornadas de Premier League por realizar e uma Taça de Inglaterra que se encontra apenas nos Quartos de Final. Além disso, Manchester City, Chelsea, Manchester United, Arsenal e Wolves ainda estão nas competições europeias, com quatro deles ainda envolvidos nas três competições em disputa, e por isso com calendários verdadeiramente infernais até final da época, caso a desejem concluir em tempo útil.

A Liga Italiana também está muito atrasada pois foi a primeira a parar por conta do surto de Covid-19, faltando ainda disputar 12 partidas que certamente pressupõe perto de dois meses de competição ininterruptos, algo que não será fácil de conjeturar.

Juventus, Atalanta, Napoli, AS Roma e Inter de Milão ainda estão nas competições europeias, algo que obviamente complica ainda mais a situação, sendo que alguns desse clubes também se encontram a disputar a Taça de Itália que se encontra nas Meias-Finais.

Em Espanha, o cenário parece mais exequível atendendo ao facto de Taça do Rei ter uma final entre clubes que não estão nas competições europeias – Real Sociedad e Athletic Bilbao – e com onze jornadas da La Liga por disputar, provavelmente será possível concluir a prova num espaço de mês e meio, sensivelmente.

Na Alemanha, faltam disputar nove jornadas juntamente com as Meias-Finais da Taça da Alemanha, no entanto parece relativamente claro que serão as competições italianas e inglesas aquelas que maiores problemas poderão levantar.

Sem tempo par respirar até 2023

De acordo com as projeções de vários especialistas, esta paragem competitiva poderá mergulhar o futebol numa fase infernal onde as pausas para descanso serão muito reduzidas. Com o previsível final de época no início de Agosto, e com o começo da época seguinte a não poder ir muito além de meados de Setembro, o período de férias será reduzido.

Depois teremos uma época em cheio que começará ligeiramente mais tarde e que ainda terá Euro 2020, Copa América e Jogos Olímpicos em 2021. A temporada 2021/22 deverá depois decorrer com alguma normalidade, no entanto, teremos um Campeonato do Mundo em 2022 que decorrerá a meio da época – entre Novembro e Dezembro – pelo que as competições de clubes terão de iniciar-se um pouco antes do normal ou concluir-se ligeiramente depois.

Resumindo, teremos dois anos e meio que podem ser absolutamente frenéticos em termos futebolísticos. É caso para dizer que podemos estar apenas a respirar fundo para fortes emoções. Assim esperamos…

 

Gostastes do nosso conteúdo? então regista-te no nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manteres bem informado.

Um sitio perfeito para receberes tudo do AG é o canal no Telegram. Também no chat podes conversar com mais de 2.500 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se estas a procura dos Pros acede também os Tipster Profissionais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *