Com muito campeonato ainda pela frente – e não poucos casos de tropeços gritantes num passado recente –, a verdade é que o Sporting de Rúben Amorim não abranda, mostra consistência e tem o fator histórico completamente a seu favor. Nunca uma equipa com 10 pontos de vantagem perdeu o título em Portugal. A última vez que o “Leão” teve tamanho avanço no topo remonta a 1950/51.

HÁ 70 ANOS QUE O SPORTING NÃO LIDERAVA TÃO LARGO

É preciso recuar até à época 1950/51 para encontrar uma campanha do Sporting no campeonato português que deixasse os leões com uma vantagem tão confortável no topo da tabela classificativa.

Após a vitória da última segunda-feira frente ao Paços de Ferreira, a equipa sensação até ao momento na Liga NOS, o grupo liderado por Rúben Amorim pode ter dado um passo decisivo para o título, ao deixar o FC Porto a 10 pontos de distância, o Braga a 11 e o Benfica a 13.

Abrangendo a análise ao contexto nacional, há 10 anos que a Liga Portuguesa não tinha nenhuma equipa, durante todo o campeonato, com uma vantagem na liderança na casa da dezena de pontos.

Trata-se, então, do FC Porto de André Villas-Boas, que, em 2010/11, limpou as duas principais competições domésticas (campeonato, que acabaria por vencer de forma invicta e com 21 pontos à maior para o Benfica, e Taça de Portugal) e ainda juntou a conquista da Liga Europa.

HÁ 70 ANOS QUE O SPORTING NÃO LIDERAVA TÃO LARGO

A CONSISTÊNCIA DEFENSIVA COMO CHAVE PARA O SUCESSO

Já por várias vezes alguns adeptos que seguem o campeonato português questionaram: mas este Sporting joga assim tanto a mais do que os principais rivais para ter uma vantagem tão grande?

A verdade é que, tendo em conta o nível médio exibicional na Liga NOS e até o rendimento médio da própria equipa de Amorim, a pergunta torna-se credível, a meu ver.

Tempos houve, já nesta época desportiva, em que o futebol praticado pelo líder e grande favorito a vencer o campeonato 19 anos depois parecia a caminho de encantar, tal a dinâmica ofensiva apresentada pelos “leões”. Por sinal discutimos isso aqui: Sporting queima etapas para a conquista do campeonato?

Nos tempos mais recentes, o Sporting não tem colorido as suas vitórias com um brilho tão acentuado, mas a verdade é que o mérito é inquestionável e muito por culpa da solidariedade e humildade que a equipa mostra dentro de campo, reforçando os seus níveis de eficácia defensiva de forma a não haver par na nossa Liga.

E os números não mentem. Em 19 jornadas, o Sporting é a defesa menos batida do campeonato, com apenas 10 golos sofridos, uma média quase inferior ao 0,5 golo sofrido por jogo.

Curiosamente, é o Belenenses (13.º) a equipa que apresenta, por agora, o segundo melhor registo defensivo, mas se compararmos com os rivais da formação leonina na luta pelo título a diferença é ainda mais expressiva: o Benfica contabiliza 17 golos sofridos, o Braga um total de 18 e o FC Porto já viu as redes da sua própria baliza abanarem em 21 ocasiões.

Faz sentido destacar a incrível temporada que o internacional uruguaio Sebastian Coates tem feito na liderança do eixo defensivo a três do Sporting, bem como a consolidação de Zouhair Feddal, que chegou proveniente do Bétis debaixo de alguma desconfiança dos adeptos verde e brancos.

PROJEÇÃO CREDÍVEL LANÇA SPORTING COMO FUTURO CAMPEÃO…

A análise foi feita pelo Observatório do Futebol (CIES), um instituto independente sediado na Suíça (em Neuchâtel), criado em 1995, que se debruça sobre a análise estatística do desporto rei.

A projeção foi feita para um total de 22 ligas no futebol europeu e a Liga Portuguesa esteve incluída.

Os critérios para a previsão baseiam-se num modelo que conjuga vários fatores do jogo: remates enquadrados efetuados e permitidos, posse de bola e o número de passes de uma equipa e dos seus adversários no último terço do terreno.

Assim, o CIES lançou a classificação final da Liga NOS com o top-4 fixado pela atual ordem classificativa:

Sporting campeão com 82 pontos, FC Porto vice-campeão com 73, seguido de Braga como 3.º classificado (67 pontos) e o Benfica fora do top-3, em 4.º lugar, com apenas 66 pontos.

…E BENFICA FORA DOS LUGARES DE “CHAMPIONS”

Quem não tem dado sinais de melhoria e corre sérios riscos de ter a pior prestação da última década é o rival da segunda circular – Crise na Luz deixa Benfica fora da corrida pelo título?

Também de acordo com o estudo levado a cabo pelo Observatório do Futebol, o Benfica, que gastou como nunca no reforço do plantel e para fazer regressar Jorge Jesus a Portugal, irá terminar o campeonato na 4.ª posição, atrás de Porto e Braga.

Caso a previsão se confirme, a época encarnada (que já não parece ter salvação) falhará em toda a linha e até o não apuramento para a próxima Liga dos Campeões deixaria o Benfica em maus lençóis do ponto de vista desportivo e também financeiro.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram, TikTok e Twitter. Ainda tens o nosso Canal de Telegram
CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.
>