O internacional brasileiro Hulk, cujo vínculo contratual com o Shanghai SIPG está a chegar ao fim, declarou recentemente que não quer continuar a sua aventura no futebol de Leste, deixando no ar a possibilidade de voltar a atuar no Velho Continente ou até mesmo na sua terra natal.

«AQUI NÃO QUERO MAIS»

A representar o Shanghai SIPG, atualmente um dos maiores clubes da China, desde julho de 2016, altura em que abandonou os russos do Zenit para rumar ao continente asiático, Hulk parece ter-se fartado do Oriente e está pronto a abraçar um novo projeto já a partir de janeiro do próximo ano.

Em declarações prestadas à comunicação social o antigo avançado do FC Porto revelou que teve uma reunião com os responsáveis do Shanghai SIPG, onde deu conta da sua intenção de não renovar o contrato que perdura até 31 de dezembro de 2020, a pouco mais de uma semana de completar os 34 anos de idade.

O futuro poderá passar pelo futebol brasileiro, sendo que foi o próprio Hulk a confirmar a existência de propostas provenientes do seu país natal, de «grandes clubes da Europa, que disputam a Liga dos Campeões e até da China.

Mas aqui não quero mais. Estou estudando, pedindo a Deus para me ajudar a escolher e estar bem fisicamente», referiu.

MUITOS INTERESSADOS, COM PALMEIRAS À CABEÇA

Tendo em vista a aposta no reforço do plantel para tentar quebrar o que pode bem vir a ser o início de um período hegemónico por parte do Flamengo no futebol brasileiro, o Palmeiras parece ser um dos clubes mais interessados em garantir a contratação de Hulk a partir de janeiro próximo.

O avançado do Shanghai SIPG é um sonho antigo do clube do estado de São Paulo, que em fevereiro passado recebeu o jogador na Arena Paulista e terá deixado clara a disponibilidade para acolher Hulk de braços abertos.

Na ocasião, a pesada folha salarial do jogador de 33 anos era um impedimento para o regresso ao futebol brasileiro, de onde Hulk emigrou, em 2005, rumo aos japoneses do Kawasaki Frontale.

«Não estou colocando fator “dinheiro” na frente. Estou pensando direitinho onde vou ser mais feliz e estou dando tempo, escutando meus empresários. Não decidimos nada ainda. O certo é que em dezembro estou livre».

REGRESSO A PORTUGAL NO HORIZONTE?

Com preço de mercado avaliado nos 6,8 milhões de euros, segundo informação publicada pelo site Transfermarkt, creio que Hulk pode bem servir ainda os interesses dos “grandes” da Liga NOS, bem como de clubes de média/alta dimensão em outros campeonatos europeus, como por exemplo a Serie A italiana (onde vários jogadores têm apostado em ingressar na fase descendente das suas carreiras, como são os exemplos de Gervinho, Frank Ribéry, Rodrigo Palacio, entre outros) ou a Ligue 1 francesa.

Todos nos lembramos da potência incrível com que Hulk agitava as defesas adversárias numa das fases de maior brilho, nos últimos tempos, do FC Porto.

A velocidade, a agilidade, a facilidade com que criava desequilíbrios no um-para-um, aliando a isso uma capacidade física e um poder de finalização incríveis deixaram sempre no ar a possibilidade de Hulk poder vir a brilhar ao mais alto nível na Europa.

Algo que não se concretizou, talvez porque a prioridade do atleta tenha passado por ingressar em destinos financeiramente mais atrativos.

O regresso ao FC Porto, numa altura em que Hulk aponta o fator económico como redutor no peso da decisão que vier a tomar, tendo em vista a continuação da sua carreira, não parece, de todo descontextualizado.

Até pela política que os “dragões” têm adotado nos últimos tempos, de mesclar a experiência com a aposta na juventude, saltando à vista o caso de Pepe.

O Estádio do Dragão, de onde o avançado saiu em 2012/13 para rumar ao Zenit, é um dos locais onde Givanildo Vieira de Souza (nome real de Hulk) foi mais feliz ao longo da sua carreira.

À conquista de quatro campeonatos, três Taças de Portugal e quatro Supertaças Cândido de Oliveira, o internacional brasileiro (48 jogos/11 golos pela Seleção Brasileira) soma um registo impressionante com 170 jogos e 78 golos ao serviço dos “azúis-e-brancos”.

DO JAPÃO PARA PORTUGAL, DA RÚSSIA PARA A CHINA

Hulk teve a sua formação repartida pelo Grémio Recreativo Serrano, Vilanovense, São Paulo e Vitória da Bahia. Em 2005, deixou o futebol brasileiro para se aventurar na J-League, onde representou Kawasaki Frontale, Consadole Sapporo e Tokyo Verdy.

Com 21 anos de idade, Hulk chegou a Portugal, onde passou quatro anos em grande nível no FC Porto.

O rendimento brutal conseguido no campeonato português, onde foi um dos destaques durante o tempo que por cá passou, abriu-lhe as portas do futebol russo, onde esteve ao serviço do Zenit entre os anos de 2012 e 2015.

Desde então, Hulk tem representado o Shanghai SIPG, equipa atualmente orientada pelo treinador português Vítor Pereira, com quem se sagrou campeão nacional chinês em 2018.

Hulk abre a porta ao regresso à Europa e ao Brasil

Figura maior da Superliga Chinesa, o trajeto no país do “Dragão Vermelho” parece estar a chegar ao fim.

122 jogos e 69 golos depois com a camisola do Shanghai SIPG, o brasileiro não tem conseguido dar continuidade a um rendimento assinalável devido à paralisação do futebol chinês, em virtude do combate à disseminação da pandemia do novo coronavírus.

O campeonato chinês tem retoma agendada para o próximo dia 25 de julho, porém Hulk só poderá voltar a pisar os relvados no dia 27. A segunda-feira em que o Shanghai SIPG defronta o Tianjin Teda, na 1.ª jornada da Superliga Chinesa.

A Betway.pt já disponibiliza odds para a ronda de abertura de um dos principais campeonatos de Leste, com alguns mercados ainda indisponíveis.

No arranque de uma campanha onde lutará pelo título, o handicap asiático (-1) do Shanghai SIPG surge cotado a 1.63 , enquanto que o (+1) favorável ao Tianjin Teda se fixa em 1.49.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Tegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.