O internacional italiano Immobile da Lazio ultrapassou Robert Lewandowski e Cristiano Ronaldo na corrida pela atribuição da Bota de Ouro, igualando ainda o recorde de maior número de golos marcados (36) numa edição da Serie A italiana.

IMMOBILE BATEU A CONCORRÊNCIA DE LEWANDOWSKI E RONALDO

Na última jornada do campeonato italiano, que ficou concluído no passado fim-de-semana, Ciro Immobile chegou à marca dos 36 golos numa única edição da Serie A, um recorde que era detido pelo argentino Gonzalo Higuaín, atualmente ao serviço da Juventus, aquando da sua passagem pelo Nápoles na época de 2015/16.

Aos 30 anos de idade, o avançado da Lazio, que acabou a Serie A na 4.ª posição da tabela classificativa, superou todas as expectativas, até porque se apontássemos, no início da época, os prováveis vencedores da Bota de Ouro dificilmente Immobile estaria no topo das nossas preferências.

Depois de ter ultrapassado Robert Lewandowski (34 golos na Bundesliga 19/20 ao serviço do Bayern Munique) na penúltima jornada da Serie A, Immobile confirmou a conquista da Bota de Ouro antes mesmo de entrar no relvado do San Paolo, para defrontar o Nápoles, no passado sábado.

Isto porque o português Cristiano Ronaldo (31 golos), que ficou em branco na deslocação da Juventus ao terreno do Cagliari, na penúltima ronda da Serie A, ficou fora da lista de convocados de Maurizio Sarri para a jornada de encerramento do campeonato, onde a campeã italiana saiu derrotada da receção à AS Roma.

De qualquer das formas, CR7 teria de chegar a um “póquer” para igualar Immobile antes do jogo em Nápoles. Talvez por isso, Sarri tenha preferido resguardar o craque português, tendo em vista a realização da segunda-mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, agendada para a próxima sexta-feira, em Turim, contra os franceses do Lyon.

Immobile sucede a Messi na conquista da Bota de Ouro

Os sete melhores marcadores das principais ligas europeias foram, por esta ordem: Ciro Immobile (Lazio, 36 golos), Robert Lewandowski (Bayern, 34), Cristiano Ronaldo (Juventus, 31), Timo Werner (Leipzig, 28), Leo Messi (Barcelona, 25), Romelu Lukaku (Inter, 23) e Jamie Vardy (Leicester, 23).

Com 30 anos, o ponta-de-lança italiano ascende ao topo do futebol europeu e certamente estará no radar de alguns dos maiores clubes do Mundo, tendo sido recentemente apontado ao Manchester United e ao Newcastle.

A prejudicar o cenário de uma eventual transferência para um “tubarão” estará o atual valor de mercado de Immobile, fixado em 40 milhões de euros (segundo dados publicados a 8 de abril passado pelo Transfermarkt), associado ao fator idade.

BARCELONA EM “CRISE” E MESSI LONGE DA RIBALTA

A ausência mais notada na discussão pela Bota de Ouro foi a do argentino Lionel Messi, que havia vencido de forma consecutiva as últimas três edições da Bota de Ouro, troféu individual que arrecadou ao longo da sua carreira por seis ocasiões.

A época ficou irremediavelmente marcada pela desinspiração coletiva da equipa do Barcelona que, além de ter falhado os títulos na Liga Espanhola e na Taça do Rei, ficou muito aquém do nível exibicional e da qualidade futebolística que se exige a uma equipa da sua dimensão e construída após avultado investimento.

Com apenas 25 golos marcados na última edição de La Liga, onde até foi o melhor marcador, com mais quatro golos que Karim Benzema, Lionel Messi protagonizou a sua pior época desde 2007/08, quando ainda só tinha 21 anos de idade.

Aos 33 anos, o argentino poderá estar a entrar numa fase descendente da sua carreira, sem desconsiderar a enorme qualidade individual de que ainda dispõe, que lhe deverá permitir atuar ao mais alto nível durante, no mínimo, mais dois ou três anos à vontade.

TRÊS PORTUGUESES ENTRE OS MAIORES VENCEDORES DA HISTÓRIA

No topo da tabela de conquistas de edições de um dos mais prestigiantes troféus de caráter individual na história do futebol, numa lista de 11 jogadores com a presença de três portugueses, surge o nome de Lionel Messi, com seis vitórias.

No 2.º lugar, aparece o inevitável Cristiano Ronaldo, com quatro conquistas, ao serviço de Manchester United e Real Madrid.

Empatados com duas Botas de Ouro, aparecem Eusébio (Benfica, 67-68, 72-73), Gerd Müller (Bayern Munique, 79-70, 71-72), Dudu Georgescu (Dínamo Bucareste, 74-75, 76-77), Fernando Gomes (FC Porto, 82-83, 84-85), Ally McCoist (Rangers, 91-92, 92-93), Jardel (FC Porto e Sporting, 98-99, 01-02), Thierry Henry (Arsenal, 03-04, 04-05), Diego Forlán (Villarreal e Atlético Madrid, 04-05, 08-09) e Luis Suárez (Ajax e Liverpool, 13-14, 15-16).

CRITÉRIOS DE ATRIBUIÇÃO DA BOTA DE OURO

Com um esquema que facilita o sucesso das maiores estrelas do futebol europeu, por estarem sujeitas a um maior nível de exigência competitiva, há uma pontuação distinta relativa a cada golo marcado por campeonato nacional.

Nos principais campeonatos alemão, espanhol, italiano, inglês e francês, cada golo equivale à atribuição de dois pontos.

Já nas ligas de Áustria, Bélgica, Bulgária, República Checa, Portugal, Croácia, Escócia, Grécia, Holanda, Israel, Noruega, Polônia, Rússia, Sérvia, Suíça, Turquia, Bielorrússia e Ucrânia, cada golo recebe 1,5 pontos.

Por fim, um golo marcado representa apenas um ponto nos campeonatos de Albânia, Andorra, Armênia, Azerbaijão, Bósnia, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Estônia, Finlândia, Ilhas Faroé, Geórgia, País de Gales, Hungria, Irlanda, Irlanda do Norte, Islândia, Cazaquistão, Lituânia, Luxemburgo, Letônia, Macedônia, Malta, Moldávia, Montenegro, Romênia e Suécia.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
3,8 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis mais Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Aposta de 5€ Grátis com o Código Promocional: APOSTAGANHA1 mais 50% de Bonus até um máximo de 50 euros.