Prognósticos para Apostas Desportivas Online - Aposta Ganha

Inglaterra Mundial 2018 – Guia e Análise

guia-mundial-2018-inglaterra

Inglaterra Mundial 2018 – Guia e Análise

Trajeto na qualificação:

Na preparação para este mundial 2018 o destaque, por se ter tornado uma das primeiras selecções a carimbar um bilhete para a Rússia

Conseguiu oito vitorias e dois empates. Com a defesa a ter sido um dos pontos fortes, sofreu apenas três golos e marcou dezoito golos.

Jogos em evidencia, ou com um teor mais complicado, o empate a zero na Eslovénia e o empate a duas bolas com a Escócia, dois jogos em que passaram por alguns sustos e poderia ter complicado as contas no que à partida se previa que seria uma qualificação tranquila.

Na restante qualificação podemos afirmar que os restantes jogos foram um autêntico passeio, embora não deslumbrassem mas cumprindo o que lhes era pedido, vencer.

A principal ausência é sem duvida a saída do ex-capitão Wayne Rooney, que teria lugar nesta equipa e dada a sua experiência poderia ser uma mais valia.

Mas Rooney renunciou à seleção 23 de Agosto de 2017, em parte pressionado pelo atual selecionador, que afirmou que o capitão tem que estar ao serviço e não ausente como vinha a suceder.

Um pouco de história e resumida de um dos países mais importantes do velho continente europeu.

A Inglaterra que está junto com as ilhas britânicas, conhecidas como Reino Unido, onde para alem da Inglaterra, fazem também parte, Escócia, Pais de Gales, Irlanda do Norte e Irlanda.

O território começou por ser habitado pelo povo celta, no século 5 antes de Cristo, este povo acabou por ser derrotado pelo então grande nação romana, que era a grande civilização e a mais temida pelos povos espalhados pelo continente europeu.

Os romanos chegaram às ilhas britânicas nos séculos 55 e 54 antes de Cristo, mas não conseguiu ocupar toda a extensão, ficando pela zona sul e um pouco da área central, ou seja o que hoje conhecemos por Inglaterra.

Os romanos deixaram a sua marca em alguns dos grandes monumentos e na cultura, instruindo as populações a aderir ao cristianismo em detrimento do druidismo.

Depois de vários séculos de domínio romano, no ano de 410 depois de Cristo, dá-se inicio à queda do império romano, por parte da invasão por anglo-saxões este o nome conhecido, pelos povos germânicos.

Que expulsaram os romanos e os celtas que ainda ocupavam a parte norte das ilhas.

Mas ainda sofreram ataques de outros povos, como os vikings e mais tarde os normandos, como eram conhecidos os povos do norte da actual França, mas os anglo-saxões conseguiram resistir.

Curioso que o primeiro rei e responsável pela construção do Reino Unido, tal com o conhecemos foi um normando de nome Guilherme, que se coroou rei e foi o primeiro a ser coroado na famosa Abadia de Westminster.

Daí para cá temos o rei Henrique VIII, conhecido por ter fundado a Igreja Anglicana, cortando os laços com a religião dos romanos e criou esta religião com o intuito de se separar da sua até então esposa, Catarina de Aragão e desposar Ana Bolena.

Foi na chamada época dos descobrimentos onde estavam portugueses, franceses, espanhóis, holandeses e espanhóis, que os ingleses se tornaram uma das grandes potencias do mundo.

O poderio da chamada armada britânica, ficou mais conhecido por ter derrotado um dos homens mais perigosos e amplamente tendo no ano de 1805 numa das batalhas navais mais esticas da história que marcou a derrota e o inicio da queda de Napoleão Bonaparte.

A derrota deu-se na famosa batalha de Trafalgar, na costa espanhola.

– A Inglaterra tal como a conhecemos nos dias de hoje tem mais de 56 milhões de habitantes, numa área de 130.395 km2, com uma media de 307 habitantes por km2.

– Capital, Londres

– Moeda, Libra esterlina

– Língua oficial, inglês

Significado da bandeira inglesa, começou a ser desfraldada e vista nos séculos XVII e XVIII, como símbolo na marinha mercante inglesa.

A cruz vermelha representa o São Jorge, segundo reza a lenda, São Jorge lutou e matou um dragão, desenhando uma cruz com o sangue do dragão no escudo. O fundo branco significa a pureza.

O símbolo da federação inglesa com três leões, entidade responsável pelo futebol inglês.

– Nome da Federação, The Football Association

– Fundada em 1863

– Filiado na Fifa em 1905

Inglaterra foi o pais que inventou o futebol, mas curiosamente por ter inventado o chamado desporto rei, nem por isso é sinónimo de seleção com mais títulos.

Conta apenas no palmares com uma vitoria no campeonato do Mundo de 1966, onde foi anfitriã da prova.

Esteve presente em treze fases finais,1950, 1954, 1958, 1962, 1966, 1970, 1982, 1986, 1990, 1998, 2002 e 2014.

A seleção da Inglaterra ocupa a 15ª posição no raking, é sempre uma das crónicas candidatas a vencer esta importante prova mas nas ultimas duas participações, perdeu nos oitavos de final do mundial da África do Sul de 2010, com a Alemanha por quatro bolas a uma.

No mundial de 2014 no Brasil, a participação foi marcada pela desilusão não passou sequer a fase de grupos. As culpas foram apontadas à não preparação atempadamente para um clima bem diferente do europeu.

Jogadores em Destaque: Harry Kane – Tottenham

Jogador em destaque é sem dúvida Harry Kane, nasceu há 24 anos em Londres, o avançado que começou a dar os primeiros passos no Ridgeway Rovers.

Clube de escalões inferiores, despertou a curiosidade do Arsenal, chegou a fazer parte dos quadros da equipa arsenalista em 2000/2001.

kane inglaterra 2

Mas não vingou regressou ao Ridgeway Rovers, onde permaneceu dois anos até ser contratado pelo Watford, mas não aqueceu sendo contratado pelo Tottenham.

Mas acabou por ser emprestado a clubes como Leyton Orient, Millwall, Norwich City, Leicester City e finalmente a partir da época 2013/2014.

Finalmente pegou de estaca e tem sido um jogador determinante na equipa do Tottenham.

Tem sido o jogador que muito tem evoluído e com uma qualidade técnica bem acima da media e sempre um jogador muito perigoso, na frente de ataque causando muitos problemas nas defesas contrárias.

No Tottenham, já leva vinte e sete golos marcados, na seleção inglesa já marcou doze golos em vinte e três jogos.

Jogadores em Destaque: Raheem Sterling – Manchester City

Recheada de bons valores, esta seleção inglesa, foi difícil escolher outro jogador que sobressaia dos restantes.

A minha escolha recai para outro jovem que tem crescido e tem muita qualidade e devido há sua idade e tem um longo caminho para mel

sterling inglaterra

horar ainda mais a sua qualidade.

Falo do Raheem Sterling, nasceu em Kingston na Jamaica, tem vinte e três anos, que foi viver para Londres com apenas cinco anos na companhia da mãe.

Os primeiros passos no futebol, foi no Queens Park Rangers em 2003 até 2010, até ser contratado pelo Liverpool, clube que representou até 2015, altura que é contratado pelo clube milionário Manchester City.

Foi considerada a contratação mais cara da historia entre clubes ingleses e também o jogador inglês mais caro de sempre. Jogador que tem sido preponderante no xadrez, desenhado pelo treinador espanhol Pep Guardiola, do Manchester City.

Que tem na velocidade e na visão de jogo atributos que fazem dele um jogador muito evoluído e que pode inventar uma jogada do nada e criar ocasiões de golo, graças à sua velocidade e visão de jogo.

O Comandante

Gareth Southgate, selecionador inglês nasceu em Watford, Inglaterra há quarenta e sete anos.

Começou a carreira no futebol, no Crystal Palace em 1988, até 1995. Jogou como defesa central e era considerad

southgate inglaterra

o um dos melhores nessa posição, um jogador que era forte no jogo aéreo e não comprometia quando tinha que resolver os ataques dos adversários.

Em 1995 ruma ao Aston Villa onde permaneceu durante seis anos, em 2001 assina contrato com Middlesbrough.

Clube que representou até 2006, altura em que termina a carreira de jogador e inicia a carreira de treinador neste clube durante três anos.

Pela seleção inglesa foi internacional por cinquenta e sete vezes, marcou dois golos.

Mas a federação contrata-o para as camadas jovens mais concretamente, treinar os sub21 e sub20. Com a saída de Sam Allardyce, da seleção principal, é chamado para ser treinador interino até a federação encontrar um substituto.

Mas com os resultados positivos, os responsáveis da federação decidiram nomeá-lo o selecionador principal, onde os responsáveis também frisaram a escolha pela forma como a equipa estava a ter injeção de sangue novo, ou seja jovens ingleses para construir uma nova seleção.

A forma de montar o xadrez tem sido num, quatro, três, dois e um, recentemente alterou para três centrais, não sabendo ainda se será essa a forma de jogar, na fase final.

E para já o resultado está à vista com a qualificação da Inglaterra, para a fase final.

 

jogos-primeira-fase

Pontos Positivos

Esta seleção prima por ser uma equipa equilibrada, com destaque para uma defesa sólida, graças aos centrais John Stones e Gary Cahill e também na frente com destaque para jogadores como Rashford, Lingard, Kane e Vardy.

Recheada de bons valores e nos próximos anos há quem defenda, graças à juventude de alguns jogadores poderá ser uma seleção muito forte.

Pontos Negativos

Ponto menos bom, na minha opinião é na baliza olhando para os guarda redes, que tem passado pela baliza britânica, nenhum deles merece uma confiança a cem por cento, todos tem lacunas e não há um que digamos pegue de estaca, como o favorito.

Dos guardiões que jogaram notou-se intranquilidade na saída em pontapés de canto ou a jogar com os pés.

Mas talvez a escolha recaia no menos mau, como o Jordan Pickford, titular do Everton e tem feito uma época regular.

 

Análise dos jogos da Primeira Fase

Inglaterra Mundial 2018 - Guia e Análise

Inglaterra vs Tunisia – 18/06/2018 – 19:00 – Volgograd Arena – Volvogrado

A Inglaterra inicia a caminhada frente a uma seleção africana, a Tunísia que já se cruzaram uma vez no campeonato do mundo de 1998.

Com a vitoria a sorrir aos ingleses por duas bolas a zero. Já passaram vinte e anos desde esse jogo, as coisas mudaram quer para os ingleses, que tardam a a regressar ao mítico ano de 1966 quando foram campeões.

Por parte dos tunisinos, também mudaram e aparentemente possuem uma seleção um pouco mais forte, com três jogadores que jogam na Europa.

O defesa Abdennour, do Marselha, o medio Khazri do Stade Rennais, curiosamente o goleador desta equipa e o avançado Naim Sliti, do Dijon, jogam todos em França.

Sem duvida que os ingleses tem melhor e mais qualidade de jogo, do que os tunisinos e não acredito, que aconteça nenhuma surpresa com a Inglaterra a entrar com o pé direito e levar de vencida a Tunísia.

Inglaterra vs Panama – 24/06/2018 – 13:00 – Stadion Nizhny Novgorod – Novogardia

Este jogo fica marcado pela estreante Panamá, que está pela primeira vez na sua história numa fase final de um campeonato do mundo.

Nunca se defrontaram, será esta a primeira vez e com claro favoritismo para a seleção inglesa. Jogadores com mais valor a jogar fora do sua terra natal, defesa Román Torres joga na liga MLS dos Estados Unidos da América no Seattle Sounders.

E o avançado veterano Luis Tejada, joga no Peru no Universitário, sem grandes nomes pelo menos conhecidos do futebol, estou curioso para ver como se batem perante uma Inglaterra, muito forte.

Este jogo será o mais fácil para os ingleses e com certeza acabará em goleada a favor de Kane e seus colegas.

Inglaterra vs Bélgica – 28/06/2018 – 19:00 – Kaliningrad Stadium – Kaliningrado

Este é sem duvida o jogo do grupo, aqui será decidido qual terminará em primeiro lugar do grupo. A Bélgica tem sido uma das seleções com presença frequente, quer nas fases finais de europeus, quer nas fases finais dos mundiais.

Possui jogadores com uma técnica e qualidade acima de muitas outras seleções, mas ainda não conseguiram, mostrar com títulos essa qualidade.

A começar pela baliza com Courtois, Chelsea, o veterano defesa Kompany do Manchester City, dos médios Eden Hazard, Chelsea, Kevin de Bruyne do Manchester City e Witsel, que já passou pelo futebol português Benfica.

Não esquecer também do avançado Lukaku, Manchester City um jogador muito possante e forte no jogo aéreo, entre outros jogadores.

Na minha opinião jogo para ambas marcam e muito difícil de determinar um vencedor ou favorito.

Não ficaria surpreendido que os belgas vencessem, tem imensa qualidade e muitos deles jogam na Inglaterra e conhecem muito bem os ingleses.

Até Onde pode Chegar

aonde-pode-chegar

Esta seleção prima por ser uma equipa equilibrada, com destaque para uma defesa sólida, graças aos centrais John Stones e Gary Cahill e também na frente com destaque para jogadores como Rashford, Lingard, Kane e Vardy.

Recheada de bons valores e nos próximos anos há quem defenda, graças à juventude de alguns jogadores poderá ser uma seleção muito forte.

Ponto menos bom, na minha opinião é na baliza olhando para os guarda redes, que tem passado pela baliza britânica, nenhum deles merece uma confiança a cem por cento, todos tem lacunas e não há um que digamos pegue de estaca, como o favorito.

Dos guardiões que jogaram notou-se intranquilidade na saída em pontapés de canto ou a jogar com os pés.

Mas talvez a escolha recaia no menos mau, como o Jordan Pickford, titular do Everton e tem feito uma época regular.

Não percas a chance de apostar e ganhar neste Mundial.

Abre tua conta nas melhores casas de apostas, aproveita os bônus e boa sorte.


Autor: Reis

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *