Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

João Sousa com missão possível em Flushing Meadows

O último Grand Slam da temporada inicia-se esta Segunda-Feira nos Estados Unidos, e João Sousa entrará em cena na Terça diante de Jordan Thompson, um tenista australiano que não lhe é desconhecido.

Forma de Sousa já viveu melhores dias

João Sousa chegará ao Open dos Estados Unidos num momento de forma algo periclitante em piso duro, visto que perdeu as últimas três partidas realizadas antes deste torneio.

joao sousa us open

Apesar de ter perdido em todas essas partidas, Sousa venceu sempre um set nesses encontros e parece ter esbarrado numa irregularidade exibicional que não é nova na sua carreira.

O tenista vimaranense tende a iniciar muito bem as partidas e a ir perdendo algum gás no decorrer das mesmas, com dois desses três desaires a terem surgido depois do português vencer o primeiro set.

De qualquer modo, um Grand Slam é um desafio completamente distinto onde é necessário vencer não um, não dois, mas sim três sets.

O desgaste acumulado pelo português por uma rápida transição de uma exigente época em terra batida para piso duro terá contribuído para um abaixamento de forma, mas Sousa descansará sete dias antes de entrar em cena em Flushing Meadows e isso pode permitir-lhe recuperar a melhor forma física.

Um velho conhecido em Grand Slams

Jordan Thompson só enfrentou João Sousa em duas ocasiões anteriores e, curiosamente ambas surgiram no mesmo torneio, o Open da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada.

Em 2015, João Sousa atropelou o seu rival australiano em apenas três sets, mas em 2017 perdeu em cinco sets depois de ter liderado por 2-0 em nova demonstração de perda de fulgor por parte do tenista luso.

Este tem sido um problema recorrente do Conquistador que tem sentido dificuldades em manter a intensidade de jogo que geralmente lhe possibilita apresentar o seu melhor ténis.

jordan thompson

Em solo norte-americano, João Sousa terá de se fazer valer das suas fortes pancadas de direita para retirar tempo de preparação ao seu adversário, pois só assim poderá evitar que o adversário exponha a debilidade da sua pancada de esquerda.

Thompson também tem um serviço relativamente superior ao do tenista luso, portanto Sousa necessitará de ser muito agressivo no jogo a fim de retirar o seu adversário da sua zona de conforto.

Equilíbrio notório

Neste momento, Jordan Thompson é apontado ao triunfo com cotação de 1.70 na Betclic e talvez o momento recente dos dois tenistas justifique o seu favoritismo.

Thompson não esteve brilhante nos torneios de preparação para o US Open, mas conseguiu vencer Jack Sock e Jan-Lennard Struff em Washington antes de perder com Stefanos Tsitsipas.

Basicamente, o tenista australiano tende a chegar com índices motivacionais ligeiramente superiores ao do português e, como bem sabemos, Sousa vive muito do momento de confiança que atravesse para elevar o seu nível de jogo.

Assim, não espanta que o tenista luso surja como ‘outsider’ nesta partida a 1.95 na Betclic, embora o equilíbrio das cotações seja perfeitamente compreensível.

Os jogadores estão com registo de 1-1 em confrontos diretos em torneios de Grand Slam e nenhum deles chega particularmente embalado a este torneio pelo que poderemos ter uma partida renhida com distribuição de sets.

Jogar com as tendências recentes

Olhando ao modo como João Sousa tende a entrar forte nas partidas poderá ser interessante considerar uma aposta no português para adjudicar o primeiro set do encontro a 1.80 nas casas de apostas em Portugal.

Na verdade, Sousa fez isso mesmo nos dois anteriores embates diante do australiano e não seria uma surpresa que o repetisse.

A importância de entrar bem no jogo ganha ainda maior relevância olhando a esse histórico que já detalhei acima.

A intensidade de jogo com que o tenista luso costuma iniciar as partidas gera normalmente dificuldades nos seus adversários e explorar essa possibilidade pode ser uma das melhores formas de lucrar neste confronto.

Cenário difícil em potencial segunda ronda

Se João Sousa conseguir contrariar as odds saindo vitorioso do embate com Jordan Thompson, deverá enfrentar um ressurgente Richard Gasquet na segunda ronda.

O tenista gaulês atravessou um autêntico calvário durante largos meses por problemas físicos, mas parece agora recuperado.

Gasquet é um tenista muito talentoso capaz de grandes coisas quando a condição física o permite e tal foi visível no Masters 1000 de Cincinnati onde só David Goffin o conseguiu travar nas Meias-Finais.

gasquet artigo

Antes disso, o francês afastou Andy Murray, Federico Delbonis, Diego Schwartzman e Roberto Bautista-Agut numa clara demonstração da sua qualidade tenística.

Deste modo, é provável que João Sousa tenha uma estadia curta em Flushing Meadows, embora ultrapassar a primeira ronda esteja claramente ao seu alcance se conseguir atingir um bom nível de jogo esta terça-feira.

Telegram ApostaGANHA
50€ de Bónus
50€ de Bónus
20€ de Bónus
Freebet de 10€