Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha
Apostas Online

        Apostas Online em Portugal. Prognósticos, Tips e Guias de como apostar nos sites de apostas

Jogos Olímpicos finalmente adiados por um ano

Há muito que atletas e responsáveis políticos de muitos países iam alertando para a necessidade de adiamento das Olimpíadas de Tóquio 2020 como consequência da pandemia do Covid-19, e agora finalmente surgiu a decisão do Comité Olímpico Internacional. Só em 2021 se realizarão os Jogos Olímpicos.

Uma decisão que peca por tardia

É certo que o evento desportivo só estava agendado para o verão, mais propriamente para 24 de Julho e se prolongaria por boa parte do mês de Agosto, no entanto, e tal como havia acontecido com o EURO 2020 ou com a Copa América parecia relativamente unânime que, neste momento, não existiam condições para a realização do certame.

Jogos Olímpicos finalmente adiados por um ano

Durante algumas semanas, o COI e o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe foram mostrando alguma resistência, porém o avolumar da crise pandémica mundial não lhes deixou grande margem de manobra nesta fase. Para que se tenha uma ideia mais concreta da pequena loucura que seria manter o acontecimento desportivo do ano, de momento 20% da população mundial está confinada ao isolamento, sendo que boa parte dessa população pertence a países desenvolvidos de onde deveria vir uma esmagadora parte dos atletas presentes nos Jogos Olímpicos.

Desse modo, é perfeitamente óbvio que grande parte dos intervenientes chegaria a Tóquio sem a preparação adequada para as respetivas modalidades ou disciplinas e tal deveria nivelar a qualidade do torneio claramente por baixo.

Segurança estaria sempre em risco

Não sabemos se em meados de Julho o surto pandémico já estará controlado, mas o que certamente não contribuiria para limitar a eventual propagação do coronavírus seria um ajuntamento do tamanho de uns Jogos Olímpicos, que até poderia pôr em causa um trabalho mundial de meses.

Com gente vinda de todos os cantos do planeta é perfeitamente visível que seria um risco real levar a cabo o evento nas atuais circunstâncias, não só por uma questão de segurança para os atletas, mas também para toda a população mundial.

O Japão está longe de ser um país gravemente fustigado por esta pandemia mundial, no entanto, não está imune ao vírus e abrir as suas portas para o mundo durante um mês de modo ininterrupto poderia ser uma decisão infantil e de risco elevado.

Adiamento dará tempo aos atletas

Com grande parte dos atletas que deveriam marcar presença em Tóquio 2020 confinados ao isolamento social e sem as melhores condições para realizarem a preparação ideal para os Jogos Olímpicos seria difícil que muitos se apresentassem na plenitude das suas capacidades e outros até poderiam falhar os mínimos nas respetivas disciplinas visto que nem todos tinham já a qualificação assegurada.

Deste modo, e confiando que tudo estará resolvido dentro de alguns meses, os atletas terão novamente tempo para recomeçarem a sua preparação com vista às Olimpíadas e podendo assim apresentar-se na máxima força para lutarem por medalhas para os seus países sem quaisquer tipos de limitações físicas, competitivas ou de segurança.

Chama olímpica manter-se-á por um ano

Em tempos negros onde a população mundial se debate com um vírus que se tem mostrado relativamente letal e muito facilmente propagável, os organizadores dos Jogos Olímpicos – Japão e Comité Olímpico Internacional – optaram por manter a chama olímpica acesa durante todo o período que irá mediar o adiamento da prova até à realização do mesmo, no máximo daqui por um ano.

Os organizadores apontam para o simbolismo da chama olímpica apontando-a como um farol de esperança para o mundo em tempos conturbados, funcionando como uma luz ao fundo do túnel enquanto o mundo se debate com o problema presente.

Esta é uma bonita atitude dos organizadores que, em determinado momento receberam diversas críticas das mais diversas nações por conta da sua relutância em adiar o evento.

Parece que neste caso, e como tem sido hábito um pouco por todo o mundo nestes dias de adversidade, imperou o bom senso e a preservação da segurança das pessoas, afinal, se tudo correr bem, e assim o esperamos, haverá tempo mais do que suficiente para realizarmos todo o tipo de eventos desportivos à escala planetária que tantas vezes nos prendem ao ecrã ou nos levam a viajar para distância longínquas para contactarmos com o ambiente desses grandes eventos.

Com os adiamentos do Campeonato da Europa e Copa América de Futebol, e agora também dos Jogos Olímpicos, a excitação deste verão transita para 2021, mas tal pode não significar que este será um verão tranquilo, pois urge encerrar as competições de clubes um pouco por toda a Europa, e essa será uma prioridade das instituições assim que o surto pandémico dê alguma trégua aos intervenientes.

 

Gostastes do nosso conteúdo? então regista-te no nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manteres bem informado.

Um sitio perfeito para receberes tudo do AG é o canal no Telegram. Também no chat podes conversar com mais de 2.500 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se estas a procura dos Pros acede também os Tipster Profissionais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *