Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Jorge Jesus a Treinar no Brasil?

Terá Jorge Jesus perfil para treinar o Vasco da Gama?

Uma das notícias que marcou o dia de ontem foi o suposto contacto da direção do Vasco da Gama com Jorge Jesus para um eventual acordo com vista à sua chegada ao Brasil.

Após passagem pelo Al Hilal da Arábia Saudita, o técnico português está livre, mas será o Vasco um projeto aliciante para o carismático técnico luso?

Uma realidade muito distinta

Treinar no Brasil é uma realidade muito diferente daquela que Jorge Jesus encontrou durante décadas em Portugal, visto que o formato das competições do lado de lá do Oceano Atlântico nada tem haver com a realidade nacional e certamente seria um desafio para o técnico português.

jesus-1

Como se sabe, a pré-temporada no Brasil decorre ao longo da disputa dos Campeonatos Estaduais quando as equipas mais fortes aproveitam essas competições para limar arestas e rotinar os seus novos jogadores no seio do plantel.

Quando o Brasileirão Série A se inicia, as equipas já têm muitos jogos oficiais nas pernas e estão perfeitamente prontas para a verdadeira competição.

Em sentido contrário, em Portugal como na Europa, não temos esse tipo de preparação com as equipas a despenderem cerca de dois meses de pré-temporada sem jogos oficiais até ao início propriamente dito das competições oficiais.

Deste modo, este seria um desafio para Jorge Jesus no que respeita à preparação da época, se bem que um eventual ingresso no Vasco da Gama por esta altura significaria que o técnico luso chegaria precisamente no início do Campeonato Brasileiro, retirando-lhe assim tempo para avaliar o plantel e montar a sua própria ideia de jogo.

Impaciência é palavra de ordem no Brasil

No Brasil, os treinadores dançam de equipa em equipa no decorrer das temporadas visto que as direções dos clubes não têm por hábito dar grande margem de erro às suas equipas técnicas.

Deste modo, Jorge Jesus teria de se adaptar em movimento, isto é, precisaria de se ir adaptando a uma nova realidade ao mesmo tempo que alcançava resultados que, pelo menos deixassem o Vasco livre do perigo da despromoção.

Naturalmente, esse não seria o cenário ideal para um técnico que não tem experiência de entrar em clubes a meio da época e gerar resultados, tendo-se destacado ao longo da sua carreira pela forma como monta equipas com o seu cunho pessoal durante as pré-temporadas.

Assim, este é claramente outro fator que pode dissuadir JJ de assinar por um clube brasileiro, especialmente tratando-se de um com poucos recursos financeiros e que terá como principal prioridade ter uma época tranquila.

Experiência falhada de Paulo Bento como alerta

Uma das raras experiências de treinadores portugueses no Brasil aconteceu em 2016 com Paulo Bento, e o ex-treinador do Sporting e da seleção nacional teve uma passagem efémera pelo Cruzeiro de Belo Horizonte, permanecendo apenas 17 partidas antes de receber guia de marcha devido aos maus resultados que vinha obtendo.

Um pouco há semelhança de Jorge Jesus, o técnico Paulo Bento destacou-se ao serviço do Sporting Clube de Portugal pelas suas capacidades a médio-longo termo, formando um plantel quase de raiz e conduzindo-o da melhor forma ao longo de várias temporadas, algo que manifestamente não poderia fazer no Cruzeiro, já que a urgência de resultados está sempre em cima da mesa nos clubes brasileiros, em especial naqueles com fortes ambições como é o caso da ‘Raposa’.

bento cruzeiro

Na minha opinião, o caso de Paulo Bento é um bom exemplo daquilo que Jorge Jesus poderá encontrar caso decida aceitar a proposta dos vascaínos, portanto será claramente um cenário a ponderar bem por parte do conceituado técnico português que também terá propostas bem mais tentadores na Europa, por exemplo.

Questões financeiras são empecilho

Depois de ter auferido quantias muito avultadas desde a mudança do Benfica para o Sporting, e depois dos leões para a Arábia Saudita, Jorge Jesus não terá problemas financeiros a relatar nos últimos tempos, no entanto aos 64 anos de idade é normal que o mesmo procure mais um projeto onde possa auferir quantias generosas tendo em conta que a sua carreira poderá já não ter muitos mais anos pela frente.

Ora, com isso em mente é evidente que o Vasco da Gama não tem posses para igualar ou sequer se aproximar dos valores auferidos pelo técnico português no Al Hilal ou até mesmo no Sporting pelo que Jorge Jesus tem aqui outro entrave a uma eventual mudança para o Brasil, embora nem tudo seja mau caso tal se concretize.

Barreira linguística deixará de ser obstáculo

Um dos problemas habitualmente referidos em relação à saída de Jorge Jesus para outros campeonatos europeus como o italiano ou o inglês tem sido a questão linguística.

Sem o trunfo da língua inglesa no seu arsenal, as coisas ficam mais difíceis no que concerne à adaptação a um novo país assim como à comunicação com os novos jogadores, e certamente que esse problema deixaria de ser um entrave caso Jorge Jesus rumasse ao Brasil, país que fala a língua portuguesa facilitando imenso a sua adaptação e entrosamento com um novo plantel.

Mas será este um ponto assim tão fulcral para Jorge Jesus?

A avaliar pela sua mudança para a Arábia Saudita poderemos dizer que não, embora também seja inegável que a sua permanência em solo saudita acabou por ser pouco extensa por razões aparentemente extrafutebol.

Segundo a direção do clube saudita, Jesus foi demitido do clube após recusar uma proposta de renovação de contrato numa clara demonstração de insatisfação com as suas funções e de provável inadaptação a uma muito diferente realidade em relação ao que ele estava acostumado.

Em solo brasileiro, Jesus teria tudo aquilo de que sentiu falta nas arábias: teria pessoas calorosas, peixe fresco, e até uma maior facilidade em estar em contacto com a sua família.

Ainda assim, esta não será a grande questão que pode definir uma eventual mudança de Jorge Jesus…

Tem o Vasco um plantel de qualidade?

Ao longo de mais de uma década, Jorge Jesus tem tido plantéis fortes nas suas passagens por Sporting de Braga, Benfica, Sporting Clube de Portugal e Al Hilal, e sempre apontou à conquista de troféus ou classificações nas posições cimeiras dos respetivos campeonatos a cada temporada.

Terá o Vasco da Gama um plantel que permita a Jorge Jesus adotar um modelo de jogo de equipa grande e com ambições de almejar a altos voos em 2019? Creio que não.

Olhando para os plantéis de formações como o Palmeiras, Flamengo, Cruzeiro fica bem patente a disparidade técnica entre estes conjuntos face ao Vasco da Gama pelo que Jesus se arriscaria a experienciar algo a que se desacostumou ao longo da sua carreira mercê dos méritos que foi recolhendo nas suas diversas passagens por clubes nacionais.

Lutar pela manutenção ou por um lugar a meio da tabela no Brasileirão não me parece ser um projeto propriamente aliciante para Jorge Jesus, que além disso, ganharia menos do que num clube de uma boa liga europeia, e ainda teria o handicap negativo de entrar no clube com o comboio já em andamento numa fase em que o Campeonato Brasileiro está aí à porta…

Por todas estas razões, desconfio seriamente que Jorge Jesus possa aceitar tal oferta, embora a presença de Bruno César no clube – um dos seus jogadores favoritos – possa ajudar numa decisão eventualmente favorável…

Brasileirão começa já este fim-de-semana

Depois da conclusão dos mais diversos Campeonatos Estaduais em solo brasileiro, e de nova jornada de Copa Libertadores da América a meio da semana, será tempo de abrir as hostilidades no Campeonato Brasileiro da Série A, a partir do próximo Sábado.

Com o Palmeiras no trono ao conquistar o título em 2018 sob o comando de Luiz Felipe Scolari – um velho conhecido dos portugueses – e vários emblemas a reforçarem-se fortemente com o intuito de desafiarem o campeão – Flamengo, Cruzeiro, Grêmio e Internacional – espera-se mais uma emocionante edição do
Brasileirão em 2019 com diversas equipas a batalharem pelo lugar mais alto do pódio.

A campanha começa com um duelo entre São Paulo e Botafogo no Morumbi já este Sábado pelas 20 Horas em Portugal.

Os paulistas falharam o título estadual ao perderem na Final com o rival Corinthians. Mas num das principais casas de apostas de Portugal surgem como favoritos nesta partida de estreia no Campeonato Brasileiro com cotações de 1.58 na Esc Online para baterem o Botafogo.

brasileirao 1

Já o Botafogo, tem realizado um desastroso começo de temporada com uma surpreendente eliminação ainda na fase de grupos do Campeonato Carioca, seguindo-se outro desaire com nova eliminação, desta feita na Copa do Brasil às mãos da Juventude.

Com 38 semanas de futebol emocionante e imprevisível no horizonte, espera-nos mais uma grande edição da principal competição do futebol brasileiro onde o Palmeiras será o principal alvo a abater por parte de fortes formações como o Flamengo – que se reforçou com Bruno Henrique e Gabriel Barbosa – ou Cruzeiro – que tem em Rodriguinho um trunfo importante no meio-campo.

As formações de Porto Alegre também continuam a possuir plantéis de boa qualidade com o Grêmio a manter a estrutura da época passada sob o leme do carismático Renato Gaúcho, e o Internacional a procurar dar boa sequência a um excelente ano de regresso à elite brasileira em 2018.

Fique atento aos nossos prognósticos de futebol para o Campeonato Brasileirao ainda esta semana, afinal a competição começa já este sábado…

Telegram ApostaGANHA
50€ de Bónus
50€ de Bónus
20€ de Bónus
Freebet de 10€