Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha
Apostas Online

        Apostas Online em Portugal. Prognósticos, Tips e Guias de como apostar nos sites de apostas

Jorge Jesus atrás de troféus em 2020 na Supercopa do Brasil

O Flamengo já vai dando cartas no futebol brasileiro neste início de temporada e este Domingo pode somar já o primeiro troféu na Supercopa do Brasil onde irá defrontar um Athletico-PR em fase de remodelação.

Avalanche de troféus do Flamengo pode continuar

Após uma temporada de sonho em 2019 onde conquistaram o Brasileirão, a Copa Libertadores e ainda se sagraram vice-campeões mundiais de clubes, o Flamengo só pode estar confiante para a nova temporada.

jesus-supercopa

Tendo mantido o seu treinador Jorge Jesus e grande parte da estrutura do plantel da época passada, o Mengão é claramente o alvo a abater na América do Sul, porém não será fácil de ser batido.

E depois de ter garantido a presença na Final da Taça Guanabara a meio da semana com triunfo polémico de 3-2 sobre o Fluminense, o Flamengo pode este Domingo somar o primeiro troféu da época.

O Estádio Mané Garrincha irá acolher a primeira Supercopa do Brasil após 28 anos de interregno e os adeptos do Flamengo já esfregam as mãos perante a possibilidade de serem o primeiro clube a erguer o troféu neste milénio.

Pela frente, o rubro-negro terá outro rubro-negro. O Athletico Paranaense brilhou na época passada ao conquistar a Copa do Brasil sob o leme de Tiago Nunes, mas acabou por perder o seu timoneiro para o Corinthians e enfrenta esta época uma fase de reorganização.

Por essa razão, o já favorito Flamengo torna-se ainda mais favorito para conquistar esta prova para a qual está cotado em torno de 1.45 pela Betclic para vencer a partida em tempo regulamentar.

Mas esta possibilidade de conquista é apenas mais uma neste começo de temporada, já que o Flamengo parece ter tudo para vencer a Taça Guanabara que respeita a uma competição do Estado do Rio de Janeiro, além de ter ainda em vista a Recopa Sul-Americana.

Esta última diz respeito aos vencedores das competições sul-americanas da época passada, com o Flamengo – campeão da Libertadores – a enfrentar o Independiente del Valle – campeão da Copa Sul-Americana – em duas partidas.

A formação equatoriana conseguiu algo excecional na sua história com essa conquista continental, mas tudo indica que não terá argumentos suficientes para criar dificuldades a um fortíssimo Mengão.

Dar o mote para mais uma época de sucessos

Desta forma, o Flamengo pode cometer a proeza de conquistar mais três títulos até ao final do presente mês de Fevereiro elevando Jorge Jesus a um patamar ainda mais elevado na história do clube.

Após duas conquistas de enorme importância para o clube na época passada, Jesus pode juntar-lhe já mais três troféus ficando somente à distância de uma Copa do Brasil e de um Mundial de Clubes para conquistar tudo o que há para conquistar.

Sim, a Copa Sul-americana também poderia ser hipótese, mas tendo em conta que o Flamengo deverá ‘brigar’ pelo título da Libertadores, é evidente que não irá disputar a segunda competição mais importante do continente sul-americano.

Tiques de arrogância começam a ecoar em solo brasileiro

Para os portugueses não será uma surpresa ver Jorge Jesus numa espécie de autopromoção das suas qualidades e das suas equipas, enquanto rebaixa os seus adversários nas fases em que as coisas lhe correm bem.

Lembramo-nos bem dos seus tempos no Benfica e Sporting onde não perdia uma oportunidade de mostrar alguma arrogância e egocentrismo quando as coisas tendiam a correr pelo melhor, e agora parece que o Brasil acordou para essa realidade com os recentes comentários depreciativos do técnico português após o triunfo sobre o Fluminense.

Provavelmente aborrecido por ter liderado por 3-0 e quase ter sido forçado a um empate (3-2), Jesus afirmou que o Flamengo está num patamar superior ao do seu rival do Rio de Janeiro, e que a Taça Guanabara é um troféu à dimensão do Tricolor das Laranjeiras, e não do Flamengo que luta por outros voos.

Naturalmente, isto não caiu muito bem na imprensa brasileira que começa a acordar para a ideia de que Jorge Jesus é um técnico arrogante que gosta de rebaixar adversários ao mesmo tempo que se autopromove.

No passado, isto foi particularmente utilizado pelos seus adversários para se motivarem antes de defrontarem as suas equipas, e esta pode ser a realidade no Brasil em 2020 pelo que talvez fosse tempo de Jesus refrear esses seus tiques de egocentrismo.

Claro, todos sabemos que isso nunca aconteceu até hoje, portanto é improvável que o treinador português se lembre, subitamente que isto pode ser um tiro nos pés…

Outros links Apostaganha onde podes obter mais informações:

Receba Tips exclusivas e gratuitas no canal dos tipsters Profissionais Apostaganha: PROFISSIONAIS

Entra no nosso canal do telegram se queres Receber todos os Prognósticos, Destaques, Tutoriais, Promos e muito mais., assina o nosso CANAL .

Se queres conversar connosco também no Telegram através de CHAT Clica aqui….Assiste a todos os nossos podcast e dicas de apostas no nosso canal de youtube. Se gostas de outras redes sociais segue-nos no Instagram e Twitter.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *