Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Jorge Jesus já faz sonhar adeptos do ‘Mengão’

Após uma tímida estreia para a Copa do Brasil em casa do Athletico Paranaense, o Flamengo deu espetáculo à segunda oportunidade, desta feita na receção ao Goiás pelo Campeonato Brasileirão A

Jorge Jesus: Uma goleada de fazer crescer água na boca

Tal como já havia desenvolvido em anteriores crónicas, Jorge Jesus é um treinador com mentalidade ofensiva que facilmente poderia elevar este talentoso plantel do Flamengo para patamares exibicionais muito atrativos.

E tal ficou espelhado no triunfo da formação carioca neste Domingo, na recepção a um modesto Goiás que foi, basicamente atropelado por 6-1.

Jorge Jesus já faz sonhar adeptos do ‘Mengão’

Uma das principais novidades que o técnico luso apresentou no onze do Fla por comparação com o passado recente foi a utilização de apenas um médio defensivo, no caso Willian Arão.

Assim, o Flamengo alinhou com uma frente de ataque de sonho de acordo com os parâmetros brasileiros: Diego, De Arrascaeta, Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa formam um infernal setor ofensivo que se poderá tornar muito difícil de travar daqui em diante.

Naturalmente, este ataque a cinco poderá ser reformulado em partidas mais exigentes em que seja necessário dar outro tipo de robustez ao meio-campo, com Jorge Jesus a poder optar pela utilização de dois médios de características mais defensivas, no entanto em partidas caseiras de relativa facilidade podemos assistir a repetições deste ataque infernal.

Gestão de plantel será fundamental

Para já, Jorge Jesus não fez poupanças nos dois primeiros encontros ao serviço do Flamengo, mas essa será uma inevitabilidade no futuro visto que a sua equipa está inserida em três competições em simultâneo e as partidas vão começar a suceder-se muito rapidamente.

Já na noite de quarta-feira, o Flamengo volta a entrar em ação ao receber o Athletico Paranaense em partida decisiva da segunda mão dos Quartos de Final da Copa do Brasil.

Depois de um suado empate a uma bola na Arena da Baixada, o Mengão está em boa posição de seguir em frente bastando-lhe vencer por qualquer resultado para selar o apuamento para as semifinais da prova.

Na verdade, estamos a entrar num ciclo infernal de jogos onde será decisivo que o técnico português consiga gerir bem os seus recursos. O Flamengo voltará a jogar para o Brasileirão no fim-de-semana numa sempre difícil deslocação à Arena Corinthians.

De seguida, terá importante partida da Taça dos Libertadores em casa do Emelec a meio da semana, jogando no fim-de-semana seguinte novamente para o campeonato, e decidindo a eliminatória da Libertadores a meio da semana seguinte, antes de voltar a jogar para o Campeonato no fim-de-semana.

Em suma, o Flamengo disputará oito partidas num espaço de 24 dias numa média de um encontro a cada três dias.

De destacar que nesse período, além de jogar na casa do Corinthians, o Fla precisará deslocar-se ao Equador para enfrentar o Emelec e ainda viajar até ao sempre perigoso Arena Fonte Nova para enfrentar o Bahia local.

Lidar com as expectativas sob fogo cruzado

Numa fase tão exigente do calendário, e após ter elevado imenso as expectativas de adeptos e imprensa carioca, Jorge Jesus terá de fazer um jogo de cintura muito ágil para sobreviver a esta fase do ano sem quaisquer cicatrizes.

Naturalmente, os adeptos esperam que o clube siga em frente tanto na Copa do Brasil como na Copa Libertadores ao mesmo tempo que continue a vencer no Campeonato Brasileiro.

Ora, essa é uma equação extremamente difícil de fazer se levarmos em conta que JJ deverá promover alguma rotatividade na equipa.

De qualquer modo, se há equipa no Brasil que o pode fazer com sucesso para além do Palmeiras, essa equipa é precisamente o Flamengo pois está recheada de talento no seu plantel, podendo assim ir fazendo alterações de jogo para jogo sem que o seu nível exibicional caia demasiado.

jogadores flamengo

A título de exemplo, Jorge Jesus deixou no banco na partida do fim-de-semana diante do Goiás jogadores como Cuellar, Berrío, Vitinho, Rodinei, Rhodolfo ou Rene numa clara demonstração de que as alternativas à equipa inicial são variadas e de boa qualidade.

Agora, caberá a Jorge Jesus fazer uma boa gestão desses recursos ao seu dispor por forma a manter o Flamengo em todas as frentes quando terminarmos este exigente ciclo de partidas.

O mês de Agosto tenderá a ser igualmente exigente no caso do Flamengo se manter em todas as provas após esta fase, portanto JJ terá uma agenda altamente preenchida nos próximos dois meses num claro teste às suas competências como treinador.

Não bastará ser um exímio tático nesta fase, será igualmente necessário saber gerir um plantel sob grande pressão e estabelecer uma boa relação com os jogadores que lhe permita que alguns deles fiquem no banco em várias ocasiões sem que tal se reflita em amuos ou conflitos com o técnico.

Telegram ApostaGANHA
50€ de Bónus
50€ de Bónus
20€ de Bónus
Freebet de 10€