Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Jorge Jesus pode causar impacto no Brasil ao serviço do Flamengo

Muito se especulou em relação à possibilidade de Jorge Jesus poder vir a treinar no Brasil, e depois da hipótese Vasco da Gama ter sido gorada acabou por ser o Flamengo a garantir os seus serviços numa operação que visa claramente conduzir o Mengão a mais altos voos…

Jorge Jesus pode causar impacto no Brasil ao serviço do Flamengo: Abel Braga estava certo…

Quando há cerca de uma semana Abel Braga apresentou a sua demissão de técnico do Flamengo muitos estranharam, uma vez que a equipa vinha de um triunfo que os mantinha perto do topo do Brasileirão, para além de estar ainda inserida em todas as restantes competições paralelas.

O experiente técnico brasileiro alegou ter sido traído pela direção do clube que, alegadamente estava em conversações com outros treinadores, nomeadamente Jorge Jesus.

Jorge Jesus pode causar impacto no Brasil ao serviço do Flamengo

É certo que o presidente do clube Rodolfo Landim desmentiu tal situação, afirmando que só passou a encetar conversações após o abandono de Braga, no entanto parece custar a acreditar que tal seja verdade visto que o clube carioca rapidamente chegou a acordo com Jorge Jesus.

Abel Braga é muito respeitado no Brasil e certamente terá grande parte dos adeptos do Flamengo do seu lado nesta questão, porém agora inicia-se uma nova era no Clube de Regatas do Flamengo sob a batuta de Jorge Jesus, conceituado treinador português que promete dar um novo colorido ao futebol flamenguista.

Um plantel que dá para sonhar

Creio que dificilmente Jorge Jesus poderia pedir um plantel mais forte do que este para a sua primeira experiência em solo brasileiro.

O Flamengo tem – a par com o Palmeiras – um dos melhores plantéis do país e da América do Sul pelo que lhe será exigida a conquista de títulos na presente temporada.

Com elementos experientes como Diego Alves na baliza, Rodrigo Caio no centro da defesa e Diego no meio-campo ofensivo a maturidade e voz de comando está assegurada dentro de campo, ao passo que talentos como Bruno Henrique, Willian Arão, De Arrascaeta, Everton Ribeiro ou Gabriel Barbosa colocam esta equipa num patamar elevadíssimo que faz sonhar os seus adeptos.

Jorge Jesus é conhecido por ser um treinador com mentalidade ofensiva, embora nos tempos do Sporting tenha refreado um pouco esse temperamento, no entanto com a qualidade ofensiva ao seu dispor no Flamengo creio que a melhor solução será mesmo estabelecer um padrão de jogo voltado para o ataque e posse de bola.

arrascaeta flamengo

A qualidade dos seus jogadores no centro do terreno, bem como dos seus elementos mais atacantes poderá permitir a Jorge Jesus montar um sistema de jogo altamente produtivo do ponto de vista ofensivo e certamente que o técnico luso já estará a imaginar de que modo irá implementar o seu jogo no Rio de Janeiro.

Como já afirmei, poucos clubes no Brasil têm por esta altura um plantel deste calibre e tal abre uma excelente janela de oportunidade a JJ para causar impacto logo no seu ano de estreia no Brasil, algo que Paulo Bento não pôde fazer visto ter pegado num Cruzeiro em mau momento e com plantel mais limitado em 2016.

Tudo ainda por conquistar

O Flamengo tem formado plantéis de grande qualidade nos anos mais recentes, no entanto isso não se tem refletido em títulos realmente importantes para o clube.

Os títulos estaduais de 2014, 2017 e 2019 são manifestamente escassos para um clube desta dimensão e com grande ambição.

Esta temporada, os dirigentes do clube estabeleceram como grande objetivo a conquista da Taça dos Libertadores da América e tal mantém-se perfeitamente no horizonte visto que o clube assegurou um lugar nos Oitavos de Final onde irá medir forças com os equatorianos do Emelec durante o próximo mês de Julho.

Em termos de Campeonato Brasileiro, o Flamengo segue na 4ª posição com menos três pontos que o líder Palmeiras ao cabo das primeiras sete jornadas, portanto tudo está ainda em aberto numa competição que terá ainda mais 31 rondas até ao seu término.

Finalmente, o clube está ainda inserido na Copa do Brasil onde está bem lançado para seguir até aos Quartos de Final.

No encontro da primeira mão dos Oitavos de Final da prova, o Flamengo obteve um excelente triunfo na casa do Corinthians por 0-1 e agora pode selar a eliminatória em sua casa já na noite desta Terça-feira.

Para este embate, e ainda comandado pelo técnico interino Marcelo Sales, o Flamengo é considerado favorito a vencer o encontro a 1.64 pela Betano, embora um empate seja suficiente para selar o apuramento.

A ESC Online também já abriu mercado para este confronto e apresenta cotações idênticas às da sua concorrente Betclic com um eventual triunfo do Corinthians a 4.50 – algo que poderia relançar a eliminatória.

A importância de um treinador ganhador

Jorge Jesus é um treinador conceituado e titulado no futebol português, conquistando três títulos de Campeão Nacional ao serviço do Benfica e tal pode ser muito importante nesta fase do Flamengo em que a procura por títulos de relevância é quase uma obsessão.

Para além dos vários títulos nacionais conquistados, Jesus ‘esbarrou’ na Final da Liga Europa em duas ocasiões podendo-se mesmo dizer que foi algo infeliz nessas partidas diante de Sevilha e Chelsea em 2013 e 2014.

Agora, com o Flamengo em busca de títulos de relevância no panorama do futebol sul-americano, a experiência do técnico luso pode ser crucial nos momentos decisivos das competições.

jorge jesus

O Flamengo não vence o Campeonato Brasileiro desde 2009 e ambiciona recuperar esse título com a maior brevidade possível, assim como a Copa do Brasil que não tem oportunidade de erguer desde 2013.

Ainda assim, e apesar desse considerável jejum interno, parece que a Copa Libertadores foi definida como o objetivo prioritário da temporada.

O Mengão só venceu esta competição continental em uma ocasião em toda a sua história, mais precisamente no ano de 1981 e, tendo em conta todo o seu historial e poderio como um dos maiores clubes do Brasil, isso parece ser manifestamente pouco pelo que não espanta a grande ambição que tem sido manifestada pela atual direção do clube carioca.

Copa América chega em boa altura

Ao que tudo indica Jorge Jesus só deverá fazer o primeiro jogo oficial no comando do Flamengo após a Copa América, competição que se inicia a 15 de Junho e originará a interrupção das competições de clubes em solo sul-americano.

Com a competição a decorrer no Brasil este ano, Jorge Jesus terá tempo de avaliar alguns dos seus jogadores presentes na competição como De Arrascaeta, Cuellar e Trauco, ao mesmo tempo que começará a treinar os restantes elementos do plantel numa fase sem competição, ideal para implementar as suas ideias no seio do grupo.

O Brasil – anfitrião da prova – é apontado como destacado favorito à conquista da mesma a 2.10 na Betclic, com Argentina (4.50), Uruguai (7.00) e Colômbia (8.00) perfilando-se como potenciais ameaças a levarem o troféu para longe do Brasil.

copa america 2019

Mas voltando ao tema Jesus, é incontornável que este período que irá mediar a sua estreia no clube pode ser particularmente importante para os destinos do clube no decorrer da temporada visto que este será o período onde será possível aos jogadores tomarem um pouco de fôlego antes de retomarem as demais competições no pós Copa América 2019.

Além disso, o tempo que o treinador português terá para conhecer melhor os seus jogadores e fazer as mudanças que considere necessárias no modelo de jogo anteriormente implementado por Abel Braga será muito importante a fim de preparar a equipa para os diversos desafios que ainda terá pela frente.

A qualidade do plantel é indesmentível, mas a verdade é que já em anos anteriores o clube apresentou ‘elencos’ de qualidade idêntica e nem por isso conseguiu levar a sua avante.

Sim, as adições de Bruno Henrique e Gabriel Barbosa à frente de ataque do Mengão tendem a ser fatores diferenciadores nos momentos-chave visto que ambos representam uma potencial ameaça ofensiva muito significativa conforme provaram na época passada ao serviço do Santos, com Gabigol concluindo mesmo o Brasileirão A 2018 como artilheiro da competição.

Tempo de regressar aos títulos?

Jorge Jesus teve uma passagem algo inglória pelo Sporting, vencendo apenas uma SuperTaça e uma Taça da Liga em três temporadas, e falhando no grande objetivo para o qual foi contratado, a conquista da Liga Portuguesa pelos verdes e brancos.

É certo que estabeleceu um recorde pontual do clube logo na sua primeira época, mas infelizmente isso não foi suficiente para adjudicar o título nacional, do qual não voltou a estar próximo nas suas épocas seguintes.

Após a sua saída de Portugal, Jesus esteve na Arábia Saudita ao serviço do Al-Hilal do qual viria a sair antes do final da temporada em litígio com a direção do clube.

trofeu brasileirao

Apesar de ter deixado o clube em posição privilegiada para ser campeão, a verdade é que o mesmo viria a perder a liderança para o Al-Nassr do também português Rui Vitória, pelo que Jorge Jesus não venceu o título saudita.

Deste modo, podemos ter aqui a sociedade perfeita entre um clube de enorme dimensão e ambição claramente apostado em regressar à conquista de grandes títulos com um treinador acostumado a grandes conquistas que chega ao clube após uma fase menos feliz no que diz respeito a celebrações.

Assim, parece quase inequívoco que teremos uma excelente simbiose entre clube e treinador no que respeita a sede e desejo de vitória, e tal pode desempenhar papel fundamental quando chegar o tempo das decisões na temporada de 2019 na América do Sul.