Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

José Mourinho ataca o mercado em Portugal

A onda de lesões no Tottenham obrigou o clube a ir ao mercado em janeiro, mas José Mourinho parece apostado em contratações a título de empréstimo por forma a não alongar em demasia o seu plantel e parece ter encontrado em Portugal vários alvos interessantes.

Gedson Fernandes é um valor seguro

Apesar de nunca se ter conseguido verdadeiramente impor no Benfica, as qualidades de Gedson Fernandes estão perfeitamente identificadas e talvez o seu principal problema no clube de formação tenha sido o seu estilo de jogo que não se parece ter adaptado ao sistema de Rui Vitória primeiro, e posteriormente de Bruno Lage.

José Mourinho ataca o mercado em Portugal

Gedson Fernandes não é um jogador de correr muito sem bola, sendo ainda de notar que gosta de ter o esférico nos pés e construir jogadas com algum critério, algo que por vezes contrasta com um Benfica que joga ao primeiro toque em rápidas trocas de bola.

Talvez por isso Bruno Lage tenha acabado por preteri-lo das opções regulares apostando noutros nomes como Adel Taarabt, Chiquinho ou Franco Cervi que entram melhor nesse modo de jogar.

Mas mais uma vez reitero que Gedson Fernandes trata-se de um valor seguro do futebol nacional que apenas precisa de encontrar o seu espaço num outro tipo de futebol e, sinceramente acredito que possa dar-se bem em Inglaterra onde a luta pela posse de bola a meio-campo tende a ser muito animada e a privilegiar aqueles jogadores com técnica e força para saírem de zonas aflitivas com a bola em posse.

José Mourinho terá tido leitura similar e apostou na aquisição do jovem a título de empréstimo com opção de compra no final do ano e meio de contrato com o clube.

Numa fase em que Moussa Sissoko desfalca o setor intermédio do campo até final da temporada e em que Tanguy Ndombele tarda em debelar os seus problemas físicos, Gedson será um dínamo naquele meio-campo que ficou um pouco órfão de um jogador com esse tipo de características.

Mas José Mourinho tem mais problemas em que pensar neste mercado de inverno e segundo a imprensa nacional encontra-se ativamente em busca de garantir outro reforço da Liga NOS através do mesmo tipo de negócio de Gedson.

Zé Luís pode remediar na ausência de Harry Kane

Após a saída de Fernando Llorente no final da época passada, o Tottenham ficou sem uma alternativa credível a Harry Kane para a frente de ataque e tal revelou-se um erro de gestão pois o atacante inglês tem sofrido com alguns problemas físicos ao longo da sua carreira.

Isso voltou a verificar-se no período festivo do futebol inglês com o máximo goleador do clube a lesionar-se novamente com alguma gravidade podendo mesmo não alinhar nos próximos dois/três meses.

Assim, e sem uma alternativa clara ao atacante inglês, José Mourinho parece estar a desenvolver contactos com o Futebol Clube do Porto no sentido de garantir os serviços do cabo-verdiano Zé Luís.

O atacante ex-Spartak Moscovo teve um pujante começo de temporada com a camisola dos dragões, mas tem se vindo a apagar perante a ascensão de Tiquinho Soares e Moussa Marega.

Perante este cenário, e conhecendo as características do jogador, Mourinho saberá que terá aqui um reforço para o centro do ataque. Um jogador forte no jogo aéreo, com força física e capacidade de remate um pouco ao estilo de Harry Kane, embora num patamar inferior como é evidente.

Mas para que o negócio por empréstimo se torne realidade, os Spurs precisam de garantir junto da Premier League que o jogador terá permissão para jogar visto tratar-se de um cabo-verdiano sem nacionalidade europeia.

Este seria um movimento que poderia beneficiar as três partes envolvidas.

Zé Luís poderia ter maior tempo de utilização no melhor campeonato do mundo ao invés de ser suplente na Liga Portuguesa, o FC Porto encaixaria algum dinheiro e provavelmente não teria de pagar o ordenado ao jogador durante a sua estadia em Inglaterra, e o Tottenham receberia um jogador com provas dadas no futebol internacional sem que para tal precisasse de desembolsar uma grande quantia, podendo ainda devolvê-lo à casa de partida no final da temporada quando tivesse Harry Kane de volta.

Uma estratégia que demonstra confiança no atual plantel

Este novo ‘modus operandi’ de José Mourinho demonstra uma clara confiança no seu atual plantel, pois preferiu contratar jogadores à condição ao invés de contratar outros a título definitivo que poderiam colocar em causa o lugar dos atualmente lesionados.

Assim, Mourinho dá uma prova de inabalável confiança nos jogadores ao seu dispor, mostrando que é com eles que pretende elevar o Tottenham a um patamar superior num futuro próximo e isso pode conquistar o grupo.

Outros links Apostaganha onde podes obter mais informações:

Entra no nosso canal do telegram se queres Receber todos os Prognósticos, Destaques, Tutoriais, Promos e muito mais, assina o nosso CANAL. Se queres conversar connosco também no Telegram através de CHAT.

Assiste a todos os nossos podcast e dicas de apostas no nosso canal de Youtube. Se gostas de outras redes sociais segue-nos no Instagram e Twitter.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *