Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Julen Lopetegui pode ter a sua vingança este fim-de-semana

Depois de uma curta e conturbada passagem pelo comando técnico do Real Madrid, Julen Lopetegui encontra o anterior clube este Domingo quando o ‘seu’ Sevilha os receber em partida da Liga Espanhola

Julen Lopetegui pode ter a sua vingança este fim-de-semana: De trás para a frente em Sevilha

Os primeiros meses de Julen Lopetegui enquanto treinador do Sevilha têm mostrado uma nova faceta no clube, agora mais talhado para uma solidez de jogo que lhe permita ter segurança defensiva, ao invés do tradicional Sevilha propício a sair desenfreadamente para o ataque.

Pois bem, para já os resultados estão à vista e a equipa sevilhana vai liderando a tabela da Liga Espanhola ao cabo de quatro jornadas com três vitórias e um empate, cinco golos marcados e um sofrido.

Poderá dizer-se – e com razão – que o calendário também permitiu isso uma vez que o Sevilha ainda não defrontou qualquer equipa de topo com Celta de Vigo e Getafe a serem os testes mais exigentes.

Julen Lopetegui pode ter a sua vingança este fim-de-semana

Mas este Sevilha parece estar efetivamente a preparar um novo modelo de jogo mais assente na consistência defensiva e tal voltou a verificar-se este Quinta-feira quando venceram em Qarabag por 0-3 em partida de estreia na Liga Europa. Mesmo operando diversas mudanças no onze inicial, a formação de Lopetegui voltou a não sofrer golos.

Neste momento, em cinco partidas oficiais na presente temporada, o Sevilha consentiu apenas um golo e já concluiu
quatro partidas sem tomar qualquer golo.

Agora, Lopetegui enfrenta o seu antigo clube Real Madrid este fim-de-semana e terá a oportunidade de testar o seu novo sistema frente a um rival de dimensão superior.

O Sevilha está avaliado em 2.55 nas principais casas de apostas para bater o pé aos merengues, e olhando ao passado recente parecem existir razões para sustentar essa hipótese uma vez que o Sevilha bateu o Real Madrid nas últimas quatro vezes que os madrilenos visitaram o Ramon Sanchez Pizjuán em partidas da Liga Espanhola.

Zidane continua algo perdido

Os jogos vão-se sucedendo, mas a evolução da equipa do Real Madrid tarda em ser notória. Depois de um triunfo desnecessariamente sofrido no passado fim-de-semana na receção ao Levante, a formação da capital foi goleada em Paris por 3-0 frente a um desfalcado PSG pela Liga dos Campeões que não contou com Neymar, Kylian Mbappé e Edinson Cavani.

Olhando friamente ao desenrolar da partida, não teria sido um escândalo se o marcador tivesse sido até um pouco mais volumoso e Zidane tem obviamente muito trabalho pela frente se quiser colocar a sua equipa em condições de discutir troféus esta temporada.

Mas o cenário também não é famoso no departamento médico com Marco Asensio e Luka Modric de fora, e um leque diversificado de jogadores em dúvida, destacando-se Marcelo, Sergio Ramos e Isco.

Em suma, Zinedine Zidane chegará a Sevilha com algumas dúvidas em relação aos jogadores disponíveis, que se juntarão às dúvidas que terá sobre quem deve alinhar de início.

Gareth Bale, Eden Hazard, Vinicius Junior, Luka Jovic ou Karim Benzema continuam a ser soluções de enorme qualidade no setor ofensivo, no entanto, o principal foco do técnico gaulês deve continuar a passar por conferir maior solidez ao seu meio-campo defensivo, bem como a uma defesa que teima em consentir demasiados golos.

E se o Sevilha só consentiu um golo em cinco partidas oficiais, o Real Madrid já encaixou nove no mesmo período, e ainda não concluiu qualquer partida com as redes de Thibaut Courtois imaculadas.

Ainda assim, os mercados dão ligeiro favoritismo a Los Blancos com cotação de 2.45 na Betano, mas será preciso mostrar mais num terreno tradicionalmente hostil para a formação de Madrid.

Lopetegui com sangue na guelra

E se o Sevilha já é tradicionalmente terrível para o Real Madrid no Sanchez Pizjuán, esse cenário pode-se acentuar com um técnico certamente ávido por provar que merecia ter tido mais tempo aos comandos dos merengues, pois acredita ter qualidade para mais e melhor.

Como estará recordado, Lopetegui protagonizou uma das novelas do verão de 2018 quando foi demitido da selecção espanhola a poucos dias do começo do Campeonato do Mundo por já ter assinado com o Real Madrid.

lopetegui-sevilha

A Federação Espanhola não gostou da atitude de clube e treinador e colocou termo á sua ligação com o ex-treinador do Porto, algo que viria a ditar uma campanha dececionante dos espanhóis e a colocar uma pressão acrescida em Lopetegui enquanto comandante do Real Madrid.

A experiência revelou-se um fiasco e ninguém terá saído a ganhar desse imbróglio: a Espanha perdeu o seu fio de jogo, o Real não contratou um grande treinador e Lopetegui só cumpriu um de dois sonhos: treinou o Real (por pouco tempo) mas não guiou a Espanha ao sucesso no Mundial de 2018.

Agora, pode ser tempo de um pequeno acerto de contas: será que Lopetegui bate o pé ao Real Madrid?