Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Lay aos Cavalos – Introdução

COMO ENCONTRAR UM CAVALO QUE VAI PERDER – INTRODUÇÃO

Para explicar da maneira mais simples eu procuro sempre falsos favoritos, ou seja um cavalo que está a ser muito apostado para ganhar, mas que eu penso que vai perder. Faço isso tomando em atenção muitos factores que muitas pessoas não se importam em procurar.

Praticamente existem centenas de factores que podem afectar o desenrolar de uma corrida, muitas pessoas passam horas e horas a estudar esses factores e acabam por não chegar a nenhuma conclusão.

A maioria dos apostadores tira as suas conclusões baseados na forma do cavalo e 80% ou 90% da odd desse cavalo é baseado em forma. Isto não é coincidência, pois os bookies sabem que a maioria do dinheiro dos apostadores é baseado na forma do cavalo de uma maneira ou de outra.

Ainda para ajudar mais à festa, todos os jornais, programas de televisão e tipsters baseiam as suas escolhas na forma do cavalo e isso faz com que o apostador mude de opinião acerca da sua escolha.

Bom, tudo isto serve para dizer se um cavalo estiver a correr bem vai ser massivamente apostado e terá um bom valor para fazermos-lhe um lay (aposta contra).

A forma de um cavalo é simplesmente o arquivo das suas recentes actuações e de certeza que é um factor importante para a nossa escolha mas não é o único.

Por exemplo um cavalo que ganhou a ultima corrida vai ser sempre massivamente apostado na sua próxima corrida e com isto não estou a dizer que a forma não conta e que devemos fazer lay ou apostar contra a todos os cavalos que ganharam a sua última prova.

Outras das razões para fazer um falso favorito são os estábulos. Isto acontece muito em corridas de cavalos juvenis e sem experiência. O apostador simplesmente aposta no cavalo com o melhor jockey ou melhor treinador.

Eu sem embargo vou mais fundo e estudo muitos outros factores que podem influenciar o resultado da corrida, e é essa informação que vos vou passar a seguir.

Temos dois tipos de corridas de cavalos no Reino Unido: a Flat Racing (corridas planas) e National Hunt (Jump) Racing (corridas de saltos com barreiras).

Vamos primeiro falar do Flat Racing. Estas corridas têm distâncias que começam em 5 furlongs (5/8 milha ou mil metros ) e vão até 20 furlongs (duas milhas e meia ou 4 mil metros), iniciando a corrida sempre de uma jaula de saída e como o nome nos sugere, não existem obstáculos no flat racing.

A época do flat vai de meio de Março até meio de Novembro. Os cavalos de flat ficam preparados mais rápido para correr e começam com 2 ou 3 anos.

Temos dois tipos de corrida no Flat Racing: Stakes e Handicaps.

Nos stakes todos os cavalos levam em cima o mesmo peso. Nos handicaps todos levam pesos diferentes. O peso que o cavalo vai carregar é baseado na sua habilidade, que é avaliada por um núcleo oficial (handicapper).

O cavalo com o melhor rating (avaliação) vai concerteza carregar mais peso, e como é evidente, o que tenha menor rating leva menos peso. Teoricamente nos handicaps todos os cavalos tem a mesma chance de ganhar.

Todavia, os favoritos só ganham 28% das corridas de handicap e isto dá-nos uma grande margem de manobra para fazermos os nossos lays e mais impressionante ainda, são os cavalos com odd ou quota igual 2,00 ou menor: segundo as estatísticas nos últimos 10 anos, se eu tivesse feito um lay em todos, tinha tido um retorno de 20% no investimento, o que daria um bom valor para fazer um lay.

Existem também vários tipos de corridas, dependendo da qualidade dos cavalos. Eu normalmente procuro fazer os meus lays nas seguintes corridas:

  • Maidens – Corridas para cavalos que nunca ganharam.
  • Conditions Races – Quando ocavalo ganhou o seu maiden pode correr aqui, sãp para ganhadores de corridas ou para ganhadores de corridas até um certo valor,
  • Listed Races – Quando o cavalo ganhou uma corrida de Conditions pode correr aqui.
  • Group Races – Estas são as corridas mais prestigiadas do flat, tem e grupos 1, 2 e 3, sendo o grupo 1 o mais respeitado e com melhor prémio.

 

Autor: Delflores

Share

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *